Capitão Hans Günsche

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Hans Günsche)
Ir para: navegação, pesquisa
Capitão Hans Günsche
Cquote1.png...Cquote2.png
Hans.png
...
Informações inúteis
Nome Completo Hans Günsche
Nacionalidade Alemão
Família Lobisomens em geral
Afiliações Organização Millenium
Parceiros Schrödinger
Técnicas Porrada
Pessoas mortas por ele Mais de mil!


Cquote1.png Você quis dizer: Remo Lupin nazista Cquote2.png
Google sobre Capitão Hans Günsche
Cquote1.png Amigo! Cquote2.png
Schrödinger sobre Capitão Hans Günsche.
Cquote1.png ... Cquote2.png
Doutor Roberto sobre Hans.
Cquote1.png Nunca gostei dele. Cquote2.png
Walter Dornes sobre o lobisomem.
Cquote1.png Aurf! Cquote2.png
Lobisomem qualquer sobre Hans Günsche.
Cquote1.png ... Cquote2.png
Kimi Raikkonen sobre seu provável pai, Hans.
Cquote1.png ... Cquote2.png
Hans sobre qualquer coisa.

Capitão Hans Günsche, ou simplesmente Hans, é mais uma personagem do anime, que para variar também é mangá de tendências vampíricas Hellsing. Ele é o típico lobisomem que não pode faltar numa verdadeira história de vampiros.

Infância[editar]

Hans nos bons tempos.

Hans não nasceu capitão, no momento de seu nascimento ele ainda era um soldado daqueles bem podres, que só servem para fazer ponta em filmes classe C. Ele teve uma mãe e um pai, sendo a mãe uma judia nazista e o pai um capitalista comunista.

Embates ideológicos de lado, o garoto nasceu numa família emocionalmente instável, a mãe dele ia a sinagogas apenas para matar judeus e seu pai, o dele, não o seu, ia a encontros socialistas e pregava como o liberalismo era um sistema político-econômico perfeito. Tais atos de seus pais traumatizaram profundamente o garoto, não era fácil acordar com judeus e socialistas com tochas em punho gritando:"למות" ou "Sterben!"

Hans em versão 3D.

Tais fatos tornaram o garoto introspectivo e fechou-o de todo o mundo, gerando, então, um complexo anti-social que o impedia de comunicar-se com as pessoas. Aos 13 anos, os pais do jovem Hans morreram de morte "matadamente morrida", sua mãe foi enviada a Auschiwitz onde morrera após se dispor como voluntária para testes com Zyklon B e seu pai fora assassinado por um grupo de socialistas após ter dito que Adam Smith era mais cabra-ôme que Karl Marx.

Apenas uma pessoa viu potencial no jovem, viu que nele havia uma mente fria e que obedeceria àquele que o mostrasse um caminho. Tal pessoa foi o nerd gordo do Major Montana.

Dentro da máquina nazista[editar]

Hans foi mandado para a divisão de Montana durante a segunda guerra, e lá começou a ser educado pelos mais renomados cientistas nazistas. Exemplos de aula:

Hans na época em que foi guerrilheiro.
  • Sobre judeus:

Cquote1.png Judeus são servos do diabo. Entendeu? Cquote2.png
Professor nº1
Cquote1.png ... Cquote2.png
Hans respondendo.

  • Sobre história:

Cquote1.png Hitler é eterno e nunca houve nada além do nazismo. Entendeu? Cquote2.png
Professor nº2
Cquote1.png ... Cquote2.png
Hans mostrando seu interesse pela aula.

  • Sobre geografia:

Cquote1.png O mundo pertence a Alemanha. Entendeu? Cquote2.png
Professor nº3
Cquote1.png ... Cquote2.png
Hans revelando seu espanto pela aula.

  • Sobre sexologia:

Cquote1.png Se uma cachorrinha garota quiser transar com você come ela. Entendeu? Cquote2.png
Professor nº4
Cquote1.png ... Cquote2.png
Hans excitado com a ideia.

Desentrevistasminibox.PNG O Desentrevistas
possui uma entrevista com
Hans Günsche
Hans já posou para a Wolfgirl.

E por aí iam as incríveis lições ensinadas a ele.

Enquanto as lições ocorriam Hans ia sendo transformado num cachorro gigante que podia levantar um helicóptero com a mão.

Certo dia um carinha estranho, pirralho, fumando feito aquele seu tio e que usava uns barbantes maneiros chegou no QG onde Hans vivia ali, também surgiu uma garota com um caixão estranho, mas a luta ocorreu com o garoto mesmo. Luta essa que até hoje os fãs esperam, já que o autor enrola na publicação de Hellsing, the down.

No Brasil[editar]

Hans sorrindo. Só pode ser fanart.

É! Hans esteve no Brasil. Após tudo dar errado na Alemanha nazista, o major e suas criações tiveram de ir para um lugar onde as leis de restrições com experiências em humanos fossem mais brandas, que local eles poderiam fazer isso? Claro! Em terras tupiniquins.

No Brasil, a vida foi calma, apenas produzindo novos freaks e vampiros falsos e, também, os treinando, tudo para a real intenção da organização: Dominar o mundo! Fuder com a Hellsing!

Na Inglaterra[editar]

Após o Alucard matar 500 puliças brasileiros e o Tubalcaine Alhambra a Millenium decidiu detonar a Inglaterra e para lá foi o Hans.

Olhar no espelho às vezes é traumatizante.

Ao chegar lá, ele se encontra com seu antigo desafeto Walter e leva-o até o major, mas aí é outra história...

O Hans é morto pela Celas, por mais incrível que pareça é verdade. Isso tudo após ela se fundir com o Pip e virar um verdadeiro vampiro, após uma luta em que não dá para ver porra nenhuma porque o autor desenhou muito mal. No final, Hans dá uma risada diabólica e vai comer capim pela raíz.

Fatos[editar]

  • Hans é o típico lobisomem que sempre existe em histórias de vampiro, WTF?
  • Há chances dele ser pai do Kimi Raikkonen, eles riem das mesmas coisas.
  • O Hans sobreviveu ao Walter, mas morreu nas mãos da Celas, é a técnica máxima do anime: o Hirano no jutsu
  • É companheiro de Schrödinger. Que é o contrário dele: Um furry yaoi, falante e baixinho.
  • O Hans, pode ser o pai perdido da Celas, eles são iguaiszinhos, o que a torna patricida.

Galeria[editar]

Ver no YouToba[editar]

Ver também[editar]

Hans agradece sua presença.


Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Capitão Hans Günsche no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg