Libelo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

O CONTEÚDO ABAIXO É SEMI-SÉRIO! Para bom entendedor, apenas uma ironia basta


Libelo, de acordo com a nobre Wikipedia, é falar mal dos outros. Aqui na Desciclopédia é falar mal dos outros sem ser engraçado, apenas idiota

O libelo fere o mandamento 3 da Desciclopédia, não escreverás com raivinha pessoal. O Libelo também fere os postulados do Desciclopédia:Sobre. Libelos devem ser revertidos sem dó nem piedade pelos utilizadores mais experientes. Na dúvida, soque um admin para mediar a reversão.

Exemplo de libelo[editar]

Fulano é o maior jornalista econômico de todos os tempos, mesmo tendo previsto que a Crise das Ponto.com nunca viria. E veio, mas o Mercado que errou, ele não... (exemplo de humor irônico)

Exemplo de Libelo defendendo o parceiro de users maus

Exemplo de mudança feita por quem tem raivinha:

Fulano é um MIGUXXXXXO, uma bixona pedófila e pederasta, que escreve no jornal de EMUS na coluna dos viadinhos. Ele viveu com seu amigo Adolf Hitler na Cohab e pediu para que todos enfiassem um pau no seu cu e gozassem na boca de sua mae

Ai o sujeito vem, apaga o primeiro texto e coloca o segundo. Foda, porque nas mudanças parece que se acrescentou texto.

Ou seja, se o primeiro já era sofrivelmente pouco engraçado, o segundo ficou horrivelmente idiota e nada engraçado.