Hagar, o Horrível

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar


Viking arca de Noé.jpg Ek est årtikkel Vikingen!

Este artigo veio das frias terras dinamarquesas! Ele gosta de remar, louva Odin e o Deus Metal, não tem nenhum senso de privacidade ou de educação e seu autor chegou ao Valhalla. Não vandalize ou envolva a Finlândia neste artigo!


Hagar, o pequeno guerreiro

Hagar, o Horrível foi um pequeno e barrigudo viking, que não conseguiu nem dominar a própria casa, pois sua esposa Helga já havia tomado o local. De tão inútil, Hagar ganhou sua própria história em quadrinhos, onde todas as suas inúteis aventuras são mostradas ao público.

O nome[editar]

Hagar ganhou esse apelido Horrível devido ao seu parentesco com o jogador Carlitos Tevez. Seu pai Halgur lhe deu este nome Hagar em homenagem ao deus egípcio e ao guerreiro irlandês Gar.

Como um bom nórdico, Hagar teve um filho com outra mulher, seu filho único, que recebeu o nome Hagarsson, ou seja, Filho de Hagar. Por ser um verdadeiro viking que seguia todos os mandamentos do verdadeiro viking, Hagar não tinha sobrenome. Isto nunca o prejudicou, já que ele era o único Hagar por aquelas terras.

Os quadrinhos[editar]

Hagar estava aposentado quando certo dia foi encontrado por um agente de modelos. Seu corpo esculturalmente roliço e charmoso chamou muito a atenção deste agente, que resolveu colocar Hagar nas capas de todas as revistas do mundo. O máximo que este agente conseguiu foi colocar Hagar na capa de uma história em quadrinhos. Era mais do que o insuficiente, e Hagar ficou muito famoso. Hoje Hagar está sondando a carreira de diretor de cinema.

Ver também[editar]

Charlielucy.jpg

Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!