Ji-Paraná Futebol Clube

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ji-Paraná Futebol Clube
Escudo do Ji-Paraná.png
Brasão
Hino O Importante é Competir
Nome Oficial Jipe do Paraná Futebol Clube
Origem link={{{3}}} Rondônia - Ji-Paraná
Apelidos Jipinho
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote Galo
Torcedor Ilustre
Estádio Biancão
Capacidade 5.000 e tá bom de capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador Creusão
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Rondoniense
Divisão Primeira divisão
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Ji-Paraná Futebol Clube é um despretensioso time de futebol do estado de Rondônia, e não do Paraná, que caracteriza-se pela sua visível incapacidade de demonstrar qualquer bom futebol, condenado a manter-se enclausurado eternamente nas divisões mais inferiores do futebol brasileiro, tendo apenas o Campeonato Rondoniense como alguma meta viável. O seu lema, "o importante é competir", bem como o mascote, um galo, animal fraco, covarde e desprezível, simbolizam o espírito da equipe, que é o de jamais ser algum time grande.

História[editar]

Fundação e domínio estadual[editar]

Clube fundado em 1991, e já no seu ano de estreia foi campeão estadual, não apenas isso, no ano seguinte já era bi-campeão estadual, comprovando que em Rondônia você só precisa de um pouquinho de força de vontade para ser campeão, nãos endo necessário estrutura, times bons, torcida ou treinamento, algo que o Ji-Paraná e nenhum outro time de seu estado já teve. Graças ao primeiro título estadual até fez sua estreia na Série C de 1992, a qual terminou num honroso 22º lugar, e na segunda tentativa terminou em 63º, ambas colocações que são sempre consideradas um título dado o baixíssimo nível do futebol rondoniense.

De 1995 a 1999 ganhou todos os estaduais, e como tal ficou indo todo ano tentar a sorte na Série C nacional. Sempre beneficiava-se do chaveamento ser com outros times café-com-leite de outros estados igualmente desprezíveis, como Acre, Roraima e Santa Cruz de la Sierra, mas sempre que na fase mais decisiva encarava um time do Sudeste, era eliminado melancolicamente, de preferência tomando goleadas para os Ituanos da vida. Também jogou muito a Copa do Brasil nessa época, especializando-se em ser eliminado sempre no primeiro jogo.

Série B estadual[editar]

Por incrível que se pareça, por um tempo existiu sim uma segunda divisão de Rondônia, mesmo que todo e qualquer raciocínio de lógica faça parecer ser impossível existir algo que seja ainda mais inferior que aquilo visto no campeonato rondoniense regular. E como desgraça muita é pouca, o Ji-Paraná resolveu ser rebaixado em 2007. Da Série C pra Série D? Não, rebaixado no estadual. Para jogar contra quem? Nem Deus sabe, pois um torneio desses é completamente apócrifo por definição. O pouco que se sabe é que em 2008 fez uma campanha merda e que em 2009 enfrentou na final o Moto Esporte Clube, vencendo-o por 2x0 no primeiro jogo, mas então, devido ao não pagamento do salgado com refresco de tangerina, prometido como comemoração pelo então presidente do clube, os jogadores entraram em greve para reclamar desse calote e perderam o segundo jogo por W.O. e perderam a classificação. O Ji-Paraná foi extinto.

Só 2011 vence a segunda divisão, sabe-se lá contra quem, um time igualmente fudido. E já em 2012 ganha mais um título estadual. Realmwnte qualquer um vence o campeonato de Rondônia.

Coadjuvante até em Rondônia[editar]

Depois de fazer bonito na década de 1990, o Ji-Paraná desiste da ilusão de ser um time médio e se dedica a ser meramente um time minúsculo com o único objetivo de não falir, e para tal passa a se destacar como coadjuvante nas competições estaduais, evitando assim comparecer nas competições nacionais onde deseja não pagar mais micos.

Títulos[editar]