Instituto Lula

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Instituto Lularápio
Instituto-lula logo atras homenageado-com-buscemia.jpg
Logo da instituição, gostou?
Custou um milhão e meio de reais dos cofres públicos, fora a isenção fiscal.
Lema Propagar campanhas de difamação e
Tipo Trambiques
Propósito Servir de caixa 3 para financiamento ilegal de campanha.
Sede São Paulo, Bandeira do Brasil Brasil
Línguas oficiais Lulanês
Filiação Governo Dilma
Pessoas-chave Luiz Inácio Lularápio da Silva
Pauro Kobayashi Okamotto
Sítio oficial comoescapeidapapuda.com.br
® Desciclopédia

O Instituto Lula é uma instituição pilantrópica fundada pelo ex-presidente Lula e Paulo Okamotto em 2011 para fins de lavagem de dinheiro da Odebrecha. Como todo e qualquer instituto fundado por ex-político que se preze, esse também foi criado a fim de que se tivessem mais um caixa, além da tradicional verba eleitoral (caixa um) e da famigerada caixa dois.

Objetivos[editar]

Membros do Instituto Lula discursando sobre os principais objetivos da entidade. Foto de 2016.

O instituto tem como objetivos, além dos mostrados no parágrafo anterior, o de fomentar o bolso do ex-presidente, já que depois que deixasse a presidência (na teoria, porque na prática...), o mesmo deixaria de ganhar aquelas verbas inerentes ao cargo, pagos em troca de favores, o que acabou não acontecendo de fato.

Visando uma possível candidatura à presidência da Bolívia e da Angola em 2018, o ex-presidente mandou criar uma seção no site destinada a descrever os grandes feitos dele nos países, realizados através de sua fiel parceira, a construtora Odebrecht. De qualquer maneira, se for considerar só o dinheiro desviado enviado, o sujeito já fez mais pela África que todos os governantes que já passaram pelo continente juntos.

Como nova sede da Polícia Federal[editar]

No início de 2016, o Instituto Lula passou a ser a nova sede da Polícia Federal. Os policiais passaram tanto tempo no instituto que decidiram por bem mudar o local da sede do órgão pra poupar tempo e principalmente a gasolina (a D$ 3,90 na época).

Apesar da economia e de todas as cenas teatrais que as chamadas "conduções coercitivas" nos proporcionaram, a estadia durou pouquíssimo tempo e não teve fim algum.

Retorno a Brasília[editar]

Depois do início do governo Temer, onde o mesmo implementou o Grande Pacto Nacional para estancar toda a sangria causada pela Lava Jato, as investigações tiveram fim e a sede administrativa da DPF voltou para Brasília.