Krāslava (municipalidade)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Krāslava é a municipalidade que o País esquecido não sabia que tinha.

Municipalidade[editar]

Sede do governo de Krāslava, pelo menos em melhor estado do que o resto da Letônia.

O distrito de Krāslava faz divisa com a Rússia, com a Lituânia, talvez com a Ucrânia, com a Fábrica de Chocolate, com um rio e com um amontoado de árvores. Em questão de população, Krāslava possui vários camponeses que são os caipiras da Letônia.

A principal atividade econômica de acordo com o governo da municipalidade (que nunca foi achado ou é inexistente) é a agricultura (assim como em toda a Letônia) de um alimento que os camponeses não sabem qual é mas por baixo dos panos o contrabando é a melhor coisa que tem nessa divisa além de que é o lugar onde os fugitivos da prisão Letã fogem, pois lá eles nunca serão achados.

Com todas essas características podemos afirmar que Krāslava é o acre da Letônia que não existe para nenhum país nem mesmo para o qual pertence.

População[editar]

A população se compõem em:

  • População total desse fim de mundo: 30 mil (como deve existir desocupados nesse mundo)
    • Machos Homens (Na Letônia ninguém é macho mesmo): 20 mil
    • Gostosas: 1 mil
    • Russos, bielorrussos, Árvores e Indefinidos: 9 mil
    • Analfabetos: 100% dos letãos, 5% dos russos e 0% das árvores.
    • Natalidade: WTF? Não se faz sexo aqui.

Participação de Krāslava no país[editar]

A municipalidade de Krāslava, se alguém procurasse, iria ver que ele realmente existe já que diferente do Acre ele produz alguma coisa, como Lenha e aquele 0,000000000000001% de produção agrícola total das municipalidades da Letônia.