Graças (Recife)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Se você mora aqui, parabéns, me chama pra morar com você!

Não confunda com as gordinhas da mitologia grega.

Graças é um bairro ricasso de Recife, é o único que não tem favelas, tem um IDH altíssimo e a maior taxa de alfabetização de Recife inteira, com 98,64% da população sabendo ler e escrever (o resto são aqueles carinhas que ficam em barraquinhas de cachorro-quente pelo bairro, mas nem deviam contar com eles, todos moram no Coque).

O bairro mais parece uma confusão do caralho com uma porrada de prédios e mais prédios, se tornou literalmente um território de prédios cada dia mais grandões. Os casarões que tinham lá foram derrubados em nome dos arranha-céus cada dia mais maiores grandalhões que quem passa pelas ruas de lá dificilmente consegue ver quando está nublado, fazendo sol ou quando é dia ou noite, de tão escuro que aquele lugar é.

O bairro é conhecido por ser o predileto lar de prefeitos de Recife e governadores também, as vezes rivalizando com Rosarinho ou com a Jaqueira, e por isso mesmo assaltos lá são raros e os poucos pobres diabos que tentam fazer isso são mortos com ataques de bazuca.

Lá existem também os quatro colégios mais cobiçados da cidade e talvez do Nordeste: Agnes, Damas, São Luís e Vera Cruz. Como são todos religiosos, não imagine que são cobiçados pelas alunas, já que elas vivem com saias larguíssimas. Se bem que... putaria pode ser feita até assim mesmo... só basta quererem...

Nesse bairro está também a Praça do Entrocamento, muitas vezes chamada erroneamente de Praça do Encanamento ou do Enganamento, é o único lugar em que vez por outra aparecem uns bandidos pra roubar, e sabe-se lá porque ninguém conseguiu ainda deter eles.

As Graças ainda conta com flanelinhas famosos e requisitados por todo o Recife, conhecidos pela disputa de territórios e frequentes brigas com objetos aleatórios, como foices e garrafas de vidro. Também conhecida como bostaland, todos os moradores desenvolveram reflexos apurados para se esquivar das merdas de cachorro espalhadas por todo o local, porque ninguém tem vergonha na cara pra apanhar as fezes do próprio animal. Ainda é o point de maconheiros, alcoólatras, esquerdistas hipócritas e sem um mínimo de noção e etc... Sendo que quase todos estão reunidos em um único local.