Garganta

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Garganta é um controle sobre a quantidade do que deve passar da boca para o estômago, impedindo que, caso esse limite se exceda, ninguém se afogue, nem estoure, nem tenha indigestão: É um bom controle, mas não faz milagres e, algumas vezes essas tragédias acabam por acontecer de qualquer forma.

Gargalo[editar]

Cão se livrando de coceirinha na garganta.

Alguns dizem que o termo gargalo, foi dado à boca das garrafas em homenagem à garganta, por ser o buraco por onde a líquido deve passar, mas que o tamanho do gargalo dá um controle de velocidade, bem como o tamanho da boca que vai dar um beijinho no gargalo. No caso da garganta, é o gargalo do lado de dentro dela e que faz parte também. Falando nisso, as gargantas em geral são todas do mesmo tamanho, variando com a idade e também com o tamanho da pessoa, mas a variação é pouca. elas costumam ser um buraco que parece uma caverna com um estalactite, em que a entrada é de tapete vermelho pra tudo que for passar... se você não for muito zeloso com sua higiene bucal, esse tapete é esbranquiçado, mas use a escova ou o agressivo limpador de linguão.

Bom, o tamanho varia pouco em humanos, já de espécie pra espécie, algumas gargantas chegam mesmo a ser cavernas: baleias por exemplo são as que têm gargantas parecendo com cavernas, mas para elas é apenas uma parte de sua boquinha e nada mais. Outras gargantas são minúsculas como as de bactérias que, se têm sistema digestivo, oras, têm gargantas, inclusive vomitam, de preferência na gente para proliferar mais de sua família. Quase esqueci que muitas bactérias são benéficas, então podem usar a garganta pra ingerir ou vomitar na gente quando quiserem, bem como podemos ingerir e também soltar muitas bactérias caso vomitemos.

Estalactite[editar]

Pode procurar a garganta.

O nome não nem estalactite, nem campainha, nem sino não é nenhuma coisa nem outra, embora alguns sons podem ter a garganta como auxiliar em alguns lugares em que seus habitantes fazem essas proezas sonoras com a garganta, mas eu só consigo mesmo arrotar, mais nada... certo que algumas vezes saem uns que parecem um terremoto, ainda assim a garganta fica inteira e faceira, mas esses outros sons chamados guturais que alguns idiomas incluem, acho difícil, não sei você.

Os arrotos, que alguns dizem que não se deve fazer, mas parece que sim, fazem bem, evitam gases no estômago e, você sabe que depois é muito pior mesmo que você cague bem. Além disso, como disse, os arrotos parecem até deixar a garganta melhor, diferente de outras coisas que irritam a garganta, como resfriados, malditos, rinites, choques anafiláticos(esses são os piores, fazem criar até pelota na garganta e se não for amenizado o problema logo, lá se vai a garganta e dono dela. Voltando a tocar essa campainha, que também se inflama e fica uma irritaçãozinha da porra, quando a garganta está com problemas, esse estalactite se chama uva úvula(finalmente!), embora parecendo um escroto no lugar errado, ele serve pra algumas coisas, como não deixar passar coisa que não se deve para o nariz, você tem uma prévia do que deve ser morrer afogado quando um pouco de líquido acaba escapando assim mesmo. Pois a uva úvula ajuda para que o desastre não seja ainda maior, claro que, dependendo do caso, ele não é salva-vidas e não vai fazer milagre, ma em relação à comida e bebida esse escroto essa pequena bolinha dá bem conta.