Giro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

{{#logotipo:http://images.uncyc.org/pt/b/b7/Capcompédia.png}}


Megaman grafitti.jpg WARNING! WARNING!

Esta página se trata do universo de Mega Man!

Se você não foi capaz de derrotar o Dr. Wily em nenhum jogo dele você é um tremendo fracassado!

PokeRyu.PNG Este artigo é sobre um(a) lutador(a)!
Se você ofender este fodão estragando este artigo, ele te enche de porrada!
Knux Smash.jpg


Death--.jpg Giro já morreu!

De visita agora, só urubu!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Isto não é a boneca Barbie do ano 23XX, é o Giro!

Cquote1.png Você quis dizer: Zero Cquote2.png
Google sobre Giro
Cquote1.png Cafééééé Cquote2.png
Giro sobre Café
Cquote1.png Ele é um gato, mas tinha que ser viciado em café? Cquote2.png
Prairie sobre Giro
Cquote1.png Caramba! Já morreu? Cquote2.png
Você sobre o tempo de vida do Giro no jogo Megaman ZX
Cquote1.png Ele é um cara legal, mas paga a gente com café. Cquote2.png
Vent e Aile sobre Giro
Cquote1.png Cosplayer de meia-tigela... Cquote2.png
Zero sobre Giro

Mmzxgirosprite.png

Zero Giro de 360° ou Girouette é o dono da empresa de contrabando transportes Giro Express (que não tem nada a ver com café expresso). Ele é o escolhido para ser o Mega Man Modelo Z na série ZX, mas como todo mundo ia querer usar esse modelo, o Inafune resolveu matar o Giro logo no começo do jogo pra ele dar o Modelo Z para os protagonistas do jogo. Giro é parecidíssimo com a Barbie o Zero, desde ao cabelão loiro ao gosto por vermelho e as tendências suicidas, mas essa semelhança está longe de ser uma concidência.

A Criação[editar]

Café é uma bebida aprovada pelo Giro.

Giro é um Reploid que foi criado no finalzinho do ano 22XX, uns 30 anos depois que o Zero pirata original morreu em Ragnarok (a estação espacial, não o jogo!) e a Ciel finalmente se convenceu de que ele não ia mais voltar. Mas como a Ciel amava muito o loirinho, resolveu contratar alguém que lembrasse ele, e assim ela decidiu contratar um Reploid desempregado chamado Giro para trabalhar para ela.

Ciel resolveu recrutá-lo como um dos Guardians. E como o novo loirinho tinha a mesma vontade de chutar traseiros que o Zero, nem pensou em recusar a oferta. Giro então tornou-se um dos Guardians mais eficientes no combate aos Mavericks.

Em uma de suas várias missões, Giro teve contato com um líquido escuro e misterioso que chamavam de coca-cola café. E ao provar da bebida, Giro ficou completamente viciado naquilo e não conseguia mais parar de beber. Enfim, ele virou o primeiro Reploid da história movido a café.

Porém, certo dia, Giro abandonou os Guardians para começar seu próprio negócio. A escolha foi por dois motivos: Primeiro porque os Guardians não conseguiam comprar café suficiente para o Giro, e segundo porque a Ciel acabou se apaixonando por ele (ele lembrava o Zero, duuuh), e para não ter que servir de gigolô, Giro resolveu dar o fora.

Giro Express[editar]

Giro está pronto para chutar alguns traseiros.
Giro exibindo sua incrível coletânea de model-armaduras

Em primeiro lugar, Giro pensou em ser caçador de recompensas. Mas como ele não tinha cara de mau e era magrelo e parecia uma mulher, a maioria dos clientes subestimava a capacidade dele. Então, por falta de opções, Giro resolveu criar uma empresa de transportes que levava bugigangas para qualquer lugar, por mais perigoso que fosse.

A ideia era original, já que a maioria das pessoas era sedentária e tinha medo de perambular pelas áreas mais perigosas. Mas Giro não se deixou abater e encarava qualquer missão com naturalidade, entregando qualquer tipo de coisa, não importando se fosse legal ou ilegal.

Graças a isso, Giro criou um império de transportes e tornou-se rico a ponto de poder tomar banho com café. Mas o roteiro destino fez com que ele voltasse a ser parte dos Guardians, pois a Ciel já tinha batido as botas e a nova comandante era a filhinha gostosa dela, a Alouette Prairie (na realidade a Ciel adotou a Praire como irmã mais nova, mas ela enfiou na cabeça que é filha da Ciel com o Zero).

A Prairie admirava muito o Zero nos tempos de Alouette e enxergava ele como seu papai adotivo, e, pra variar, quando cresceu se apaixonou pelo Giro pois queria repetir a história de amor da Ciel e do Zero (se ela soubesse que o Zero vivia pulando a cerca), apesar de não gostar muito do vício dele por café. E pra deixar ele ainda mais parecido com o Zero, a menina deu o Modelo Z (que tem a alma do Zero dentro) que a Ciel tinha criado para ele, tornando Giro o guerreiro mais poderoso da época.

Vent e Aile[editar]

Aile fazia todas as vontades do Giro. Todas mesmo.

