Guarany Sporting Club

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Guarany Sporting Club
Escudo do Guarany de Sobral.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Guarany Porra de Club
Origem link={{{3}}} Ceará - Sobral
Apelidos Cacete do Vale
Torcedores guaranyense
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote índio chapado
Torcedor Ilustre
Estádio Juncão
Capacidade 10.000
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png Todos
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png Nenhum
Patrocinador UNINTA
Time
Material Esportivo Super Bosta (igual o time)
Liga Campeonato Cearense
Divisão Já jogou todas divisões
Títulos Copa Fares Lopes
Ranking Nacional
Uniformes



Guarany Sporting Club (mais chamado como Guarany de Sobral) é um time de segunda importância do estado do Ceará, um eterno freguês do Ceará, do Ferroviário e do Fortaleza porque sempre perde para estes, por isso sonha que um dia ocorra a independência do Cariri, para então migrar e ir jogar um campeonato onde tenha mais relevância e uma rivalidade com o Guarani de Juazeiro e o Crato EC, que são igualmente ruins e nivelados por baixo com o Guarany de Sobral.

Esse é um daqueles times medíocres que precisam a todo momento usar a frase "o mais <alguma coisa> do interior do Ceará", sendo o time que mais ganhou Série D do interior do Ceará, ou o time que mais jogou Série B do interior do Ceará, ou o time do interior do Ceará mais bem colocado no Brasileirão de 1986, e assim por diante.

História[editar]

Fundação[editar]

Um dos times mais tradicionais do Ceará (e parando na tradição, porque faltam as glórias) o Guarany foi fundado em 1938 por flamenguistas (também conhecidos como "vergonha do Nordeste") que queriam criar um Flamengo no meio do nada (a cidade de Sobral). Como ninguém quis impedir essa má ideia, o time acabou surgindo mesmo, com uniforme e escudo idênticos ao do Flamengo, sem modificar nada, era apenas questão de comprar o material importado do Paraguai.

Quase se chamou "Clube de Regatas Flamengo de Sobral", mas o nome Guarany foi escolhido como homenagem a obra O Guarani, que conta a história de um índio de Campinas que atravessou uma Ponte Preta para conseguir um Brinco de Ouro. O mascote adotado, claro, foi um índio drogado.

Taça de Prata de 1971 e 1972[editar]

O Guarany de Sobral jogou a Série B de 1971, chamada na época de Taça Prata, isso só foi possível porque nessa época longínqua não existiam tantos times assim no Brasil afora, então qualquer um jogava essas competições nacionais mesmo não possuindo mérito algum. O resultado foi um 14º em 1971, um desempenho considerado muito bom para um time normalmente aceito como altamente fodido.

A Taça Prata de 1972 foi na verdade uma Copa Nordeste, e o Guarany amargou só uma 17º posição, mas pelo menos pode se considerar o mais bem colocado time do interior do Ceará, porque não importa qual competição o Guarany participe, o seu objetivo sempre será apenas ser "o melhor do interior do Ceará" e nada mais.

Guarany de Sobral na Série A em 1986?[editar]

Sem jogar nem a Série B por alguns anos, o time voltou ao seu lugar no total esquecimento, mas vale ressaltar que ao longo dos anos 1980 o time adotou um dos escudos mais feios da história da humanidade, um índio desenhado no Paint. Isso chamou atenção da CBF, que em 1986 decidiu criar um campeonato brasileiro todo esculhambado com 1000 times, e o Guarany de Sobral foi convidado para aquela "Série A". Como ficou em 61º, e considerando-se que os 20 primeiros são da Série A, os 20 seguintes de Série B e os 20 próximos de Série C, pela matemática simples, o Guarany de Sobral com seu 61º lugar é considerado o campeão da Série D de 1986.

Série B 2002[editar]

Mais um momento vergonhoso da história desse time, mal teve a capacidade de ficar entre os dois primeiros da Série C de 2001, mas a falência do Malutron fez com que o Guarany tivesse sua vaga na Série B de 2002, apenas para ser antepenúltimo e miseravelmente rebaixado, nem era para estar ali mesmo.

O maravilhoso totalmente excelente título nacional[editar]

Em 2010 mais uma glória, o bi-campeonato da Série D! Um título conquistado sobre o poderosíssimo e tradicional Vila Aurora de Rondônia. Na Série C no ano seguinte, fez nada.

Em 2012 recebeu um golpe de realidade, o Guarany de Sobral caiu para o cacimbão chamado Série D. Já em 2013, quando pensava que já havia chegado ao fundo do poço, o índio, já não contando mais com a ajuda dos juízes, se desclassificou na Série D em um grupo fortíssimo contando com Tiradentes (aquele mesmo que foi enforcado), Ypiranga (o do hino) e Central de Caruaru e voltou a ser o medíocre time que sempre foi. Nos próximos anos se tiver dinheiro para comprar novamente o acesso poderá voltar a disputar algum campeonato realmente importante.

Firmando-se como time secundário do Ceará[editar]

Depois da aventura na Série C em 2011 e 2012, o Guarany firmou-se na mediocridade, ficou ali sendo vice estadual, as vezes brigando pra não rebaixar no estadual, as vezes cumprindo tabela numa Copa Nordeste sem a menor chance de conquistá-la, conquistando esporádicos acesso para a Série D. Jogando a Copa do Brasil e sendo eliminado logo naquele primeiro jogo onde um time realmente bom enfrenta um café-com-leite, no caso o Guarany foi o café-com-leite e perdeu fácil pro Coritiba na Copa do Brasil de 2016.

Pelo menos trocou o escudo ridículo de Flamengo, colocou no lugar um escudo de um prato cheio de camarões, mas o uniforme do Flamengo ainda está ali, continua uma vergonha pra o Nordeste.

Títulos[editar]