Luiz Fux

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Judeu0.jpg Cadê o moedinha?

Este artigo é judeu! Ele odeia romanos, foi escolhido por Javé e não come lagosta porque é caro e anti-kosher. O autor deste artigo provavelmente é contador e deve estar cuidando da lujinha.

Rioband.jpg Coé, merhmão, eshte arhtchigo eh CARIOCA!

Não vandalize, senão a chapa vai ficarh quentche, cara. Agora deixa eu irh na praia pegarh um bronze nesse sol de 50 graush, comendo unsh bishcoitosh.


Luiz Fux
Cantor luiz fux.jpg
Luiz Fux em um de seus shows covers
Ministro no Supremo Tribunal Federal
Período 3 de março de 2011 até hoje
Nível de honestidade Baixo, ruim, pobre... Judeu
Perfil
Nascimento
Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Bandeira do Brasil Brasil
Religião Capitalismo
Profissional
Profissão semi-deus
Dados Pessoais
Sexo link={{{3}}} Masculino
Vícios Dinheiro, já que o sangue dele é feito de níquel e cobre


Luiz Fucks (Rio de Janeiro, 26 de abril de 1953), mais conhecido pelo nome artístico Luiz Fux é um cantor, ator e performista brasileiro cujo nome já é uma piada pronta. O cantor é conhecido por seus inúmeros sucessos cantados como um cover oficial do Tim Maia, com carta de permissão escrita a próprio punho pelo cantor, antes do mesmo vir a óbito, em 2003. Quando não está nos seus shows, Luiz Fux aparece no Supremo Tribunal Federal, mas isso apenas em votações importantes.

Multitalentoso, Luiz Fux ainda é lutador faixa preta de Jiu-Jitsu, sendo sete vezes campeão da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu, onde só perde pra alguma cria da linhagem do criador desse estilo de luta. O ministro também sabe dançar Capoeira[carece de fontes].

Biografia[editar]

Oriundo de uma tradicional família de lutadores romeno-judaica (grau altíssimo de parentesco com Zangief), Luiz Fux foi parido em abril de 1953, na Cidade Desastrosa.

Desde pequeno, Luiz sempre mostrou disposição para encarar assuntos chatos do dia-a-dia. Como ele e seus pais queriam uma forma de ganhar muito dinheiro de forma fácil, então colocaram o pequeno Luizinho em um cursinho de Direito pra ver se o pequeno moleque se tornara um adevogado um dia.

O primeiro trampo do ministro depois de formado, foi como estagiário na Shell®. Como é uma empresa que uma hora ou outra arrumava algum problema com o governo brasileiro, o Luiz Fux saiu da experiência com as costas e as orelhas quentes. Depois dessa terrível experiência como porta-voz da empresa nos tribunais, Luiz Fux saiu preparado para sair pulando nas cadeiras de desembargadores, passando pelo Superior Tribunal de Justiça e finalmente, chegando até o tão sonhado assento moreno e macio do Supremo Tribunal Federal.

Superior Tribunal de Justiça[editar]

Luiz passou quase 10 anos na segunda maior instância de tribunal do país e é óbvio que não passaria por aquele recinto sem deixar algum escândalo passar em branco.

O ministro, assíduo comprador dos carnês da Tele-Sena® votou contra a personificação do jogo do bicho como sendo o que ele é, definindo-o apenas como um simples título de captalização — eufemismo para jogo de azar, já que ninguém ganhar porra nenhuma naquilo. O ministro justificou seu voto naquela ocasião apenas repetindo o jargão exibido em todo santo comercial daquele produto:

Cquote1.png Tele-tele, Tele-Sena™!! Eeêu voou ganhaáar, na Tele-Sena™! Cquote2.png
Luiz Fux, explicando seu voto no caso

Luiz Fux também é um exímio traficante de influência, carteirador puro. Tanto que entrava pela porta dos funcionários das companhias aéreas cobrando assentos exclusivos na classe executiva das aeronaves. Era isso ou ver a companhia aparecer na próxima pauta do tribunal. Obviamente que ninguém ia se opor.

Quando estava se acostumando as benesses de um cargo público, o então ministro do STJ é surpreendido pelo amigo de longa data e aliado político, José Dirceu, pedindo além de esmolas, uma absorção lenta, gradual e segura do Mensalão. O companheiro de tribunal não poderia desapontar um antigo aliado de lutas.

Supremo Tribunal Federal[editar]

Em 2011, Luiz Fux foi nomeado pela então mandioca presidenciável. Ela entendeu que suas habilidades como lutador de jiu-jitsu seriam muito úteis para tentar colocar um pouco de ordem naquela casa, enquanto ele já entrou mostrando que gosta do estilo do Gilmar Mendes e não dá bola para a opinião pública. Só para provar isso deu um arrego para os fichas sujas e botou para fora alguns fichas limpas eleitos nas últimas eleições, quando resolveu votar contra a "temida" Lei da Ficha Limpa.

Em 2014, gozando de plenos poderes oferecidos pelo cargo, Fux mandaram seus cabeças de bagre do Rio de Janeiro nomearem a princesinha do papai dele para o comando de todos os tribunais do estado. A menina que mal sabia limpar as calças foi eleita pelos capatazes de Fux como desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Seu colega de pensão do STF, Marco Aurélio Collor de Mello fez o mesmo com a merdinha incapaz dele.

Ver também[editar]

Precedido por
Eros °
Ministro do Supremo Tribunal Federal
2011 – atualidade
Sucedido por
...ele ainda está lá.