Hidráulise

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Hidráulise é uma peça para fogões utilizada apenas na residência de machos virgens jovens, como o Mangueira Boy.

Enquanto o trocador de mangueiras Paulo Guina estava na residência do Mangueira Boy, fazendo suas análises técnicas embasadas em anos de estudos na faculdade sobre mangueiras de fogão, o garoto palpitou em serviço que não entende, sugerindo que o problema estava na tar da hidráulise.

Não podendo aceitar que aquele adolescente rebelde ficasse se intrometendo em seu serviço, banalizando seus anos de prática em pegar mangueiras grossas, grandes e gostosas, Paulo Guina não deixou barato, e aplicou um corretivo no garoto, fazendo-o aprender que a única hidráulise que estava com problema era a de sua mangueira pessoal, que estava precisando de uma lustrada oral imediatamente.

História[editar]

Mangueira Boy diz que o pobrema pode ser na hidráulise na "parti di trás", e precisa ser corrigido por Guina.

Esta peça que você queria foi produzida pela primeira vez por um ferreiro de Cu Pequeno, que estava tendo problemas por utilizar de maneira inadequada a mangueira do fogão de sua casa, por isso sofrendo com vazamentos na "parti di trás".

Como que por magia, a hidráulise conseguiu resolver o problema na rosquinha do fogão, isolando aquele buraco enorme que ficava aberto atrás. Acreditando que poderia fazer rios de dinheiro com esta criação, resolvendo o problema de machos virgens ao redor do globo que compram mangueiras de fogão mas não as colocam no fogão, o ferreiro passou a comercializar sua invenção, em troca de algumas moedinhas.

Um dos compradores a adquirir esta peça foi Mangueira Boy, que estava sofrendo com diversos vazamentos na parti di trás de seu fogão, por retirar a mangueira do fogão todas as manhãs e devolvê-la apenas na hora de ir dormir.

O problema é que a hidráulise é feita com materiais ocos, e por isto quando sofre uma pressão forte "na parte di trás", acaba afrouxando e logo arrebentando, ficando fedendo e arrombada. Por isso, precisando trocar esta peça, mas não sabendo como fazer a manutenção adequadamente, Mangueira Boy ligou para um homem de confiança, um amigo de velha data de teu pai, Paulo Guina, aquele que sabe fazer de tudo.

Troca[editar]

Ao ouvir a palavra "hidráulise" enquanto estava verificando qualé o problema, Paulo Guina sentiu-se subestimado e humilhado por aquele garoto que não tira o boné nem pra dar o cu, sentindo que seus anos de estudo na UNIMACHO (Universidade de Manutenção em Caralhos, Hidráulises e Ocos) não estavam sendo respeitados. Assim, Guina disse que agora ele não iria trocar mais aquela porra também não, agora ele ia relaxar... Pera, esta fala é do Kauan Desu, mas serve pro Guina aqui também, que corrige o Mangueira Boy dando nele várias surras com seu mangueirão pessoal.

No fim, a hidráulise continuou lá, toda fodida, mas ao final do serviço ao menos o Mangueira Boy ficou fodido também, para combinar.