Kodama

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Caboco.jpg Bem-vindo à selva!

Este artigo é sobre algo ou alguém localizado no meio do mato e vai te levar para o Lado Verde Escuro da Força. Se vandalizares, Rambo vai descarregar a metralhadora no meio da tua fuça!


Kodama é um bicho feio que vive nas florestas e mora em cima das árvores no Japão. Eles protegem a natureza e assustam os filhos da puta que estragam o meio ambiente. Ou seja, são praticamente os primos japoneses do nosso Curupira.

Mito[editar]

Kodamas não sabem ser muito discretos...

É meio difícil descrever um kodama, até porque eu nunca vi nenhum (ainda bem, porque se tivesse visto, estaria com sérios problemas de esquizofrenia), mas graças ao modo como eles foram desenhados por Hayao Miyazaki no anime Princesa Mononoke, agora são quase sempre imaginados e representados artisticamente com figuras parecidas com fantasmas infantis, lembrando muito o Gasparzinho ou o Penadinho.

Os kodamas têm fama de serem criaturas extremamente pacíficas, afinal de contas, vivem em meio a todo tipo de planta e vegetal, incluindo camomila, maracujá, maconha e outros calmantes naturais que ajudam a manter seu humor sempre calmo e tranquilo. Mas eles também não possuem sangue de barata (aliás, não possuem sangue nenhum, já que são apenas espíritos) e podem ficar bem agressivos se alguém conseguir irritá-los.

Ao contrário de nós humanos, quanto mais um kodama envelhece, maior sua força e poder. Mas isso só é perceptível se um deles resolver te atacar, porque as caras de criança com síndrome de down permanecem as mesmas.

Truques de kodama[editar]

Kodamas fazem parte da mitologia japonesa, logo, podem ser considerados youkais. Isso significa que eles são dotados de habilidades sobrenaturais assim como seus demais companheiros bizarros criados para encher linguiça no folclore nipônico. No caso, o kodama é capaz de imitar as vozes das pessoas, seja lá qual for a utilidade disso. Portanto, da próxima vez que ouvir um eco por aí, já fique sabendo que com toda certeza não é um kodama.

Modos de se encontrar um kodama[editar]

Kodama sensualizando, em ensaio exclusivo para a Playoukai.

No Brasil, encontrar um kodama é uma tarefa praticamente impossível. O mais provável é achar seres mitológicos brasileiros, como o já citado Curupira e a Caipora, mas caso algum babaca aí que estiver lendo este artigo queira tentar a sorte e mesmo assim catar um kodama, seguem algumas dicas furadas abaixo:

  • Vá para o meio do mato e dê uma bela de uma cagada. Kodamas odeiam gente que suje e polua suas terras, e nada pode causar um efeito mais devastador do que uma bosta feita por um merda. Para garantir maiores possibilidades de sucesso, recomenda-se passar entre 24 e 42 dias sem cagar. Assim que o prazo expirar, compre todos os laxantes que tiver na farmácia e tome-os de uma vez só. Aí sim, siga os passos que foram descritos anteriormente.
  • Caso a dica anterior não faça surgir um kodama, tente repetir todo o processo novamente e não use papel higiênico: esfregue a bunda nas árvores para se limpar. Dificilmente os kodamas não ficarão putos, afinal, é a casa deles que estará sendo emporcalhada.