Lado Anti-Força da Força

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Tomadinha do poder.jpg Lado Anti-força da Força tem PODER!
E te levará para qualquer lado da Força.


Exemplo de um típico vilão que acha que pode ser do Lado Anti-Força da Força.
Lhe falta ódio, cabrão!

Cquote1.svg Você quis dizer: Paradoxo Cquote1.svg
Google sobre Lado Anti-força da Força
Cquote1.svg Você quis dizer: Inveja Cquote1.svg
Google sobre Lado Anti-força da Força
Cquote1.png Experimente também: Tomar vergonha na cara Cquote2.png
Sugestão do Google para Lado Anti-força da Força
Cquote1.svg Isto non eczi... ARGH! Cquote2.svg
Padre Quevedo sobre a existência da Anti-Força.
Cquote1.svg Isto ecziste! Cquote2.svg
Padre Quevedo após ser dominado pela Anti-Força.
Cquote1.svg SOME DAQUI MEO! SOME DAQUI! Cquote2.svg
Anti-Força sobre Força
Cquote1.svg O único "anti" que eu conheço é o do antiácido! Cquote2.svg
Carla Perez sobre Anti-força
Cquote1.svg Isso é pior do que artigos que ainda me usam pra fazer humor! Cquote2.svg
Chuck Norris sobre Anti-força
Cquote1.svg Eu vou acabar com a SUA força! Cquote2.svg
Companhia de rede elétrica sobre você não ter pago a conta do mês passado.

Introdução[editar]

Você ao tentar entender esse artigo

O Lado Anti-Força da Força tem como objetivo acabar com a Força através da força, assim aniquilando todos os vestígios da Força sem utilizá-la de fato, mas apenas com a força de seu usuário (não a Força, só a força). Para isso, procura-se o extermínio de todos que estejam relacionados com a Força ou que a possuam; como os mestres da Força, os pupilos da Força, a Internet, a pomada Minâncora, a Sukita sabor laranja, a bebida alcoólica Velho Barreiro e você (porquê pra estar vivo até hoje, você tem é que ter muita força de vontade}.

Não a confunda com o Lado Negro da Força, essa aí só quer saber de cheirar gatinhos e tomar vinho no cemitério ouvindo Evanescence.

A Separação dos Lados[editar]

As festas mais badaladas com as participantes mais belas de todo o cosmos.

A Anti-Força surgiu em um momento de extremo pacifismo entre os reinos. Na época, existiam apenas o Lado Iluminado da Força e o Lado Rosa Choque da Força, que viviam em paz em meio à festas invadidas visitadas por Amaury Jr. e regadas às maiores surubas intergaláticas já presenciadas pelos olhos de qualquer um que visse de fora. Porém, nada que cheira são flores - na maiorias das vezes é merda. E era merda mesmo o que havia acontecido.

Clodovil, segurando um copo de champanhe enquanto percorria cuidadosamente um caminho esguio em meio a corpos desmaiados de tesão e cheiro de suor, esbarrou em Varth Dader, principal membro do lado Iluminado, e derramou seu champanhe no rosto de Dader. Seria um acidente comum, porém o que ele não sabia era que Clodovil não tinha só apenas cu de ferro, mas também um estômago de cachaceiro que apenas os maiores bêbados poderiam compreender. O seu Chandon batizado com rebite, anabolizante pra cavalo e doses altíssimas de LSD e THC fizeram uma substância química ácida que corroeu toda a face do pobre Dader. Ao invés de ajudá-lo, a bicha louca do Clodovil começou a xingar incessantemente sobre como acabara de desperdiçar o dinheiro de seu drinque luxuoso pra servir de Renew em rosto alheio.

Puto com aquele ultraje, em um acesso de raiva Dader utilizou da Força para quebrar o pescoço do patrulheiro Rosa Choque que o denegriu como se fosse um mero peru (ui!) para abate. Derramando lágrimas de ódio, David Brasil ficou tão assustado, tão sem reação, que embolou a língua na hora de comentar algo sobre a revoltante situação e gaguejou. Gaguejou tanto que nunca mais deixou de gaguejar. Ele declarou guerra contra todos, e fugiu com sua própria panelinha.

E imaginar que quem começou tudo foi essa bicha louca...

Mas, acima de tudo, quem mais se abismou com o uso da força para tamanha barbárie foi Gilberto Barros. No momento ele participava de uma orgia com o macaco Twelves e a sua tão amada Burgman da Suzuki, quando ouviu os berros de uma franga histérica se descabelando toda. Ao chegar no salão principal e ver o que estava acontecendo, a cena exata conseguia ser pior que imaginar o Tim Maia de biquíni: a morte de Clodovil. Horrorizado por ver do que a Força era capaz, ele subornou seus amigos a entrarem para o seu lado com uma cópia do CD de Kasino - Light of Love e se unirem a uma empreitada: parar o uso da Força.

Porém, o que parecia uma simples missão se tornou algo tremendamente complicado. Semelhante ao veganismo, o movimento era apenas um estilo de vida alternativo para se sentir bem consigo mesmo. Mas a morte do Clô desencadeou uma série de mortes e rebeliões em cadeia jamais vista. Assim, a missão de Gilbertinho & Cia. se corrompeu para o maior extremo que poderia existir: o extermínio completo e total da Força.


Como - e quando - ela é aplicada?[editar]

Digamos que você é só mais um retardado desinformado sobre os eventos cósmicos mais importantes do Descicloverso e não saiba os atos atrociosos feitos pelos membros. Em geral, eles nunca utilizam da Força, mas apenas da força. Como assim? Ao invés de eles utilizarem da Força, conhecida por quebrar pescoços alheios e esquentar seu Cup Noodles, eles utilizam da força física e bruta. Qualquer coisa que possa ser resolvida na base da porrada, não só pode como deve ser feita desta maneira. Qualquer um que é pego utilizando da Força, seja em um momento critico de batalha ou para bater uma punhetinha telecinética, é morto na base do porrete e vira a sopinha da semana.

Porém, a Anti-Força não é só o ato de meter o porradão. A ausência de uso da Força já é a própria Anti-Força. Assim, ela é mais comum no nosso dia-a-dia do que aparenta, sendo utilizada quando:

Uma típica armadilha-livro do esquadrão da Força - fiquem atentos!
  • Você tira o cachorro do quarto para bater a gloriosa.
  • Comete um suícídio, pois você está exterminando a própria força que reside dentro de você (Jamais faça isso! Suicídio é punido com pena de morte para os Anti-Força!)
  • Você escreve um artigo, pois pra sair tanta merda em linhas tão pequenas é sinal de que você tá usando tudo, menos o cérebro pra trabalhar nisso aí.
  • Quando você produz um paradoxo, principalmente ao falar que é o Lado Anti-Força da Força ou quando se fala que nenhuma verdade é absoluta (mas cuidado! Voltar no tempo pra fazer o paradoxo de matar o próprio pai é considerado um ato de uso da Força e pode te render uma noite na prisão na companhia de Alexandre Frota ou o Demacol em pessoa!
  • Quando você se acha superior por ouvir algum gênero musical ou algum estilo próprio (Mas cuidado! Utilizar dessa técnica pode resultar no esgotamento de toda sua Força, assim como da sua reputação - que já é baixa pra caralho).
  • Quando você apenas tenta chupar o próprio pau. Conseguir chupá-lo pode ter influências da Força e te fazer passar a noite no xilindró. Porém, eles não tem regra alguma contra chupar o pau do seu amigão. Pode ir na fé.




Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Lado Anti-força da Força no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg