Julius Evola

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: O primeiro nacional-paudurista Cquote2.png
Google sobre Julius Evola
Cquote1.png Você quis dizer: Rad-Trad não católico? [1] Cquote2.png
Google sobre Julius Evola
Cquote1.png Experimente também: O cara que cavalgava o Tigre Cquote2.png
Sugestão do Google para Julius Evola
Cquote1.png É aquele menino do cocoricó? Cquote2.png
Alguém sobre Julius Evola
Cquote1.png Um gnóstico do caralho que não entendia porra nenhuma de paganismo e distorceu tudo! Cquote2.png
Neoplatonista sobre Julius Evola
Cquote1.png Meu crush! Cquote2.png
Pessoal da Nova Resistência sobre Julius Evola

Otakus já podem ser evolianos.Descíclopes também!

JVLIVS AVGVSTVS MAGNVS PRESVNTVS CONTRA O MVNDO MODERNO, ou Julius Ebola, foi um escritor, palpiteiro, esoterista e filósofo punheteiro italiano, cuja as ideias influenciariam movimentos neofascistas mundo afora, embora o mesmo considerasse o fascismo como uma baderna petista pouco aristocrática, e que dentro do partido tinha uma "Maçonaria" exclusiva para os bodes italianos. Outro motivo pras discordâncias é que ele queria que o Mução, seu amigo de infância, rompesse de vez com a Igreja Católica e voltasse com o paganismo romano, pra poder participar nas surubas em Canaro, na Piazza del cazzo com o Gramsci, a galera do futurismo e o Marinetti. Também não defendia plenamente o Nazismo, já que via as raças humanas como um conceito "Espiritual", ou seja, tava tudo bem pra ele emprestar a namoradinha pra homens hiperbóreos brancos, negros , amarelos e azuis, desde que lessem a trilogia dos livros dele primeiro.

Biografia[editar]

Nasceu em alguma vila da Itália em 1900 e guaraná com rolha. Desde pequeno gostava de aprontar bastante, então seus pais resolveram lhe mandar pra um colégio religioso onde teve aulas e showzinhos com o Padre Marcelo Rossi (talvez tenha vindo daí a aversão dele ao Cristianismo, pois se fosse com o Padre Pio o negócio seria diferente).

Na década de 30 passou a se envolver em política, mas sem ser político, e fundou o Grupo dos Ursos, um clubinho de ocultistas metidos que acreditavam que o mundo tava vivendo numa época trevosa e hedonista, de apetites extremos por valores materiais, sexuais e status (como se houvesse uma época após o pecado original sem isso, perceba a brisa dos caras), e era necessário restaurar uma tal tradição primordial, que só existia nos joguinhos de RPG de mesa comprados do Tolkien que os membros do grupo jogavam.

Ideias[editar]

Resumindo tudo.

Evola dizia que a culpa da decadência do mundo moderno é dos Judeus, mas não apenas deles, pois segundo ele "Os não judeus cortaram o prepúcio e deixaram de comer porco na alma também", ou seja, pra ele tanto faz se você fosse Cristão ou Muçulmano, pois como acredita num Deus só você é automaticamente judeu, assim como os Zoroastristas, Bundistas e Budistas. Mesmo se você for um baita germânico de 2 metros de altura e que mata 1 dragão por dia, na visão do dito cujo o seu fantasma é um velhinho rabino baixinho, broxa e covarde. O inverso disso poderia ocorrer também segundo ele: Você ser racialmente falando um judeu e a sua alma ter a aparência da Xena do Conan ou do Beowulf. Quando questionado por seus seguidores ele dizia:

Cquote1.png E daí que o judaísmo rejeita Jesus e o Islã só vê como profeta?DEGENERATTO!MA VA TE FODERE! Cquote2.png

Cquote1.png Ma que merda heim!Eu vou pro lado de il fachismo mesmo, pelo menos eles ganham pizza de graça! Cquote2.png
os seguidores após a resposta

Também pregava a existência de um paraíso gelado no norte, a tal Hiperbórea, em que se originaram as Loiras Suecas Ninfomaníacas Bissexuais e os Super Sayajins.

Outro aspecto importante de sua filosofia era defesa da tal "Masculinidade solar" vs "Regressão matriarcal lunar", baseado num pai de santo do século XIX, e que ele não tirou dos anais da antiguidade clássica greco-romana, mas sim de outros anais.

Livros publicados[editar]

  • Revolta contra o mudo de terno
  • De pau dvro entre as rvínas
  • Cavalgando a jeba do tigre
  • A metafísica da trepada
  • Surfando no Kali Yuga com os brows de nova délhi
  • Yoga e yogurte tradicional
  • 1001 receitas de lasanhas pra macumba
  • Não sou Thelemita pois sou heterossexual - Volume 1 de 24
  • Nem o Império Romano era suficientemente tradicional pro meu gosto

Ver também[editar]

  • A ideologia dele se chamava "Radical tradicionalismo", mas não se sabe porque merda de motivo resolveram aplicar aos católico tradicionalistas esse termo desde tempos do Orkut