Grancrest Senki

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Viva a violência!!!
Porrada e muito sangue
Grancrest Senki é algo relacionado a Seinen

Este artigo tem a ver com animes/mangás muito sanguinários, onde os personagens enfrentam um mundo cruel e preconceituoso, desmembram seus inimigos ou vivem fodendo umas gostosas!
Só mesmo sendo macho pra aguentar esse artigo.

Record of Grancrest War
Grancrest Senki
Anime poster - Grancrest Senki.png
Poster destacando os únicos dois personagens minimamente relevantes da história.
Gênero Fantasia, clichês medievais
Mangá
Autor Ryo Mizuno
Divulgação Hakusensha
Onde sai Young Animal
Primeira publicação Junho de 2016
N° de volumes 5 (em andamento)
Anime
Dirigido por Mamoru Hatakeyama
Estúdio A-1 Pictures
Onde passa Japão
Primeira exibição 2018
N° de episódios 24
Filmes -
OVAs -

Grancrest Senki é um anime/mangá de fantasia clichê, sem nada de original, que não se decidiu se é um shounen ou se é um seinen. Entretanto, por ter sangue e abordar temas chatos que só jovens pseudo-intelectuais de Facebook gostam, como política e de que forma essa serve aos interesses dos governos e da Igreja enquanto o povo miserável fica cada vez mais fodido; opta-se por classificá-lo como seinen.

O anime se originou de uma light novel que provavelmente nunca chegará ao Brasil, e além de ser tremendamente corrido, com um monte de eventos sendo cuspidos um atrás do outro na história, traz uma caralhada de personagens, dos quais apenas uns sete tem alguma relevância na história, ao passo que os outros 90% são tão úteis quanto uma casa sem parede.

Enredo[editar]

Tudo começa em um grande casamento entre nobres típico de Idade Média, desses onde só ricaços são convidados enquanto que a população, pobre e miserável, fica do lado de fora catando as migalhas que sobram da festa para se alimentar. Os dois herdeiros de duas facções rivais (Aliança Fabril e União Fantástica) que dividem o continente estão prestes a se casar para acabar com o grande histórico de barracos entre as duas nações, que durava milênios.

Entretanto, durante a cerimônia, alguém realiza um ritual de macumba da brava, invocando diretamente do Inferno uma estátua satânica do Haku de Naruto, que decepa a cabeça dos pais dos noivos. Como não tinha mais ninguém para bancar a cerimônia, o casamento não iria mais acontecer, e a noiva, vendo que havia perdido a única oportunidade que teria de deixar de ser uma encalhada, fica puta da cara e volta para a sua facção, decidida a dar continuidade ao governo de tirania e alianças duvidosas de seu falecido pai.

Meses após o ocorrido, Siluca Meletes, uma maga da Academia de Magos Acarajé Feliz, que inclusive estava presente durante a tragédia, se dirige acompanhada de seu mordomo Irvin até a cidade de Altirk, onde faria um pacto com o lorde da cidade, um grandioso pervertido que tinha péssima fama entre as mulheres. No meio do caminho ela acaba sendo interceptada por um bando de mendigos fantasiados de soldados, e quando estava prestes a pulverizá-los, eis que surge um andarilho sem-terra do meio do mato, Theo, que bota os mendigos pra correr.

Ao ver que o rapaz tinha cabelo verde, ela de cara percebe que ele estava destinado a grandes feitos, já que quanto mais ridículo e excêntrico for o cabelo de alguém em um anime, maiores são as chances de que o dito cujo seja o protagonista do mesmo. Assim, ao invés de fazer o pacto com o lorde tarado, ela decide fazer o pacto com Theo, que tinha mais cara de bocó e provavelmente era um virjão politicamente correto.

Conquistando terras[editar]

O cavaleiro noob e a maga de uma magia só, uma combinação perfeita.

