Jules Bianchi

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Dark-Art-Grim Reaper 01DesktopNexus.jpg

Jules Bianchi já morreu!

E já previram...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Jules Bianchi é mais um desses figurantes pilotos de Fórmula 1 que pilota alguma equipe medíocre e durante anos inteiros de temporadas fica esquecido nas últimas e deprimentes posições. Só ficou (medianamente) famoso porque morreu, senão seria um tão desconhecido quanto Charles Pic.

Carreira[editar]

GP2[editar]

Em 2010 Bianchi entrou para a GP2, a escolinha da Formula 1 onde demonstrou um grau altíssimo de medianidade, e um talento indiscutível para ser figurante, e aos poucos começou a chamar a atenção das equipes de Formula 1 que não estavam interessados em pilotos arrojados para arriscar demais o seu caríssimo material.

Fórmula 1[editar]

O máximo que Bianchi pode conseguir fazer na deprimente Marussia.

Começou na Formula 1 como piloto de testas da Force India em 2011, onde quase morreu algumas vezes por testar aqueles carros cheios de peças soltas.

Em 2013 foi contratado pela falida Marussia de última hora, não por méritos automobilísticos, mas por ter a burrice de pagar milhões para substituir Luiz Razia de última hora. Ninguém entende direito o que leva alguém a pilotar por vontade própria uma Marussia, mas ok...

Em sua estreia, após fantásticos 15° e 13° colocações, que para os níveis da Marussia são posições quase como vitórias, Bianchi ganhou certo destaque e badalação, só porque ficou 1 segundo atrás de Valtteri Bottas (que convenhamos, é um dos piores pilotos)... mas em sua quarta corrida no Bahrein ficou lá para 20° após as cagadas típicas de levar muitas voltas de retardatário, rodar, passear na brita e perder até para os carros da Caterham.

Para a temporada de 2014 a rotina de derrotas de Bianchi continuava o mesmo marasmo, até a sexta corrida daquele ano no Grande Prêmio de Mônaco onde algo de muito bizarro aconteceu, Bianchi chegou na incrível nona colocação! Mas como? Será que ele é bom mesmo? Ou foi só cagada? A resposta veio nove corridas depois, após uma coleção de últimas colocações, o desgosto foi tanto que no Grande Prêmio do Japão de 2014, sob forte chuva, enjoado de ser ignorado, esquecido, ficar só em último, enquanto fazia uma curva ele teve um insight genial! Decidiu ir reto com o carro na brita e acertar em cheio um guindaste! Sim, um guindaste na pista, e fraturar o crânio em mil pedaços numa tentativa de copiar o campeão Michael Schumacher em alguma coisa, já que em vitórias e títulos será impossível pra ele.

Morte[editar]

9 meses após o acidente, Jules Bianchi entra para a história mais uma vez, este memorável grande piloto, repleto de vitórias e sucessos no currículo, perece após longos dias de coma. Não satisfeito em igualar apenas Michael Schumacher, o piloto ambicioso e arrojado também imita Ayrton Senna, morrendo tragicamente devido à incompetência de terceiros que deixaram uma bandeira verde enquanto havia um baita trator no meio da pista. É a 39° morte na Fórmula 1 depois de 21 anos da morte de Ayrton Senna no GP de San Marino 1994. Ele agora esta no paraíso disputando GP´s com os outros pilotos que também ja morreram (com certeza deve estar em último).

v d e h
Pilotos da Fórmula 1