Galuf Halm Baldesion

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Seu-meme-APRACAeNOSSA.jpg ESTE ARTIGO É COISA DE VELHINHO RECLAMÃO
... opa onde nós estávamos mesmo, eu não me lembro"...

Vai estragar a página da senhora sua avó e não encha meu saco

Abe simpson.png
PoR-Death.gif Galuf Halm Baldesion já morreu!

Vai zoando, o próximo pode ser você!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Cquote1.png Você quis dizer: Maluf Cquote2.png
Google sobre Galuf Halm Baldesion
Cquote1.png Vovô! Cquote2.png
Cara sobre Galuf
Cquote1.png Hummm... um personagem dos games com amnésia que vai se lembrando de quem é aos poucos? Onde eu vi isso antes? Cquote2.png
Eu sobre Galuf

Galuf.jpg

Galuf Halm Baldesion é um personagem do jogo Final Fantasy V, o game da franquia Final Fantasy pra Nintendinho que mais parece uma versão atualizada dum jogo de Atari. Ele é a princípio um vagabundo que fugiu de um asilo e bateu a cabeça em um árvore enquanto fugia dos enfermeiros do abrigo, mas mais tarde descobre-se sua verdadeira identidade: um rei de um reino Tão Tão Distante

História[editar]

Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Chewbacca é peludo, ou que o Speed Racer vence a última corrida.

Spoiler3.jpg
Galuf puto após Cara ter deixado o quarto bagunçado

Há muito tempo atrás Galuf era um guerreiro muito poderoso que ajudou a selar um vilonídeo em forma de árvore pra fora de seu mundo (sim, nesse FF existe mais de um mundo. Como se as coisas já não fossem estranhas demais nesses jogos...). Depois disso ele voltou pro seu reino particular e ficou lá por algumas décadas, feliz e contente, até que do nada ele percebe sinais que poderiam indicar a volta desse carinha mal-amado e perigoso. Então ele decide viajar para o planeta onde ele selou o Ex-Death (que por estranha coincidência trata-se do mundo onde eu e você, amigo leitor, vivemos) a bordo de um meteoro, porque mesmo sendo rei, passagens aéreas são bastante caras, e como temos visto nos noticiários, empresas como TAM e Gol sofrem muitos acidentes aqui e ali, então não é bom arriscar.

Mas se você sabe bem história amigo leitor (algo que eu duvido bastante), vai saber que toda vez misturamos "meteoros" e "Planeta Terra" na mesma sentença as coisas não terminam muito bem (pergunte aos dinossauros. Ah não, espera, eles não estão mais aqui...), e nesse caso não foi diferente. Ao atrafessar a atmosfera terráquea, o meteoro acabou saindo da rota de voo (se é que existe rota de voo pra meteoros) e chocou-se bruscamente em terra firme, gerando uma grande explosão, que atrai dois jovens que ali transavam passavam: Bartz e Lenna. Ao chegarem lá ele veem o meteoro todo destroçado e o nosso pobre amigo Galuf mais destroçado ainda. Ele acaba ficando com amnésia e não consegue se lembrar de mais nada além do nome, e acaba acompanhando os dois pirralhos jovens em sua jornada atrás de um punhado de cristais, porque também gostava muito de umas pedrinhas, se é que você me entende. No meio do caminho, uma pirata que se veste que nem homem se junta ao grupo.

Galuf mostrando o físico bem definido de um poderoso guerreiro

No meio dessa jornada atrás dos cristais, Galuf vai se lembrando de sua memória aos poucos, seja por flashbacks, momentos repentinos ou algum conhecido que encontra pelo caminho. Nesses lapsos de memória ele lembra que tem uma neta que deixou numa creche e que por nunca ter pagado a mensalidade nesse tempo todo fora de casa deve estar devendo uma fortuna e vai ter que vender partes do corpo pra pagar as dívidas. Mas pelo menos ele já sabe que não está sozinho neste mundo (ou não). Até que depois de muito tempo, a neta de Galuf vem pessoalmente ao Primeiro Mundo (Primeiro Mundo é a nossa Terra, Segundo Mundo é a Terra deles e etc, etc, etc) pra trazê-lo de volta. Ele se despede dos amigos e volta pra casa, avisando-os pra não segui-lo POIS NUNCA PODERIAM VOLTAR E ALÉM DO MAIS AINDA PODERIAM ABRIR ESPAÇO PRO ARROMBADO DO EXDEATH VOLTAR PRO SEGUNDO MUNDO.

Bom, aí você já sabe o que aconteceu. Os três retardados do Bartz, Faris e Lenna abriram uma passagem pro Segundo Mundo, Ex-Death entrou de butuca e capturou os três em seu castelo. Galuf tem que ir sozinho então enfrentar meio mundo naquele calabouço dos diabos pra resgatar os três idiotas. Nessa altura do campeonato Galuf já tinha recordado de que era um rei e tinha que cuidar do seu reino, apesar disso ser bastante chato e sem graça

Após muita treta e confusão tamanho família, o grupo dos zerois enfrenta Ex-Death em uma batalha mortal pelos cristais do Segundo Mundo (estavam raros demais pois Walter White havia expandido seus negócios para outras dimensões, monopolizando e dominando o comércio até nas realidades alternativas). No meio da luta, ExDeath consegue o poder dos cristais e a retardada da Cara aparece pra tentar ajudar, mas acaba presa numa espécie de macumba. Galuf tem então que se sacrificar pra salvar sua neta, fazendo o goiabeira gigante usar seus ataques mágicos no velhote, matando-o. Como podemos ver Galuf era um guerreiro poderoso que acabou se fudendo por causa de uma parente retardada

Moral da História[editar]

Não tenha filhos, pois assim você não poderá ter netos e não terá que sacrificar-se pra salvar um deles de um chefe final.

Jogabilidade[editar]

Galuf é o "Highlander" do grupo. Tem muita stamina, é o mais difícil de morrer. Por isso é bom fazer ele de Monk, Knight ou algo do tipo. Você também pode usar ele como mago no futuro caso queira, pois ele é bom como Black Mage ou Geomancer, mas isso fica a seu critério.