Ao fazer pacto com a maga, Theo (tendo adotado mais tarde o sobrenome de "Cornaro" - uma leve homenagem ao seu personagem favorito de Sunset Riders, Cormano), se torna um lorde, e como tal, passa agora a ter o direito inconstitucional de invadir terras alheias, derrubar seus senhores e tomar posse das mesmas para, uma espécie mais agressiva de MST da Idade Medieval. Dessa forma, naquele mesmo dia Theo e Siluca invadem uma propriedade privada nos arredores e derrubam o lorde local, que era um tremendo de um cagão.

Ao saber que o seu vizinho fracote tinha sido expulso e obrigado a sair com o rabinho entre as pernas de sua terra, Lassic David, um jogador de Dungeons and Dragons da cidade de Sievis, decide invadir o lugar e derrotar Theo. Lassic não tinha se dado ao trabalho de fazer isso antes pelo fato de que o lorde derrotado por Theo era tão bosta que nem valia à pena tentar derrotá-lo. Assim Lassic parte com com seu mago, Moreno Dortous, e mais uns lacaios de baixo calibre para tentar tomar posse das terras de Theo.

Apesar de Theo ter conseguido conquistar uma terra, vale ressaltar que o antigo proprietário do lugar era um zero à esquerda, e vencer um idiota daqueles não era mérito algum, o que indicava que Theo continuava um noob. Como até os lacaios do antigo lorde eram umas mulas, vendo que a derrota seria certa, Siluca decide apelar, e envia um gato alienígena para pedir ajuda para Aishela, uma fã de Richard Wagner que se vestia como coadjuvante de ópera viking.

Após uma batalha acirrada, Aishela, Siluca, Theo e Irvin derrotaram praticamente sozinhos o exército de Lassic, deixando claro para todo mundo a incompetência desse último em reunir bons soldados. Vendo que a coisa ficaria preta, Lassic acaba se rendendo, e jura lealdade a Theo, pois assim como Siluca, ele viu que o cabelo do mesmo era verde e se deu conta de que ficar contra ele era péssima ideia, já que ele provavelmente estava destinado a grandes feitos.

Nesse meio tempo Theo e sua trupe acabam conhecendo Priscilla Farnese, uma otaka também jogadora de D&D que fazia cosplay de clériga. De tanto encher o saco para se juntar ao grupo, acordando todo mundo no meio da madrugada, eles acabam deixando a infeliz fazer parte da party, do contrário ela provavelmente ficaria ali incomodando mais que hérnia.

Acordos fracassados[editar]

Marrine e Aubest, sempre com um sorriso estampado no rosto ao receber convidados.

O objetivo final de Theo era libertar sua terra natal, Sistina, do Visconde Federico 'Barriga' Rossini, que cobrava 14 meses de aluguel em impostos todos os meses da população local. Para isso, Theo precisaria se tornar parte da facção rival, o que exigiria que ele se desfizesse de todas as suas terras roubadas e fosse reconhecido como um lorde independente.

Entretanto o Rei de Sievis, Naville Gearge, era um velho rabugento, e se negou a reconhecer um sem-terra ladrão de terrenos como lorde independente. Ao invés disso, ele declarou guerra a Theo, mas acabou sendo vergonhosamente derrotado por ele e por seu exército formado por caipiras, noobs e jogadores de Tíbia.

Siluca então decide mandar o rei de Sievis para o raio que o parta, e vai tentar negociar diretamente com a líder da Aliança Fabril, Marrine Kreische (a mesma encalhada que teve seu casamento cancelado), a com Aubest Meletes, o seu mago mal-encarado com jeitão de garçom de restaurante alemão. Assim como o rei de Sievis, eles decidem negar o pedido e mandá-la para a casa do Capeta, ordenando que entregassem suas terras em sete dias.

Como Theo e Siluca eram teimosos feito mulas, eles não desistem, e a fim de evitar serem massacrados feito um funkeiro num show de heavy metal, eles decidem pedir ajuda para o lorde tarado da cidade de Altirk, Villar Constance. Infelizmente, ao chegarem lá, Villar estava ocupado demais jogando Diablo em seu computador da Positivo (que já existia naquela época), e pede para sua maga contratada, Margaret Odius, dizer que ele tinha ido almoçar no Pizza Hut. Após terem sentido na pele o mesmo sentimento que o Dr. Rey ao mendigar ministérios e acabar levando bolo, eles decidem voltar para a casa e rezar a Ladainha de Todos os Santos, a fim de que Deus enviasse um milagre.

