Ferroviário Atlético Clube

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Ferroviário Atlético Clube
Escudo do Ferroviário.png
Brasão
Hino Hino á piaba
Nome Oficial Ferrim Atrético Crubi
Origem link={{{3}}} Ceará-Fortaleza
Apelidos Ferrão,Tubarão da Barra,Ferrim,Erreveceano,Time do povo,Time proletário
Torcedores Ferrados, Corais
Torcidas Torcida do Tamanho de uma Falange; Ultras Resistência Coral.
Fatos Inúteis
Mascote Tubarão
Torcedor Ilustre Lampião
Estádio Estádio Elzir Cabral
Capacidade 84171, 20268 no gramado e 63903 nas arquibancadas
Sede Rua Dona Foló, Fortaleza(CE)
Presidente Tiozão engraçadão
Coisas do Time
Treinador Velhinho que comeu e não pagou
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png Todos são ruins, é difícil dizer quem é pior
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png Edson Cai o Cú
Patrocinador Boate LGBT, Cabaré da Mazé, MittuBank
Time
Material Esportivo Panos de chão da BM9 Sports
Liga Campeonato Brasileiro
Divisão [Série C]
Títulos série D 2018 e uns campeonatos estaduais aí, que ninguém se importa
Ranking Nacional 61º lugar, 1515 pontos
Uniformes Uniforme sao paulo.jpg
Uniforme sao paulo2.jpg



Cquote1.svg Você quis dizer: Plágio do São Paulo FC Cquote2.svg
Google sobre Ferroviário Atlético Clube

Cquote1.svg Uma instituição desprezível Cquote2.svg
Nietzsche sobre Ferroviário Atlético Clube

Cquote1.svg Vender fiado? Só no dia em que o Ferrão ganhar um cearense Cquote2.svg
Vendedor de Bar contornando a desculpa do cliente

Cquote1.svg O time do Quixadá tem quantos cartões amarelos? Cquote2.svg
Diretoria do Ferroviário em um dia típico de trabalho

Cquote1.svg Eu não acredito, gente. Vocês vão jogar o campeonato desse jeito? Cquote2.svg
Iarley em seu primeiro dia de trabalho no Ferrão

Cquote1.svg Passamos dias e noites em claro para encontrar algum jogador em situação irregular Cquote2.svg
Presidente do Ferrão em entrevista explicando sua dedicação e empenho em seu trabalho


Ferroviário Atlético Clube é um... o que é isso? Já ganhou alguma coisa esse treco?... ah, sim! Dizem por aí que é um "tradicional" time de futebol do Ceará, apesar de nunca ter ganho nada, mas como Ceará e Fortaleza também nunca ganham nada, deixa passar que o Ferroviário é um time tradicional.

O simpático time tem o apelido de FERRÃO, porque só leva ferro quando joga. A rotina do clube é bem simples, fazer figuração no Campeonato Cearense no começo do ano e depois fazer figuração na Copa Fares Lopes na metade final do ano. É até difícil entender como esse time não entra em falência (na verdade o Ferroviário já faliu há muito tempo. O que vemos jogar é um resquício ectoplasmático!).

A maior glória do Ferroviário aconteceu em 2006 pela Série C onde ele deu 7x2 no pior time do Brasil.

Atualmente com as constantes derrotas que vem sofrendo dentro e fora do campo o ferrim está mundando de rumo e viu que é mais rentável vender perfumes do que vender ingressos.

História[editar]

Um trem cheio de torcedores do Ferroviário. O tradicional transporte é a inspiração para o nome da equipe.

O time foi fundado em 1933 por alguns operários e ex-escravos que estavam buscando algo para combater o tédio. Decidiram fundir o time dos maconheiros de pés descalsos "Matapasto Só Capim e Canela Clube" e o time dos solteiros sem camisa "Jurujeba Tomás Turbando Futebol Clube". Surgia então o Ferroviário, time mundialmente conhecido por mal conseguir ganhar um mero campeonato cearense.

Parece que seus fundadores eram tudo da bambizada, já que adotaram para o Ferrim escudo e uniformes claramente copiados do São Paulo. O futebol, todavia está muito longe dos bambis originais. A única sorte para o Ferroviário é que o Ceará e o Fortaleza também são uma grande bosta, e fica até difícil de zoarem os torcedores do Ferrim.

Em competições locais sempre apanha para o Ceará e Fortaleza. É quase que um pleonasmo afirmar isso. Fato esse que levou a torcedores dos times rivais a sentirem pena desse pobre coitado e a despertarem simpatia pelo ferrim.

Em competições nacionais, já disputou 6 vezes a primeira divisão do campeonato brasileiro da época que jogavam 150 times e se jogava com as mãos ao invés dos pés. Depois de 6 humilhações, parece que nunca mais na história, de acordo com Mestre Yoda, o Ferroviário sonhará em disputar a série A outra vez. A sua melhor colocação foi um pífio 27° lugar em 1981.

Na série B também teve lá suas figurações. Conseguiu a incrível façanha de ficar na 44° posição em 1991, atrás até do Íbis na ocasião.

A série C, por muito tempo o Ferroviário adorou essa divisão, série C e Ferroviário durante muito tempo eram até sinônimos. O time ostenta orgulhosos records na série C, como time que mais jogou essa budega, que mais tem pontos nessa tragédia de campeonato, e que nunca ganhou.

Em 2009, com a criação da série D, o Ferroviário vê uma nova chance de garantir record esdrúxulos e chegou a fazer planejamentos para sempre estar disputando essa divisão e nunca subir, para assim acumular records idiotas, coisa que o ego do clube precisa. Em sua primeira participação o Ferroviário amargou uma eliminação para o Sergipe nas décimas-oitavas de final.

Em 2010 desiste de apanhar na série D do brasileiro e resolve não participar mais desse campeonato por achar que esse campeonato não está à altura do grandioso Ferrão. Então resolve unir todos os seus esforços para disputar o Campeonato da Rapadura e tentar reviver seus anos de glória quando ganhou dois títulos na competição.

Disputou o Campeonato Cearense (série B). Lugar que deveria ter ocupado desde 2013 se não fosse o tapetão que o livrou do rebaixamento colocando o seu maior rival Crateús em seu lugar. Mas como Alá é justo e não tarda a responder o Ferrão passou a disputar a série B do cearense em 2015. Para quem sabe assim voltar a sonhar em ganhar um título em sua vida, mas até o momento continua sua sina levando ferro. Conseguindo o feito histórico de ser campeão em ações na justiça desportiva para tentar colocar seu time na tão sonhada primeira divisão do campeonato cearense. E conseguindo mais um feito histórico de derrotas no tribunal desportivo, não conseguindo tirar a vaga do merecido time do Alto Santo, que merecidamente ganhou todos os seus pontos em campo.

Tem como principais rivais o Calouros do Ar, Alto Santo, Itapajé, Crateús e Trairiense, times igualmente tradicionais, mas com torcidas maiores.

Em 2017 reconquistou o direito de jogar a primeira divisão do estadual cearense, fato que só foi possível graças a compras, armações e propinas, pois o time que havia subido no futebol, o Alto Santo Esporte Clube, desistiu misteriosamente, dando a vaga de graça para o Ferroviário que acabou sendo vice de novo pro Ceará, mas ao menos eliminou o minúsculo Fortaleza antes disso.

Em 2018 foi campeão da série D depois de dar uma nova chance a esse campeonato medíocre ganhando do pior time da Paraíba (onze, doze, treze, sei la) por 3x0 que depois desse resultado sua torcida entrou vive num choro profundo e sendo zoados pelo segundo pior time da paraíba (capinadoense, capinense, cupinense algo assim)que também foi eliminado pelo poderoso ferrão nas quartas de finais.

Torcida[editar]

Torcedor do Ferrim fazendo algo mais produtivo do que assistir ao jogo.

A enorme torcida do FERRADOviário é capaz de feitos incríveis, como levantar um bandeirão de 6 m x 6 m no último clássico disputado com o Calouros do Ar (principal rival do time colorido). Reza a lenda que a mesma já não cabe em uma Kombi, pois o poder financeiro dos torcedores segue o time (quebrado). Atualmente a mesma enche 3 bicicletas.

O Ferroviário tem uma incrível torcida fiél (formada 95% por flamenguistas que torcem para o Ferrão só nas horas vagas) de mil torcedores, formados pelos favelados que moram ao redor do Estádio Elzir Cabral.

Pesquisas afirmam que o Ferrim é o time mais querido por aqueles que não gostam de futebol porque sua torcida não destrói o estádio após os jogos. Consequência lógica de não existirem torcedores no estádio para praticarem tal ato.

Algumas poucas pessoas são encontradas vestindo a camisa do Ferrão pela cidade, mas quando são perguntadas se torcem pelo Ferrão esses ou descobrem que não tinham comprado uma camisa do São Paulo ou a utilizam para não serem hostilizados pela torcida do Ceará ou do Fortaleza, que utilizam essa camisa como camuflagem quando saem dos estádios.


Hino[editar]

Salve, Salve LGBT

É o time dos homossexuais

E é o Ferroviário Patético Clube

O São Paulo do Ceará

Somos companheiros inseparáveis

Na pederastia e na safadeza

Com esse vermelho, preto e branco

Que traz o símbolo da tristeza

Vamos virar prostituta

Continuar nossa açoitada

Não enxergamos sacrifício

Levaremos qualquer chibatada

O Ferrão foi se ferrar

É o pior do Ceará!

Títulos[editar]

O Ferrão tem uma comovente história de desespero, sofrimento e humilhação. Sua maior glória foi ser bicampeão cearense, coisa que o Ceará ou o Fortaleza conseguem ser em um piscar de olhos.

Outros grandes títulos do ferradoviário:

  • Campeonato Brasileiro Série D (D de doido): 2018
  • Campeonato Cearense de Winning Eleven Brazukas: 2006
  • Campeonato Cearense de par ou impar: 2001
  • Sul-americano de porrinha: 1954
  • Campeonato de cópias são paulinas: BICAMPEÃO 1994 - 1995
  • Copa Barra do Ceara: 1950 (invicto)
  • Torneio Pentagonal de Fortaleza: 1955.
  • Copa do Ceará Sporting Club: 1964.
  • Copa Estado do Ceará: 1969.
  • Copa Rapadura de Pebolim: 1995.
  • Vice-Campeonato Torneio das Antilhas Holandesas: 2007.
  • Campeonato das Ilhas Virgens Britânicas de Futebol: 2008.
  • Campeão de processos no STJD: 2016.