Juárez

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Juarez)
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Este artigo fala da cidade texana no México, para outros significados consulte Juárez (desambiguação)


Você em Juárez.

Juárez é um bairro de El Paso (Texas) que acabou ficando no lado do México, apesar de difícil se diferenciar da cidade irmã estadunidense, Juárez é facilmente identificada do alto por suas ruas escuras, casas de madeira e dispersas fogueiras (único tipo de iluminação noturna que existe na cidade).

É considerada uma das fronteiras mais fabulosas do mundo, onde é possível observar os sacoleiros transportando livremente todo tipo de muamba de um lado para outro da fronteira.

Durante muito tempo era chamada de El Paso del Norte, mas como era um nome muito idiota já que a cidade está a sul de El Paso, o nome foi modificado para Juárez em homenagem à Benito Juárez, grande herói mexicano responsável por popularizar a tequila nos botecos do oeste americano e assim revolucionar a economia do México.

História[editar]

Juárez foi fundada em 1659 por espanhóis que abriram por ali uma pequena loja de relógios conhecida como Mission de Nuestra Señora de Guadalupe.

Durante mais de 200 anos, nada de interessante aconteceu naquele pacato rancho até o século XIX quando Juárez é marcado por aquele clima de faroeste com índios apaches, prostitutas e bandidos, cenário que perdura até hoje.

Juárez é hoje a versão texana de Tijuana, e considerada a cidade com o maior número de muamba por metro quadrado do mundo, superando até Punte del Este no Paraguai e Taipei em Taiwan.

Economia[editar]

Esses daí esqueceram de pagar a propina para a alfândega.

Além do intenso tráfico de tequila, imigrantes, armas e diversas drogas com a fronteira, Juárez também tem a economia destacada por sua imensa quantidade de bares, tavernas, botecos, motéis, bocas de fumo e prostíbulos. Considerado o paraíso do narcotráfico, nenhum governo se dá ao trabalho de ir ver a situação nessa cidade lá onde Judas perdeu as botas.

Criminalidade[editar]

Juárez ganhou notoriedade mundial por seu altíssimo índice criminalidade. Não há governadores ou prefeitos, há apenas o Cartel de Juárez, uma ONG responsável por regulamentar os serviços de imigração ilegal e tráfico de drogas, armas e mulheres menores de idade para fins sexuais nefastos.

Cidade conhecido por ser o único lugar no México onde a pizza chega antes da polícia, famosa por ser palco de estupro seguido de assassinato de mais de 1000 jovens mulheres.

Lazer[editar]

Uma turista desavisada em Juárez.

O grande passatempo da população local é comentar sobre as páginas do jornal que falam dos assassinatos que ocorreram no dia anterior. Tomar sol no Rio Bravo de dia e ficar em volta de uma fogueira d enoite são a grande rotina do cidadão local.

Turismo[editar]

ATENÇÃO, se você é mulher, bonita, e tem entre 15 e 30 anos: não visite Juárez! Bom, a não ser que você queira usufruir da curiosa prática, tão arraigada na cultura local, de ser estuprada e vendida para o tráfico internacional de prostitutas...

Os principais pontos turísticos de Juárez são:

  • Bocas de fumo - Presentes a cada quarteirão ao lado de cada bar da cidade.
  • Central Park - Uma tentativa falida e fracassada de imitar o famoso parque nova-iorquino.
  • Feira da Tequila - Feira onde é possível encontrar mais de 8000 marcas e tipos diferentes de tequilas.