Aliança com Vittar Villar[editar]

Cquote1.png Puta que pariu, esses caras já descobriram meu novo endereço? Cquote2.png
Villar sobre cobradores.

Assim que a marquesa encalhada Marrine Kreische, em parceria com o resmungão lorde Neville, decide atacar Theo e Siluca, para a surpresa dos dois, que já tinham inclusive encomendado o caixão com a funerária local, são salvos pelo conde tarado. Como já tinha enjoado de jogar sua vida fora assistindo Netflix e jogando videogame, Villar decide ajudá-los simplesmente porque não tinha mais nada para fazer.

Após colocar Marrine pra correr (com direito a uma morte vergonhosa de Naville, que não deu nem pro cheiro contra Lassic), Theo jura lealdade a Villar, desde que ele permitisse que ele continuasse perto de Siluca, provavelmente porque aquela altura já estava melosamente apaixonado pela esquisita. Assim Theo passa a atuar como pau-mandado de Villar, se encarregando das funções que ninguém mais queria aceitar, como levar a roupa para a lavanderia no sábado de manhã e limpar todos os banheiros do castelo.

Cquote1.png Sabia que ia sobrar pra mim... Cquote2.png
Irvin sobre bancar a Super Nanny.

Durante uma de suas missões a serviço de Villar, Theo vai para a Floresta da Escuridão Eterna, onde serviria como juiz para uma competição de xadrez entre os lobisomens, representados por Clara, e os vampiros, representados por Dimitrie. Como Clara era campeã mundial, Dimitrie decide contratar uma bruxa chamada Yana para sequestrar as filhas de Clara bem na hora das finais do campeonato, o que a obrigaria a desistir da competição e perder por K.O. para ir em busca das fedelhas.

Yana era uma filha da puta de primeira, que ganhava a vida trapaceando e dando golpes do baú, portanto ela não tem muita dificuldade em seu serviço, que acaba saindo melhor que a encomenda, resultando não apenas em Clara perdendo a competição, mas também na morte da mesma. Isso automaticamente tornaria os vampiros os vencedores da competição pelos próximos 100 anos, uma vez que só ela e Dimitrie é que sabiam jogar xadrez naquele fim de mundo.

Após não terem ajudado em porcaria nenhuma e Clara acabar abotoando o paletó de madeira, Theo e Siluca acabam tendo de adotar as duas pirralhas que salvaram de Yana, Luna e Emma. Como não tinham saco para cuidar de crianças, eles logo mandam toda a bronca para Irvin, que por não ter muita experiência com crianças, de cara já as coloca no batente, ensinando-as a cortar gargantas de vagabundos como ninguém, um modelo educacional de eficácia inquestionável.

Além disso, aproveitando que o vampiro Dimitrie tinha se mandado sem nem deixar um bilhete na geladeira, Theo volta para as suas raízes como membro do MST e se apropria do castelo para si, tendo certeza de que ninguém apareceria para contestar a posse do lugar. Até porque, nenhum ser vivo pensante do mundo seria idiota suficiente de querer morar naquele buraco escuro, desolado, afastado da civilização e repleto com todo tipo de coisa querendo te devorar.

Vendo a casa cair[editar]

Se os lordes da União Fantástica tivessem investido em saneamento básico, Altirk nunca teria sido capturada.

Em um belo dia, cansado de só comer comida saudável vinda do campo, Villar decide invadir as cidades de Clovis e Forbes a fim de fazer delas dois grandes polos produtores de fast food e salgadinhos da Elma Chips. Irritada por seu primo Villar tentar transformar dois de seus domínio num verdadeiro centro comercial de obesidade mórbida, diabetes e câncer, Marreine decide invadir Altirk para dar uma lição em seu primo imbecil.

