Luciano Burti

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png O desgaste dos pneus dos carros forma essa sujeira chamada de "marbles", que significa bolinhas de gude, porque parecem bolinhas de gude e tiram toda aderência quando um carro passa por essa parte da pista Cquote2.png
Luciano Burti, comentando essa mesma merda pela trigésima vez durante uma transmissão

Luciano Burti é um piloto de automobilismo sem audácia e sem arrojo considerado um dos piores que já existiram no Brasil. Fazia sempre uma cagada maior que a outra. A sua inabilidade como piloto fica clara quando aparece como comentarista nas transmissões das corridas de Formula 1, quando palpita coisas ridículas como "seria melhor ele não ter ultrapassado agora e administrado a segunda colocação" ou "eu acho que ele está rápido demais, isso pode ser ruim para o desgaste do motor do carro" ou "está correto, ele não precisava defender a posição, é melhor deixar passar e administrar os pneus".

Kart[editar]

Luciano Burti foi parido em 5 de março de 1975. Seus pais notaram que os brinquedos de Luciano estavam sempre quebrados e não sabiam o que fazer para fazê-lo não quebrar. Aí resolveram dar um kart para ele, mas já na sua primeira corrida viu que não tinha sucesso.

Luciano demonstrou-se pior que Kazuki Nakajima no kart, fez uma cagada enorme ele passou reto na primeira curva e acertou o muro empurrando outro kart ao muro. Os seus coleguinhas de kart acharam ele um piloto muito ruim e suicida, então baniram o do campeonato de kart.

Fórmula 1[editar]

A pessoa com quem ele mais convive.

Fazendo tanta merda em todas as categorias do automobilismo até que chegou a hora de tentar a Fórmula 1. Iniciou a carreira numa equipe semi-falida chamada Jaguar, fazendo cagadas demonstrando-se candidato a ser o pior piloto da história do automobilismo mundial. Após resultados horríveis conseguiu comer Alain Prost para conseguir uma vaga na sua terrível equipe.

Tentou melhorar sua situação na Prost com uma entrada fazendo com que Alain Prost gostasse dele, mas aí Burti conseguiu fazer mais merda que Rubens Barrichello, cuja cena memorável ocorreu no GP da Bélgica de 2001, quando sofreu um acidente onde provou ser ruim mesmo ao ir reto numa curva super simples.

Até voltou depois, sempre demonstrando sua falta de habilidade, fazendo as pessoas pensarem que ele era fracassado, e as pessoas acertaram não torcer para ele, pois Luciano Burti não conquistou nenhum ponto na vida, tudo graças ao seu medo terrível de ultrapassar os outros os desgastar demais os pneus do carro.

Stock Car[editar]

No final de carreira foi se juntar a outros semi-aposentados na Stock Car, onde também jamais conseguiu uma ultrapassagem sequer. Aí Galvão Bueno ficou com pena e chamou ele para trabalhar como comentarista de Formula 1 e zoar os pilotos. Deve ter rolado alguma coisa por trás das câmeras com Galvão pois ele ficou muito tempo comentando mesmo que só falasse merda e sempre reprovasse quando algum piloto começava a andar rápido demais.

v d e h
Pilotos da Fórmula 1