Kara Zor-El

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Chuck Norris.jpg Este artigo é um(a) super-herói(na).

O texto a seguir é sobre alguém que voa, tem poderes, salva donzelas e prende bandidos. Se vandalizar este artigo, eles te levarão à Justiça.

Para conhecer mais desses seres incríveis, clique aqui.

Kara se escondendo de tarados.

Cquote1.png Minha versão mais famosa! Cquote2.png
Supergirl sobre Kara Zor-El
Cquote1.png Vai demorar muito pra ficar igual a mim! Cquote2.png
Poderosa sobre Kara Zor-El
Cquote1.png Quando a Lois tá menstruada, é nela que eu mando ver! Cquote2.png
Superman sobre Kara Zor-El
Cquote1.png mIGuxXxAh Cquote2.png
Batgirl sobre Kara Zor-El

Kara Zor-El (pronuncia-se "Cara Zoréu", ou pelo menos eu falo assim), conforme foi mencionado na citação inicial deste artigo, é a versão mais famosa da Supergirl, ou seja, sua identidade mais conhecida pelos fãs nerds que leem os quadrinhos e posers que assistem Smallville e acham que conhecem alguma coisa a respeito do Superman.

De onde surgiu[editar]

Bonequinha da Kara. Apertando o seio esquerdo ela diz: "Fuck me! Please! Fuck me!".

Assim como o homem de aço, Kara é uma alienígena de Krypton que foi enviada à Terra dentro de um foguete antes que o planeta explodisse. Pois é, a história dela foi assim, miseravelmente copiada da do Superman, porque a DC Comics já havia tentado mais de 8000 vezes lançar a personagem Supergirl, mas nenhuma versão dava certo e agradava aos leitores, então os roteiristas pensaram: já que o Superman é o maior sucesso da editora e a Supergirl tem ligação com ele, por que não simplesmente plagiar suas origens?

Kara na série, super-gata também.

Kara aterrissou em Gotham City e foi encontrada pelo Batman. Ela não se sente lá muito confortável com o fato de que a primeira criatura que visualiza após passar a vida inteira vagando pelo espaço seja um maluco com uma fantasia de morcego, então sai correndo temendo ser vítima de estupro. Claro que se ela soubesse da existência do Robin e das coisas que ambos fazem na Batcaverna, sua reação teria sido diferente, mas ela não deu nem tempo para o herói se apresentar, quanto mais revelar suas preferências sexuais... Kara então acaba sendo adotada pela Mulher Maravilha, que a leva para ser treinada na Ilha de Lesbos e não ter mais medo de nenhum homem.

Claro, ela também se encontra com o Superman e revela a verdade sobre ambos, que eles são primos e cronologicamente Kara é mais velha que ele, mas como seu foguete caiu em um buraco negro ao invés de seguir seu curso direto, sua aparência é de uma ninfeta. Esta informação faz a alegria geral dos personagens masculinos, que estavam preocupados em irem parar na cadeia por acusações de pedofilia caso tentassem transar com a prima gostosa do Superman.

Kara adotou a identidade de Supergirl em homenagem ao Superman, mas ao contrário do primo, que no dia a dia se disfarça muito mal de Clark Kent, ela não usa nenhum nome civil.

Relações[editar]

Oba, briga de mulher!
Você é o próximo!

Ela já se uniu a algumas equipes de super-heróis, mas não possui nenhum grupo de trabalho fixo. Ela faz mais o estilo freelancer, que serve para encher linguiça quando tem alguém faltando e aí acabam chamando-a como último recurso de emergência. Acontece que por ser loira, Kara não é lá muito inteligente, então não sabe usar direito seus poderes e na maioria das vezes mais atrapalha do que ajuda... Sendo assim, sua única utilidade acaba sendo a beleza, que serve para distrair os vilões mais tarados, mas também é uma habilidade inútil contra as mulheres e os homossexuais.

Sua concorrente direta é Lois Lane, que tenta disputar com ela o posto de protagonista feminina na franquia do seu primo Superman. Lois pode até ser a puta paga oficial do herói, mas mesmo assim continua sendo só uma mera figurante das histórias...

Embora não utilize psudônimos para esconder que é uma heroína, Kara nem sempre chutou a bunda dos malfeitores atuando como a Supergirl. Ela já assumiu o manto de Pássaro Flamejante para combater o crime na cidade de Kandor, que estava dominada por uma versão maligna da Satúrnia. Nesta ocasião, Kara se uniu à Poderosa, que na realidade é ela mesma vinda de um futuro paralelo. Hein?!

Kara pensando na morte da bezerra.

É assim: a Poderosa é outra versão da Supergirl, que seria utilizada caso a atual não desse certo, o que todos já estavam esperando. Mas surpreendentemente, Kara agradou ao público e não precisaram mais reformular a personagem! Só que a Poderosa foi desenhada de uma maneira absurdamente hentai, de forma que agradasse em cheio aos punheteiros, que são a maior massa leitora de quadrinhos, e assim fazer com que as reclamações em torno da Supergirl parassem. Mesmo com o sucesso de Kara, os editores da DC ficaram com pena de descartar uma personagem tão sexy quanto a Poderosa, então qual foi a solução? Criar um multiverso e reaproveitá-la, é claro!

Poderosa então é uma versão alternativa e futurista de Kara, que jamais deveria ter existido na cronologia oficial, mas como ela tem seios dignos de uma Pamela Anderson, os pervertidos gostaram dela e exigiram que sua participação fosse estendida, fazendo com que ela fosse enfiada em arcos históricos onde já existia na forma de Supergirl, que é a identidade oficial de Kara! Entendeu alguma coisa? Seja qual for sua resposta, foda-se.

Ver também[editar]