Antes de partir para um ataque direto a Altirk, Marreine opta por invadir primeiro uma cidadezinha mixuruca produtora de aveias Quaker. Como estava de TPM, ela decide jogar sujo, e numa manobra desumana e nada civilizada, ela ordena que Aubest Meletes use um grande esgotão a céu aberto para soprar uma nuvem venenosa até aquele cu de mundo. Os poucos habitantes que não morreram asfixiados, acabaram incapacitados pelo cheiro de podridão, tornando a invasão daquela cidade mais fácil que roubar doce de criança.

Em seguida, Marreine lança seu ataque contra Altirk, tendo a ajuda de uma tribo de vikings cachaceiros e de um terrorista árabe, Milza Kuches, que era originalmente aliado de Villar, mas acabou traindo-o ao se dar conta de que ele era um bunda-mole. Após vencer um palácio flutuante liderado por uma ninfomaníaca e um grupo de atores de teatro bregas, ambos aliados de Altirk; Marreine finalmente consegue invadir e tomar posse da cidade de Villar, que junto da maga Margaret, acaba sendo enviado para comer capim pela raiz.

A ascensão de Theo[editar]

Após tudo ter ido por água abaixo, Theo e um bando de lordes fracassados que foram derrotados por Marreine e sua gangue decidem se unir para tentar derrotar a maldita, embora a tarefa seja árdua, já que seus soldados eram formados apenas por gente fora de forma ou que tinha algum sério problema mental. Como Theo não tinha sido escolhido como o líder desse novo grupo, já que ele tinha cara de ser um boca-aberta, ele aproveita que Marreine estava em guerra com um duque figurante e vai tirar férias na Sistina, sua terra-natal.

Milza invocando os poderes de Alá para dar cabo de Theo. Pena que nem mesmo o poder dos deuses é páreo para o poder do protagonismo.

Aproveitando que estava por lá, Theo decide atazanar a vida do visconde Rossini, de quem tinha jurado roubar o trono. Assim, Theo percorre toda Sistina incitando anarquistas, camponeses e revolucionários contra a família Rossini, alegando que eles eram um bando de degenerados que gastavam todo o dinheiro confiscado com os impostos em prostitutas e jogos do bicho. Com isso, a população já revoltada com os preços absurdos dos impostos decide se unir e juntar o visconde e sua família no sarrafo, culminando na morte de dois dos filhos molengas do visconde e na tomada de Sistina.

Como Theo tinha achado um trevo de quatro de folhas no chão, sua maré de sorte não para por aí, e quando ele volta para o continente, ele consegue derrotar os terroristas de Milza com a ajuda de lobisomens, vampiros e macumbeiros da Floresta da Escuridão Eterna. Milza fica puto da cara, afirmando que daria um jeito no Theo assim que ele parasse de esconder em uma floresta amaldiçoada.

Porém, Theo decide dar golpe baixo, e envia um monte de gente esquisita para Altirk, a fim de tornar a cidade um lugar inviável de se viver. Ao ver que os arredores de seu castelo haviam sido tomados por um bando de arruaceiros, imigrantes ilegais, traficantes, funkeiros e RPGistas; Milza decide juntar seu exército e fugir dali, jurando que faria Theo pagar por ter infestado sua cidade com todos esses vagabundos. Infelizmente para Milza, mesmo Theo sendo um bocó, ele ainda assim era protagonista, e como resultado disso acaba mandando Milza para o colo do Capeta sem fazer muito esforço.

Batalha final[editar]

Fubertos Gulshid, o vilão final mais podre e sem-graça da história da ficção.

Após Theo dizer para Alexis (líder da União Fantástica) que o rei dos vikings passou uma cantada barata em sua amada, Alexis, que até então era um uma minhoca morta, decide entrar na guerra, primeiro vencendo um fracote que traiu sua facção, depois invadindo os nórdicos e mandando o rei deles para o colo do Capeta. Uns dias depois, Theo, Alexis e Marreine decidem cair na porrada no campo de batalha, na guerra mais sem-graça da história, que não durou nem um dia para acabar em paz, amor e pesadas sessões de LSD.

