Gilraen

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gilraen posando para um foto e protestando, mostrando que mulher no universo tolkien não é só elfa puta ou princesa indefesa.
NovoWikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Gilraen.

Cquote1.png Entre as 8 mil mulheres, é apenas você que me da mais prazer, meu diamante. Cquote2.png
Arathorn II sobre Gilraen

Gilraen era a mãe puta de Aragorn II, o último cacique dos Dúnedain antes de todos comerem capim após a invasão dos monstros.

Sua vida[editar]

Ela era chamada de Gilraen, a foda fada, porque sua mãe era filha de Gandalf.[1] Nasceu no ano 2907 da Terceira Idade em que finalmente haviam inventado o vaso sanitário. Ela era filha de Dírhael e Ivorwen e um descendente do chefe primeiro Aranarth, o cafetão naquele reino. Seu pai no começo não queria que ela se casar com Arathorn II em parte porque ela estava na época com menos de costume para o casamento e tinha um gorduchão ricasso que queria se casar com ela. E ele também previu que Arathorn teria uma vida curta. No entanto, Ivorwen persuadiu no final, dizendo que a vida curta Arathorn foi mais um incentivo para ter um casamento rápido, de modo que o herdeiro poderia nascer para ser líder de seu povo e poder dá para os outros assiom que o marido morresse.

O filho Gilraen Aragorn foi parido em TA 2931, mas seu marido morreu dois anos depois, deixando ela a ter que se virar sozinho em cuidar daquele bebê chorão. Ela então levou seu filho para morar em Imladris onde teriam diversas babás para cuidar daquele pivete. Opôs-se do amor de Aragorn por Arwen , acreditando que a linhagem Arwen era mais nobre do que o seu e que os elfos e os mortais não devem casar com gentes de formas bizarras e feios. Nos anos posteriores Gilraen retornou ao seu povo, onde morreu em 3007 TA, com idade de cem anos, após ter dado para todos os moradores honens naquele reino.

Sua etimologia[editar]

O nome Gilraen é dito significar "(Senhora) marcou com estrelas", ou seja, era tão velha quanto uma estrela do céu que estavam desde que a Dercy Gonçalves pariu o povo da Mesopotâmia.

Referências[editar]

  1. The Fornications of Middle-earth, Volume XIV da série The History of Middle-earth, Capítulo V, The orgies of the Istari


v d e h
Universo Tolkieniano
LOTR.png