Five Finger Death Punch

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Five Finger Death Punch
Waristheanswer.jpg
Esse mascote não me é estranho...
Origem Las Vegas, Nevada
País EUA
Período 2005-atualmente
Gênero(s) Metal
Gravadora(s) várias
Integrante(s) Ivan Morde (vocal)
Elizabeth Zoltán Báthory (guitarra rítmica)
Jasão Gancho (guitarra principal)
Chris Kal-El (baixo)
Jeremias Ex-Preço (bateria)
Ex-integrante(s) Mate o Neo (baixo)
Dario Roberto (guitarra principal)
Calebe Birmingham (guitarra principal)
Site oficial www.fivefingerdeathpunch.com/


Babel fish.gifTraduzindo: Soco inglês
Babel Fish sobre Five Finger Death Punch
Cquote1.png Cinco filhos da puta? Cquote2.png
Você sobre 5FDP

Five Finger Death Punch é uma banda de metal que tem o objetivo de agradar gregos e troianos fazendo todo tipo de música. Para os metaleiros raiz, músicas de guerra e destruição. Para os mórbidos, músicas de sangue e morte. Para os suicidas, músicas de suicídio e depressão. E finalmente para os mais emotivos músicas de abandono e frustração

História[editar]

Cansados de serem expulsos de suas antigas bandas por quererem tocar músicas de outros gêneros, os quatro integrantes originais se juntaram para formar um grupo onde podiam compor canções de todo tipo. A início eles não era nada famosos, mas aí fizeram uma conta no MySpace e como tava bombando na época muita gente se interessou pelo som da banda e o negócio engrenou.

Após muitos cliques e muitos shows abertos para bandas meia-boca como Fear Factory, Fozzy e Drowning Pool, eles finalmente conseguiram um contrato com uma gravadora para lançar o primeiro disco, "The Way Of The Fist" (em PT, "O caminho do fisting"), que apesar do que parece não é sobre conteúdo sexual. Com várias músicas de estilso diferentes a banda conquistou um público bem difuso e era normal você ver eles abrindo um show pro Korn em um dia e tocando com o Dimmu Borgir no outro. Detalhe para a música "The Bleeding", que conta a história de um relacionamento conturbado do vocalista, tão problemático que quase fez ele se matar. Pena que não conseguiu

Aí com o sucesso da banda, a Grow, empresa de jogos de tabuleiro, resolveu contratar a banda para fazer publicidade de seu novo jogo War, uma versão com perguntas e respostas tipo Show do Milhão. Surgiu então o álbum "War is the Answer" (em PT, "War-Respostas"), que também fez muito sucesso e fez a banda fazer shows pelo mundo todo, inclusive no Buraco do Saddam, onde a banda se apresentou para divertir as tropas norte-americanas que há anos estavam longe de suas famílias e ceifavam muitas vidas inocentes no país. Visto que o feedback por parte dos soldados foi bom, a banda resolveu investir mais no nacionalismo ideológico e lançou, em 2011 "American Capitalism" (em PT, "Capitalismo Emaricano"), com várias músicas exaltando o American way of life e algumas depressivas para sair um pouco do tema e continuando com a temática de canções de estilos diferentes. Os membros da banda costumavam portar armas em seus shows para ilustrar o sistema de posse de armas do USA. Só não podiam sair atirando e matando todo mundo porque senão eram presos.

Vendo o sucesso crescente, os membros da banda provaram que nem todos os depressivos são burros e lançaram o quarto álbum "The Wrong Side of Heaven and the Righteous Side of Hell" (em PT, "O Lado Errado do Céu e o Certo do Inferno") dividido em dois CDs para lucrar o máximo possível com os fãs, capazes de gastar toda a sua grana pelos ídolos. O último álbum lançado foi patrocinado pela HBO para fazer propaganda de sua série, Game of Thrones. "Got Your Six" (em PT, "Tenho o seu Seis"), é na verdade uma mensagem subliminar para assistir a série (GOT) em sua 6º temporada (Six).

Discografia[editar]

  • O Caminho do Fisting (2007)
  • War - Respostas (2009)
  • Capitalismo Emaricano (2011)
  • O Lado Errado do Céu e o Certo do Inferno (2013)
  • O Lado Errado do Céu e o Certo do Inferno² (2013)
  • GOTS06 (2015)

Principais músicas[editar]

  • The Wrong Side of Heaven: A música mais conhecida da banda (e a mais poser também). Fala sobre um soldado que cansado de ver sua tropa ser derrotada em todas as batalhas mesmo depois de ter matado, estuprado e roubado mais de mil.
  • Coming Down: Típico discurso que todo suicida faz antes de ir pro béleleu: "Ah eu não consegui", "Ah eu não era bom o bastante", "Ah eu não aguento mais", "Ah eu não podia ser aquilo que você queria que fosse" e bláblábláblá.
  • The Bleeding: Fim de relacionamento conturbado sempre dá uma boa canção de sertanejo ou brega. Mas os caras conseguiram adaptar pro metal, fazer o que né?
  • Remember Everything: Outra música de emo depressivo choramingão. O clipe mostra toda a trajetória de um emo reprimido: nasce, é abusado sexualmente, rejeitado pelos pais, vai pra guerra e mata um monte de gente, leva um chifre da esposa e morre após um a vida vazia e cheia de perrengues.
  • Lift Me Up: Uma das melhores e mais pesadas do 5FDP. Também com a presença de um deus do metal como o cabeça de ovo Roberto Haroldo não podia ser diferente.
  • The Pride: Os fãs adoram por causa do corinho de "Hey Ya". A letra é sobre o orgulho de ser um americano e de ser do mesmo país que a Coca-Cola, Johnny Cash, NFL, iPod, Mickey Mouse (?) e outras pessoas e coisas fodas dos steites.