Porém, havia ainda dois inimigos: a Academia de Magos e a Igreja Universal, que fariam de tudo para manter o mundo em guerra por puro capricho. Priscilla Farnese se dirige até uma sessão de descarrego ministrada pelo Papa Edir 'Leone' Macedo, mas acaba sendo acusada de estar com o diabo no couro e é assassinada por ele na frente dos fieis. Porém, ao invés de sua alma arder nos mármores do Inferno, ela começa a brilhar, expondo para os fiéis que o Papa é quem na verdade era um charlatão de primeira.

Por fim chega a tão esperada batalha final contra a academia de magos, que conseguiu ser ainda mais sem-graça que a luta entre as três facções. Após Theo e sua trupe derrubaram um ciclope cansado e molenga e vencerem o rei dos vampiros Dmitrie (que acabou perdendo alguns parafusos após ser derrotado miseravelmente), eles conseguem invadir a academia.

Quem estava esperando uma épica batalha de Theo e Siluca contra o chefão dos magos acabou dando com os burros na água, já que o imbecil decidiu se matar de forma patética, ingerindo Ki-Suco de morango.

Pouco antes do hara-kiri do velho, Theo teve uma visão, onde ficou sabendo que no passado o continente era uma bem sucedida nação steampunk, que acabou entrando em colapso com o advento dos otakus e dos jogadores de Gurps. Por fim, Theo se torna o primeiro imperador do continente, mas como era preguiçoso demais para arcar com a responsabilidade, joga a bronca para Alexis e se muda para sua terra-natal com Siluca, onde opta por viver até seus últimos dias como um caipira plantador de batatas e de frutas cítricas.

Personagens[editar]

Protagonistas[editar]

Theo Cornaro fazendo bico de youtuber.
  • Theo Cornaro: Personagem principal e figura central do anime, que pra variar, aderiu a moda de cabelos excêntricos lançada pela linha de produtos para cabelo do Felipe Neto. Um verdadeiro bocó idealista, que embora seja o protagonista, não tem qualquer espírito de liderança. Pelo contrário, quem toma as rédeas das situações e tem qualquer iniciativa é a maga Siluca, que por algum motivo, se sentiu atraída pelo mala. Theo originalmente morava em Sistina, uma nação caracterizada pela pobreza extrema e escassez de comida principalmente para os camponeses, cuja forma de governo foi provavelmente inspirada pela política de Mao Tsé-Tung. Como morar naquele lugar era um Inferno, Theo foge da cidade e decide ganhar a vida como andarilho, jurando porém que um dia iria retornar e tomar posse do lugar.
  • Siluca Meletes: Siluca era uma maga a serviço da Academia de Magos que de repente decidiu mandar o foda-se para suas responsabilidades e fazer um pacto com um andarilho aleatório que achou na floresta. É uma das magas mais sem graça da história da ficção, pois aparentemente tem um repertório de incríveis 1 magia, a única que ela mostrou ao longo da história.

Secundários[editar]

Aishela exibindo suas tatuagens temporárias, retiradas de algum caderno escolar da Mormaii.
  • Aishela: Irmã adotiva de Siluca que só entende uma única linguagem: a porrada. Passou toda sua infância frustrada por não ter nascido na Escandinávia, e após levar uma sova de cinto de seu pai por ter roubado goiaba dos vizinhos, acabou perdendo um parafuso, passando a pensar que era uma valquíria.
  • Alexis Deux: Líder da União Fantástica e amigo de Theo, é caracterizado por ser um grandioso bunda-mole sem nada de marcante em sua personalidade além do fato de estar apaixonado por Marreine e ter crises existenciais pensando no casamento que nunca aconteceu. Só foi fazer algo que preste perto do fim do anime, quando decidiu finalmente levantar o traseiro gordo do trono real e ajudar a fazer um que um líder medieval de verdade deve fazer: dominar nações vizinhas.
  • Marreine Kreische: Líder da Aliança Fabril, vive de TPM pelo fato de seu casamento não ter dado certo e ela continuar encalhada feito aquelas tias do The Weather Girls. Mostrou ser menos frouxa que Alexis, mas no final das contas acabaram ficando juntos, o velho clichê que não podia faltar numa história de fantasia meia boca.
  • Irvin: Mordomo da Siluca, que decidiu segui-la após ter sido um completo inútil na tragédia que matou os pais de Alexis e Marreine. Em suas sessões de D&D, costumava jogar como ladino, e aparece vez ou outra no anime para dar uns tapas em alguns figurantes durante as guerras.
  • Villar Constance: Primo de Marreine, apesar de ter uma péssima reputação entre as mulheres por só contratar magas menores de idade (ou ao menos garotas com rosto de menor de idade), mostrou ser um dos poucos lordes a ser minimamente decentes. Provavelmente também era o único personagem com noções básicas de etiqueta.
Priscilla Farnese com seu look "Noviça Rebelde".
  • Lassic David: Com a incrível determinação de um vaso de chirimoya, Lassic ficou conhecido pela completa preguiça em seguir seus próprios sonhos. Após perder para o time do Theo, a fim de evitar a fadiga, decidiu deixar que o mesmo é quem carregasse a sua ambição pessoal de dominar o mundo, se contentando apenas em ser um mero pau-mandado.
  • Priscilla Farnese: Originalmente membro da Igreja Universal, Priscilla decidiu se tornar uma Testemunha de Jeová após ter sido enganada pelo Papa Edir Macedo e doar todos os seus bens, inclusive sua casa, para a igreja. Se juntou ao grupo de Theo com a desculpa de que acreditava que ele seria o salvador do mundo, mas a realidade é que ela estava cansada de dormir embaixo da ponte e só queria um lugar para morar.
  • Moreno Dortous: O mago ajudante de Lassic. Não fez porra nenhuma durante o anime todo, e quase não se percebe que ele está na história.
  • Margaret Odius: A maga ajudante de Villar, que protagonizou apenas umas duas cenas e depois só fez uma última aparição para morrer miseravelmente ao lado de seu mestre, por quem ela era apaixonada.
  • Milza Kooches: Um terrorista árabe fã de Prince of Persia, que atuou como um dos antagonistas da história, até que conseguiu a proeza de ser derrotado pelo fracote do Theo em um x1.
  • Aubest Meletes: Mago ajudante de Marreine e pai adotivo de Siluca. Sua principal função foi dar conselhos de natureza duvidosa para Marreine.
  • Ema e Luna: Ema e Luna são as duas filhas de Clara, a chefe da matilha dos lobisomens. Após sua mãe ir para o colo do capeta, decidiram se juntar ao grupo de Theo, onde passaram a dar dor de cabeça para Irvin, que ficou o anime todo bancando a babá das pirralhas.

Terciários[editar]

Dmitrie e Yana, cotados para interpretar Gomez e Mortícia no filme da Família Addams.
  • Clara: É a matriarca do clã dos lobisomens, composto em sua maioria por ciganos romenos que vendiam bugigangas de porta em porta e liam a mão para ganhar a vida. Morreu após tentar salvar as suas filhas imbecis de Yana.
  • Fubertos Gulshid: Aparentemente o líder da Academia de Magos. Sua principal função foi aparecer em dois episódios, sendo que em um deles, decidiu se matar ao se dar conta do quão imbecil e sem-graça era.
  • Yana: Uma macumbeira pertencente ao clã das bruxas negras. Apareceu algumas vezes invocando o Bafomé e alguns demônios de baixo calibre, até que foi derrotada e decidiu se suicidar, oferecendo sua alma para Lilith Aensland, o demônio que ela adorava (o que explica porque estava sempre tentando dar o golpe do baú em algum pervertido).
  • Dmitrie: O rei dos vampiros conhecido por não ter qualquer habilidade decente típica de vampiros. Na verdade, sua principal habilidade consistia em usar o Kage Bunshin no Jutsu e ficar criando cópias suas pelos cenários. Após apanhar mais que um condenado, acabou pirando na batatinha.
  • Papa Leone: Alter-ego do bispo Edir Macedo, é o líder da Ordem do Brasão (vulgo Igreja Universal). Apareceu em um único episódio, contando mentiras para seus fieis e acabando com a reputação da Igreja ao apunhalar uma santa de verdade pelas costas.

Ver também[editar]