Lagoão

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
A prefeitura de Lagoão e seus banheiros modernos
NewBouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Lagoão.

Lagoão é uma cidade que fica no Rio Grande do Sul e recebe um nome que indica claramente que a cidade fica no interior e que logicamente só é conhecida por caminhoneiros, os únicos seres humanos que tem coragem de se aventurar por um lugar desses.

Lagoão tem 6.000 habitantes corajosos que batem o recorde de pessoas mais burras de todo Rio Grande do Sul. Os imigrantes eram a maioria portugueses, por isso as colônias ainda estão atrasadas por lá e eles ainda usam patentes importadas da Índia.

História[editar]

A história de Lagoão se resume as explorações que ocorriam pela região Sul que era um santo gral para manter os trabalhos dos aventureiros. Depois que o Indiana Jones começou a explorar a Amazônia em busca de petróleo tesouros como a Caveira de Cristal, os aventureiros sofreram muito para manter seus empregos, tal como ocorrem com os cientistas atualmente.

Então, começaram a inventar que na região sul tinham coisas que caso essas coisas fossem reveladas ao mundo mudaria ele para sempre.

Os aventureiros estavam explorando a região de cima do Rio Grande do Sul, pois era a primeira parte do Rio Grande que fazia algum tipo de contato com os argentinos, uruguaianose os paraguaianos. Por lá acharam as cidades e terrenos geológicos bizarros, tal como existia em Estação onde o terreno era inadequado para trilhos de trem, mas mesmo assim as pessoas procuraram construir algo lá.

Com Lagoão não foi diferente: o lago que existia por lá não permitia que as pessoas que morassem lá tivessem um estilo de vida completamente bom em que se pudesse plantar coisas: o solo era infértil e as águas poluídas por Carazinho faziam peixes gigantes engolirem pessoas desavisadas.

Colonização[editar]

Com os tempos, descobriram que o Lagoão nunca existiu e que era apenas obra da mente das pessoas... Um final do Sexto Sentido no sul do Brasil? Isso é globalização!

O detalhe foi: os colonizadores eram portugueses. Se havia peixes gigantes, merda boiando na água e risco de vida, não fazia diferença! O sonho português de ter um lugar só para ele não seria afetado. O resultado foi que 70% da população foi morta após o "terror dos mares" ter engolido boa parte da vila e nunca mais ter aparecido.

Então isso abriu espaço para os italianos e alemães que são os maiores metidos que queriam criar uma sociedade cultural (vulgo Estados Unidos do Sul). A população ficou misturada de europeus que então criaram uma parte da cidade bem desenvolvida e outra que era a dos portugueses restantes que insistiam em fazer práticas suicidas como morar perto dos lagos em condições baixas.

A cidade prosseguiu crescimento, até que...

Lagoão[editar]

O Lagoão nunca foi visto de fato: após 50 anos de expansão da cidade, o Lagoão nunca foi achado nem indícios dos peixes mortíferos.

O Lagoão sempre foi obra de uma mente insana... Os prefeitos estão discutindo se o cano de esgoto estourado seria o Lagoão, mas muito provavelmente não é.