Giro tinha tudo para ser um felizardo dos games, era fodão, rico e tinha uma namorada gostosa. Mas pra variar, tinha algo estragando tudo, o maldito vício por café, que aumentava a cada dia. Para você ter uma ideia, Giro chegava a ingerir 5 litros de café por dia, deixando a Prairie excitada irritada.

Em uma de suas últimas missões, Giro salvou duas crianças retardadas em um parque de diversões. Sim, ele salvou Vent e Aile e resolveu adotar os dois como escravos filhos, já que a mãe dos dois tinha sido assassinada pelos Mavericks.

Essa foi a gota d'água para a Prairie. Além de ser viciado em café, Giro aparecia com filhos adotivos? Não deu outra, ela meteu um pé na bunda do loirinho e ficou com Modelo Z (que ela conseguiu perder logo depois). Giro nem deu muita bola, já que ele tinha a Giro Express, dois empregados e, principalmente, café.

Vent ajudava Giro nas entregas e, de vez em quando, nos saques aos carregamentos de café, enquanto Aile cuidava da casa e fazia café pro patrão. Não se sabe se Giro era pedófilo, mas como ele namorava uma Reploid que parecia ter 12 anos (sendo que na realidade ela deve ter centenas de anos), é possível que sim (ou será que não?). De qualquer jeito, Vent e Aile não tinham muita escolha a não ser continuarem trabalhando.

Prairie, apesar de ter dispensado o loirinho, continuava a fim dele e resolveu dar pra ele. Uma missão, é claro. A menina pediu que ele levasse para ela os Biometais que haviam sido encontrados, e Giro, que tava a fim de ver a Prairie de novo, aceitou fazer a entrega e levou Vent e Aile junto para ajudar.

A Morte[editar]

Giro e Vent se preparando para roubar outro carregamento de café.

Depois de pegar os Biometais no lugar escolhido, Giro e as crianças foram de moto (nessa época serar possível tirar carteira com 10 anos) até o local combinado para a entrega, mas resolveram parar um pouquinho para apreciar a vista. Enquanto eles ficavam olhando para uma flor gigante o prédio da Slither Inc., os Mavericks apareceram e começaram a mandar chumbo.

Uma das motos explodiu e jogou os pirralhos morro abaixo, e por milagre eles sobreviveram (ou porque eram os personagens principais). Giro então ficou sozinho lá em cima com os Mavericks e resolveu dar uma surra neles como nos velhos tempos, usando o Modelo Z. Afetado pela vontade de matar todo mundo do Zero (além da desconfiança e frieza do Zero) Giro saiu detonando todos os Mavericks que conseguia encontrar.

Enquanto isso, as crianças estavam preocupadas com o patrão, já que ele ainda não tinha pago o salário do mês, e resolveram sair procurando ele com o Modelo X (que aproveitou e se fundiu com os moleques para ter um corpo de novo). Prairie, que estava doida para rever o Giro, permitiu que eles levassem o Biometal, e,depois de uns maus bocados, as crianças encontraram o patrão e foram até a banheira voadora base dos Guardians.

Os Guardians mandaram algumas tropas para combater os Mavericks, mas como Vent e Aile estavam se sentindo super-heróis, resolveram ir brigar também. Giro até tentou impedir eles, mas não conseguiu.

E aqui Giro teve que fazer a escolha mais cruel da sua vida. Ficar com a ex-namorada gostosa ou ir atrás das crianças pentelhas? Giro acabou por fazer o que era certo e por isso só se ferrou. Começando por ter que sair no meio de trocentos Mavericks para achar Vent e Aile. O loirinho até que achou eles rápido, mas já que estava lá, resolveu chutar alguns traseiros.

Aile tendo alucinações com o Giro. Será que ela fumou café?

Depois de detonar metade do exército dos Mavericks, Giro encontrou Serpent, um playboy ricaço dono da Slither Inc. e que é identico ao Sigma (mas sem cicatrices nos olhos e com cabelo) e seus infiéis capangas, Prometheus e Pandora. Giro resolveu sair na porrada e acabou tendo seu traseiro chutado pela primeira vez na vida, o que foi um choque para o orgulho dele (e ainda sujou o nome do Zero, que nunca havia perdido até o loirinho dar mole agora).

Desanimados, Giro foi facilmente controlado por Serpent, tornando-se temporariamente num emo assassino e logo atacou Vent e Aile. No fim, Giro tomou outra surra e ficou tão acabado que se desfizesse a transformação com o Modelo Z morreria. E como se as coisas já não estivessem ruins, apareceram alguns Galleons (os robôs bucha-de-canhão da época).

Giro resolveu entregar o Modelo Z para as crianças e se ferrar sozinho, virando uma bolinha de purpurina um cyber-elf. A princípio, Giro pretendia assombrar os pirralhos, mas depois de ver eles darem uma surra no playboy do Serpent, resolveu deixar eles em paz e ter uma última conversa (ou Vent e Aile consumiram drogas e tiveram uma alucinação). Giro então deu seu último sermão nos irmãos e virou purpurina (literalmente).