Locos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Cquote1.svg Você quis dizer: Louco? Cquote2.svg
Google sobre Locos
Cquote1.svg É um molusco Cquote2.svg
um chileno dando uma ampla explicação do que é um loco

Possível forma natural de um loco

Um loco é uma fina iguaria do Oceano Pacífico. Trata-se de um dos muitos frutos do mar bizarros do Chile que deve ser servido com muito limão, salsinha e maionese. Dizem as más linguas que é porque ele não tem gosto de nada, por isso que deve entrar o tempero. Mentira. É uma iguaria finíssima que só os gostos mais requintados podem apreciar.

Reprodução dos locos

A consistência de um loco lembra carne de frango feita no micro-ondas. Mas muito superior.

Os locos crescem na costa chilena graças a Corrente de Humbolt que traz os minerais as porcarias expelidas pelos vulcões submarinos como cobalto, tório e amerício para as águas permitindo o crescimento dos moluscos. Seu preparo requer a sutileza de um lutador de esgrima para abrir corretamente a concha e a versatilidade de um lutador de boxe para bater até amaciar a carne.

Um loco bem preparado pode ser acompanhado de outros primos marinhos, como ostras, ouriços, estrelas do mar, pepinos do mar (para a salada) e um bom vinho. Dizem que os locos são afrodisíacos. Basta comer um loco e você de noite pode furar seu colchão e mijar no teto. Mesmo assim isso não explica as contínuas quedas na taxa de natalidade chilena.

Por que locos?[editar]

Dizem que este foi o nome dado aos primeiros que cozinharam e comeram este molusco.

Locos no Brasil[editar]

Ah, aquele marisco colorido que nasce nas águas limpas da baia de Santos ou Guanabara não são locos. Mas sempre dá para enganar algum turista americano