In Rainbows

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você traiu o movimento das gravadoras, véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre In Rainbows
Cquote1.png Não paguei nada, HAHAHAHAHAHAHAHA! Cquote2.png
Você sobre In Rainbows
Cquote1.png Um produto de baixa qualidade não vale nada! Cquote2.png
Trent Reznor do Nine Inch Nails sobre In Rainbows
Cquote1.png Pagou quem quis! Cquote2.png
Fã Enganado pelo Radiohead sobre In Rainbows
Cquote1.png Quer pagar quanto? Cquote2.png
Fabiano Augusto sobre In Rainbows

In Rainbows (Nos Arco-íris) é um álbum de Brit-emo rock alternativo da banda Radiohead. Esse disco demonstra que todos esses anos de tratamento psiquiátrico pelos quais a banda passou surtiram efeito, fazendo com que este seja o álbum mais "alegre" da banda. O tratamento tambem fez com que tendencia homosexuas reaparecessem no vocalista, Thom Yorke, tendências que não eram vistas desde o primeiro álbum, Pablo Honey ("Doce Pablo", Referência a um ex-namorado do Thom), explicando assim o nome do album que faz menção às cores do movimento gay.

A capa de macho do disco In Rainbows

Sabendo que não venderiam mais do que uma dúzia de copias e depois de cheirar uns gatinhos, o Radiohead resolveu fazer uma campanha: "Pague o quanto quiser pelo nosso álbum para podermos comprar antidepressivos". A campanha foi um fracasso pois 99,9% das pessoas que baixaram não pagaram nada.

O álbum ainda conta com um disco bônus que tem como principal música "Last Flowers To My Ex-Boyfriend", mais uma referência ao Pablo.

Músicas[editar]

  • 15 Pills (Fala sobre a quantidade de antidepressivos tomados pela banda.)
  • Bodysnatchers (Como a propria letra diz "I have no idea what I am talking about" nem a propria banda sabe sobre o que essa música fala, apesar de ter apologias ao uso de antidepressivos)
  • Mute (Fala sobre o botão que todos apertam ao começar a ouvir os gemidos do Thom Yorke sobre antidepressivos.)
  • Weird Musicians/Arpeggi (Essa música fala sobre os proprios membros da banda, que curtem tomar antidepressivos.)
  • All I Taked (Fala sobre todos os antidepressivos já tomados pela banda.)
  • Fucking Arp (Nesta música, Thom Yorke tenta mostrar que além de se lamentar tambem sabe cantar, mas fracassa, pois a letra conta sobre uma harpa feito por antidepressivos.)
  • Fuckoner (Fala sobre a incapacidade do Thom manter relacionamnetos com mulheres divido à sua "beleza exótica" e uso de antidepressivos.)
  • House of Dolls (Fala dos tempos em que Thom Yorke brincava de casinha com as primas, que tomavam antidepressivos.)
  • Jigsaw Falling into Jogos Mortais (Fala sobre o Jigsaw tomando antidepressivos no filme "Jogos Mortais".)
  • Videotape (Fala sobre a filmagem dos quase inexistentes momentos felizes na vida do Thom Yorke. Ao final da música, é possivel ouvir a banda falando sobre o quanto é legal tomar antidepressivos)