Killing Stalking

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar


Yoonbum no porão de Sangwoo

Cquote1.svg Eu queria uma suruba yaoi Cquote2.svg
Amaya Eri sobre o capítulo 34 de Killing Stalking
Cquote1.svg Aff esse policial deveria deixar o meu OTP em paz!!! Cquote2.svg
Ricardo Calvacante sobre Capítulo 30 de Killing Stalking
Cquote1.svg Ai meu Deus meu bebê vai ser morto por esse ordinário Cquote2.svg
Kívia Laiane sobre o policial lutando com Sangwoo
Cquote1.svg Sangwoo é tão fofinho :3 Cquote2.svg
Barbara Barbaridade sobre Capítulo 9 de Killing Stalking
Cquote1.svg Não precisava enfiar um dildo no Bum Cquote2.svg
Ana Caroline sobre o Sangwoo tentando ser boa pessoa


Killing Stalking é uma merda pertubadora que tem cara de webcomic criada pela psicodélica artista e autora coreana Kogi em 2016. Nela têm conteúdo BL e violência. Essa WebComic pode ser encontrada no Lezhin[1], um site cheio de mercenários, idiotas e anormais que possui várias histórias de autores fracassados na maioria asiática.

História[editar]

Sangwoo abraçando o Yonbum apos o obrigar a fazer um servicinho

A história da WebComic é de um garoto stalker burro desgraçado chamado Yoonbum, ele é apaixonado por um garoto desde o dia que o conheceu no exército. Depois de seus 22 anos, ele enjoa do seu dildo invade a casa da sua vítima, Sangwoo na qual se esfrega na cama de seu amado. Só que ninguém sabia que essa "vítima" era um bipolar psicopata. Lá Yoonbum encontra um corpo de uma garota que lhe pede ajuda, mas infelizmente Sangwoo chega em casa e percebe que havia algo estranho. E então ele desce no porão e está la, Yoonbum, o qual recebe uma porrada na cabeça (Ui! Que romântico!). Mas não acaba por ai, logo em seguida Sangwoo quebra as pernas do stalker (com uma marreta) e o faz viver com ele em troca de favores sexuais por que ele "lembrava sua mãe", o obrigando a lhe servir. Yoonbum como é um imbecil uma pessoa que sofre com problemas psicológicos graças ao seu tio que lhe violentou e estuprou e a morte de seus pais, aceita isso tudo. No decorrer da história um policial imbecil que não carrega uma arma tenta investigar o caso. No entanto, é obvio que ele vai falhando miseravelmente, começando por sua incrível ideia de invadir a casa do psicopata sem um mandato (e arma). Além de também não possuir nenhuma prova e ter uma péssima reputação na delegacia onde trabalha, com fama de ser um estrupador de crianças do parquinho atrapalhado nas investigações, pois sempre acusou inocentes. Logo, o policial começa a stalkear investigar o doente mental e decide persegui-los até um cabaré gay restaurante e até tenta estuprar o Bum no banheiro interrogar Bum para sua investigação enquanto Sangwoo trabalha, Sangwoo chega no banheiro e vê os dois se pegando quase pega o policial no pulo (o policial quase mijou nas calças), por sorte, ele conseguiu se espremer atrás da porta do banheiro.

Personagens[editar]

Yoonbum

Moleque burro stalker, traumatizado, masoquista que sofre síndrome de estocolmo, e também é um virjão lerdo que nunca pega ninguém sofre os abusos diários de Sangwoo (como se já não bastasse os própios traumas). Sangwoo obrigava o magrelo a se travestir para satisfazer seus fetiches incestuosos ficar parecido com sua mãe e ficava mais lindo e charmoso que qualquer drag, Sangwoo já fez o cara descer de ski, ir pra suruba encontro de amigos e sentar no colo de um gordo chato pra caralho, matar uma guria que transou com o Sangwoo na frente dele, dentre outras barbaridades que não se sabe,senão esse manhwa seria banido que esse guri aceitou por ser masoquista.

Oh Sangwoo

Um doente mental sádico que gosta de pegar alguma puta qualquer num cabaré e levar pra matar na casa dele, salvou Yoonbum de ser abusado e então o moleque virou seu maior fã, teve uma infância trágica e triste (alguém nesse manhwa tem vida feliz?), onde a mãe era agredida pelo pai pelo pai e outras coisas que fizeram ele virar um psicopata. Aparentemente matou os própios pais e depois foi pro exército, onde conheceu o Bum e salvou ele de ser estuprado, encontrou o guri roubando roupas na casa dele e fez ele ficar no porão, enxergou a imagem de sua mãe em Bum, o que fez ele ficar excitado criar uma imagem materna no Bum (ou seja, coisa de incestuoso doente.) e começou a obrigar o Bum a ser seu escravo sexual e a matar pessoas junto com ele.

Yang Seungbae/Policial fracassado Um policial que igual todo o elenco desse manhwa, possui uma vida de merda sendo um policial rebaixado, injustiçado e imbecil atrapalhado em suas investigações, seu passatempo favorito é abusar de crianças no parquinho fazer parkour, já invadiu a casa de Sangwoo (sem um mandato e arma, por ser muito inteligente) e encontrou o Bum magrelo, desnutrido, quase apodrecendo lá dentro, Sangwoo chega e acaba pegando os dois na cama, entrando numa luta com o policial, por sorte, consegue prender o psicopata, porém, ele perde o emprego porque não acreditam nele e o infeliz Sangwoo disse que ele e Bum estavam namorando e obviamente Bum achou que era verdade por ter o cérebro ferrado, mas não saiu sem antes, quebrar o Sangwoo na porrada.

Fandom[editar]

Sangwoo Psicodélico

O Fandom de Killing Stalking é dividido em 4 áreas:

  1. Pessoas que são doentes viciados em Yaoi (gênero de conteúdo asiático que contém relações entre 2 homens, ou até 5) que shippam Yoonbum x Sangwoo com todas suas forças.
  2. É a que odeia a área, são os que shippam Sangwoo x Cadeia e Yoonbum x Psicólogo, apesar dele não ser tão inocente assim.
  3. Área que tem os super-problematizadores que lêem mas odeiam tudo da WebComic, fazendo textão no Facebook ou Twitter que quem shippa ou defende isso é retardado.
  4. E finalmente a , a que só lê porque pensa que não tem nada pra fazer como eu, no entanto, tem tempo de sobra para adquirir um futuro descente, afinal parece ser incrível se tornar caixa de um super mercado, não é mesmo?

Famosinho[editar]

A maioria dos jovens emos, otakus trevosos, eu do século 21 ,tendem a enaltecer o que possui violência psicológica e física, pois acham isso maneiro. Por serem isolados na vida real e fracassados, possuem vários amigos virtuais para indicarem a super inovadora WebComic. Esse ciclo nunca acaba e então vêm surgindo mais fãs de diversos paises, os quais decidem pegar ilegalmente e redistribuir traduções gratuitas em blogs e até em páginas no facebook. Gerando então milhares de aberrações fãs que adoram fazer fanarts e cosplays dos personagens.

Para os que querem saber mais sobre Killing Stalking[editar]

Acessem aqui e tenham uma boa noite de sono.

Referências

{{quadrinhos}