Homem-Formiga (filme)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ant-Man
Homem Anta (BR)
O incrível Homem Formiga (PT)
Ant-man-poster .jpg
Poster de lançamento do filme
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
2015 • Cor • Pequeno
Direção James Camaleón
Produção Marvel na Disney
Produção executiva Kevin Faig
Elenco Paul Rudd como um herói pequeno
Corey Stoll como um vilão pequeno
Evangeline Lilly como interesse amoroso
Michael Douglas como sogro ranzinza
Gênero Uma aventura em miniatura


Homem-Formiga, originalmente Homem-Anta em alusão ao título inglês original, Ant-Man, é um filme muito pequeno sobre um herói muito pequeno. Conhecemos neste filme história do ladrão Scott Lang que é um ladrão que utiliza suas habilidades de ladroagem para roubar uma armadura de tecnologia impossível que o deixa muito pequeno. É graças a este traje que ele embarca na aventura mais pequena de todo o Universo Marvel do Cinema, enfrentando oponentes pequenos, como o Falcão e depois o Jaqueta Amarela. O filme é do gênero comédia romântica, portanto dispensando qualquer elemento de ficção científica, não possuindo qualquer compromisso com física, química, lógica, razão ou biologia.

Produção[editar]

Após o inesperado sucesso do filme dos Guardiões da Galáxia a Disney convenceu-se de que poderia fazer filmes do personagem que quisesse da Marvel, então decidiram ousar pensando na criação de um filme para o Goldballs, mas logo essa ideia foi trocada por uma ainda melhor: O filme do Homem-Formiga com o Jaqueta-Amarela como vilão e participação especial do Falcão, seria como um spin-off de Didi na Mina Encantada. O maior problema foi a escolha do diretor, inicialmente Edgar Wright, que foi considerado muito "autoral" e não satisfazia as necessidades comerciais corporativas da Disney-Marvel que queria um filme exatamente como todos os outros do estúdio: Completamente sem alma e puramente comercial. Para o seu lugar foi chamado um diretor desprovido de personalidade própria, o Peyton Reed, que aí conseguiu levar o projeto até o fim. Por sua submissão Reed foi recompensado, recebendo a tarefa de fazer a sequência Homem-Formiga e a Vespa.

Enredo[editar]

Como se tornar um herói minúsculo[editar]

Como uma boa comédia romântica que se preze, somos apresentados a solteirão gente boa mais muito fudido, chamado Scott Lang, e que precisa se virar na sua situação de ex-presidiário. Tem com sua ex-esposa Maggie e filha Cassie, e até que gosta de sua vida de solteiro, porque aquela ex é uma chata sem graça. Scott, após cumprir sua pena de 3 anos de cadeia, tenta levar vida normal, mesmo que em seu histórico tenha dividido a cela com um mexicano tagarela, mas esses anos na cadeia afetaram seu psicológico e agora ele parece uma pessoa com TDAH que não para de beber Red Bull, e isso somado à sua ficha de ex-presidiário não o garante em emprego nem numa sorveteria. Então ele sacia os esquerdistas ao demonstrar que ele precisa voltar ao crime e que a cadeia não redime ninguém, e vai então furtar a casa de um velho ricaço. O furto é bem sucedido, mas ele não consegue ouro, joias ou dinheiro, a única coisa que há no cofre secreto do velho é uma fantasia de carnaval antiga.

Mas tudo não passava de um plano de Hope Van Dyne, que desejava ver aquele ladrão tornar-se o Homem-Formiga para ajudar ela e seu pai ranzinza Hank Pym, o inventor dessa tecnologia toda, a roubar o traje do Jaqueta-Amarela, uma versão ofensiva do Homem-Formiga original, porque de tanto inseto legal foi escolher logo esse com um nome mais ridículo que "formiga", era questão de honra Pym querer furtar esse traje.

A invasão[editar]

É nesse momento que descobrimos toda a física por trás do traje do Homem-Formiga, que utilizando as partículas Pym é capaz de negar toda a física quântica e mecânica moderna e distorcer o espaço-tempo de modo que uma pessoa possa ser encolhida mas mantendo a sua densidade. Todos os conceitos de gravidade, as leis de Newton, a relatividade geral ou mesmo a básica Lei de Lavoisier são todas completamente subvertidas e negadas. E assim, Scott Langa é devidamente treinado num curso intensivo do BOPE com a própria Evangeline Lilly como instrutora. Depois de tanto tomar porrada da mulher Scott Lang vai percebendo que ele é adepto do femdom e começa a se apaixonar por ela, e como ela é meio dominatrix acaba gostando desse masoquismo também, embora nunca vá admitir, até porque o pai dela está sempre presente proibindo-a veementemente de vestir o traje de puta paga que sua mãe vestia. Uma vez concluído o treinamento, Scott Lang usa formigas adestradas para invadir com sucesso o edifício onde um vilão genérico desenvolvia sua armadura de Homem-Formiga do mal (em cor amarela). Aparentemente a invasão dá certo, mas tudo era um truque óbvio e clichê de vilão genérico careca que previu aquilo tudo e deixou a invasão ocorrer para capturar Scott Lang e sua roupa especial. Como a intenção do filme é ser pequeno em todos aspectos, inclusive em ausência de criatividade, ainda mete uma Hydra no meio dizendo que vai vender a tecnologia para os vilões do Capitão América. Mas Scott Lang escapa, afinal é só um filme pequeno.

Luta final[editar]

Homem-Formiga e Homem-Formiga-Amarelo-do-Mal acabam lutando no final numa batalha final que todo filme de herói precisa. A diferença é que o cenário da batalha é no quarto da filha de Scott, com os dois do tamanho de insetos. O vilão é derrotado da mesma forma que o Capitão América derrotou o Caveira Vermelha, fazendo o Homem-Formiga-Amarelo-do-Mal sumir para o meio do nada quando Scott o forçou encolher para níveis subatômicos. E todos terminam felizes

Personagens[editar]

Homem-Formiga / Scott Lang (Paul Rudd) - Homem que é mordido por uma formiga radioativa e, conforme as leis da física-química no Universo Marvel, ganha os poderes de uma formiga, tornando-se capaz de encolher, crescer e controlar formigas telepaticamente.
Hank Pym (Michael Douglas) - Homem que está na crise dos 70 e percebe que simplesmente não consegue se masturbar mais e por isso está diariamente de mal humor, afinal passou o resto da vida só na punheta após a perda da esposa e agora nem a própria mão o sacia mais. Inventor do traje que encolhe, uma ironia em relação ao tamanho de seu pênis (mais um motivo que lhe traz mais mal humor) ele é o gênio por trás da história.
Hope Van Dyne (Kate do Lost) - Interesse amoroso de Scott Lang, é uma mulher que tem fetiches em espancar homens e por isso rapidamente se afeiçoa pela submissão de Scott, a quem passa a dar socos diariamente, além de constante humilhação psicológica. O pai não a deixa vestir a fantasia de puta que era da mãe, por isso passa o filme toda frustrada em não poder vestir aquele colan.
Jaqueta Amarela / Darren Cross (Corey Stoll) - Um maldito que odeia ovelhas e que desenvolve para si uma versão amarela e maligna da roupa do Homem-Formiga. É um vilão genérico e careca.
Luis (Michael Peña) - JARVIS mexicano que dá todo o backup para Scott Lang. Falcão / Sam Wilson (Anthony Mackie) - Apanha pro Homem-Formiga na base dos Vingadores.