Guerra Civil Espanhola

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é relacionado à história.

E vive a American Way of Life

D opressaoromana.jpg
Inquisicaoespanhola.jpg

¿¿¿Porque no te callas???
No robe los picassos de Guerra Civil Espanhola o la Santissíma Inquisición lo mandará para el colo del capeta!!!

Cquote1.png NÃO PASSARÃO!!! MADRI JAMAIS SERÁ A TUMBA DO FASCISMO! Cquote2.png
Miliciano republicano contando a maior piada histórica
Cquote1.png Já passamos, de alma e coração! Cquote2.png
Celia Gámez sobre a citação acima
Cquote1.png Ora porra!Só tinha esquerdista nessa guerra!Ambos os lados!Olavo tem razão! Cquote2.png
Olavete que acha que o fascismo é de esquerda

A Guerra Civil espanhola foi mais uma treta de 1900 e guaraná com rolha que quase ninguém se importa atualmente, compõe 99% do cinema deste país no período após o franco e a molecada só prestava atenção quando aparecia algumas tetas espanholas pra animar.

Precedentes[editar]

Garfield, o símbolo dos setores de esquerda anti-trabalho e partidários de Lasanha.

O clima começou a ficar hostil após as eleições de 1936, quando o eleito presidente, Manuel Lasanha, declarou que a Espanha trabalharia duro para recuperar a economia após a grande depressão. Naquela época, a maioria do povo espanhol eram socialistas ou anarquistas muito religiosos, que viam o trabalho como algo sagrado, e não ousavam nem chegar perto dele. Por isso, a declaração de Lasanha, dizendo que essas pessoas teriam que trabalhar um pouco pra variar, foi interpretada como blasfêmia por todos os setores de esquerda da Espanha, que reagiu com violentos protestos de repúdio ao governo trabalhista.

Percebendo a merda que fez, Lasanha tomou a decisão mais fidedigna cabível: Procurou alguém para colocar a culpa. E a igreja chatólica era coisa mais fácil para se culpar naquele momento, já que a igreja estava preocupada que as noções de liberdades e direitos individuais dos esquerdista minassem o poder de seus amados clérigos semi-déspotas, e tinha ordenado que seus padres adotassem as principais idéias da direita, como o nacionalismo e a homofobia, além começarem a fazer concorrência aos esquerdistas no aliciamento de menores. E, com um típico e bem bolado discurso de esquerda afirmando que a sua declaração foi tudo culpa do petróleo e de uma conspiração católica-maçônica encabeçada pelos E.U.A e pelos jogos violentos, Lasanha conseguiu trazer os setores de esquerda para a sua causa, que imediatamente fizeram o que os comunistas e anarquistas sabem fazer de melhor, tratando de esquentar a vida de mais de oito mil padres espanhóis e de um outro padre francês.

A notícia de terem incendiado vivo um padre francês revoltou os fascistas, que acreditavam que o tratamento mais apropriado era uma crucificação, e ficaram indignados pelo fato dos esquerdistas estarem tratando tão bem os imigrantes. O clima ficou tão tenso, que o então general Francisco Franco foi obrigado a fazer algo que jamais tinha precisado fazer em todos os seus anos de carreira como general: alguma coisa. Então, para combater a república esquerdista de Lasanha e pelo interesse comum de propagar a maior matança possível, Francisco Franco então criou uma aliança inédita em toda a história da humanidade, unindo os cristãos e os satanistas, que se tornaram os chamados nacionalistas. Os nacionalistas eram um grupo que tinham um princípio muito rígido: A Espanha tinha que vencer a guerra com suas próprias forças... e com uma pequena ajuda do Vaticano... e mais uma ajudinha de umas poucas nações nazistas como a Alemanha hitlerista, e a Itália, e o Japão, e o Zimbabwe... e talvez da Hungria, e Tuvalu Ulterior, e da Romênia... e se possível, também uma ajuda de Portugal e de Israel, já que todas essas nações apoiaram fervorosamente os princípios nazistas dos nacionalistas.

Estratégias[editar]

Desenho preciso da estratégia fascista.

Liderados pelo General Francisco Franco, os fascistas bolaram um estratégia com três etapas (Vide imagem):

  • Passo 3: Com os dois cercos concluídos, partiriam em duas frentes paralelas. A frente de Sevilha partiria até Valladolid, e a frente de Cartagena partiriam até Zaragoza. Ao chegarem em seu destinos, marchariam em direção uma da outra, fechando um último cerco sobre a cidade de Madri, a principal sede das tropas fiéis à Lasanha.

Já os socialistas, aliados ao governo Lasanha, adotaram a popular tática esquerdista de sair atirando em qualquer coisa que se mexesse. O sucesso dessa abordagem foi tão grande, que convenceu Stálin a utiliza-la nos anos vindouros na União Soviética, e, devido a maestria com que ela foi aplicada em seu tempo de governo na URSS, hoje ela é conhecida como Tática de Stálin.

Canções da guerra[editar]

Essa cabulosa contenda teve muitas músicas ruins pra caralho de ambos os lados do conflito cujo o objetivo era inspirar os soldados mais arregões a fazerem algo que preste, ou então contar algum feito/batalha épica, mas não igual os bardos daquele RPG de mesa que você e seus amigos jogam:

  • A las pirocadas: Música dos punks anarquistas da CNT/FAI sobre o ar poluído de São Paulo e como eles estão dispostos a usar corpo e alma se preciso for pra se protegerem dos nacionalistas.
  • Cara queimada ao sol: Hino da Falange Espanhola das JONS. Conta a história de um soldado nacionalista que foi pegar um bronzeado no sul da Espanha mas esqueceu de passar o protetor solar, ficando com a cara toda queimada parecendo um pimentão.

Consequências[editar]

Com o fim da guerra a Espanha ficou mais fodida que a Tua Mãe, o que impediria ela mais tarde de entrar diretamente na Segunda Guerra Mundial (tô falando da Espanha não da sua mãe seu retardado!). Pra não desagradar o Adolfinho o generalíssimo Franco enviou uma tropa de espanhóis forçados voluntários chamados de "divisão azul" para lutar no fronte oriental contra a URSS. Quanto aos republicanos espanhóis seus destinos foram encontrar a simpática senhora caveirosa de capa preta e foice ou se exilar na terra das novelas e do Chaves

Ver também[editar]

Guerra Civil Espanhola (video game)

v d e h
Guerra Civil Espanhola quer dizer GUERRA!!!
Guerravvsdsd.jpg
Batalha de Waterballoon | Grande Guerra Israel-Japão | , , , 3ª + 0,5, , , , , e Guerras Mundiais | Guerras Black-Folk Metal | N-ésima Guerra Mundial | Guerra Civil | Guerra Fria | Guerra Quente | Guerra da Cisplatina | Guerra Bolivo-Brazuca | Guerra de Canudos | Guerra de Canutos | Guerra da Wikipédia | Guerra do Facebook | Guerra do Futebol | Guerra da Cereja | Guerra dos Cem Anos | Guerra Mineiro-Fluminense | Guerra do Norte Paranaense | Guerra do Pão-de-Queijo | Guerras Clônicas | Guerras Genpei | Guerra de Travesseiros | Guerra Japão - Irã | Guerra das Malvinas | Guerra dos Seis Dias | Guerra de Troia | e Guerras Cartoonísticas | , e Guerras Gamísticas | Grande Guerra Suwa | Guerra do Pacífico | Guerra Tucano-Petista | Guerra do Balde | Guerra dos Inscritos | Guerra dos Farrapos | Guerra do Paraguai | Guerra dos Imundos | Primeira Guerra Mesozóica | Guerra nas Estrelas | Guerra dos Emboabas | Guerra dos Mascates | Guerra de Bolas de Neve | Guerra de Póing | Guerra do Golfo | Guerra do Ópio | Guerra do Infinito | Guerra dos Trinta Anos | Guerra de Hogwarts | O Grande Crash dos Videogames | Segunda Guerra da Cereja | Guerra de Secessão | Guerra Civil Romana | Guerra do Vietnã | Guerra de comida | Guerra dos Cogumelos | Quarta Grande Guerra Ninja (Naruto) | Guerra Oz-País das Maravilhas | Guerra do Iraque | Guerra Civil Inglesa | Guerra Civil Iugoslava | Guerra Civil Russa | Guerra Civil Espanhola | Guerra da Crimeia | Guerra Mundial Z | Segunda Guerra Civil dos Estados Unidos | Guerra Coxinhas-Mortadelas