MC Duduzinho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Barangasdofunk.JPG ♪ DESCE AÍ, NOVINHA!! ♫

Este artigo é sobre Funk Carioca

Cuidado! Você pode pegar AIDS, gonorreia ou
hemorragia auricular lendo este artigo.

ESTE ARTIGO É SOBRE UM GALÃ!!

Ele provavelmente não passa de um BBB: bom, bonito e burro pra cacete. Mas e daí? As mulheres (e alguns homens) ficam babando litros toda vez que ele aparece na TV (ou em revistas), já que ele é um

GALÃ.

Clarksaradao.jpg
Emblem-sound.svg.png MC Duduzinho
Dudu funkeiro.jpg
Dudu e seus olhos verdes comprados no camelô
Nome Luiz Eduardo Medeiros da Pindamonhangaba
Origem Bandeira do Brasil Brasil Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Sexo Com as novinhas
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Voz e... só isso mesmo
Gênero Funk carioca
Influências Mister Catra, Caetano Veloso
Nível de Habilidade Médio-cre Existem piores
Aparência Parecida com a do Drew
Plásticas Nenhuma
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Arrotar
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
MC Créu

Cquote1.png Normal... mamãe passou açúcar em mim. Cquote2.png
Duduzinho sobre sua mãe ser retardada.
Cquote1.png Não é que eu seja bonito... é que minha beleza é acima da média. Cquote2.png
Duduzinho sobre humildade.
Cquote1.png Meu ex-marido. Cquote2.png
Tati Quebra-Barraco sobre MC Duduzinho.
Cquote1.png Gostei dessa música! Cquote2.png
MC Smith sobre "Tô Pro Crime".
Cquote1.png Ainda não cheguei a conhecê-lo. Cquote2.png
Talento sobre MC Duduzinho.

MC Duduzinho (7 de outubro de 1992) é um rapaz criado a leite com pêra e Ovomaltine que enveredou pelo caminho nebuloso do funk carioca e nunca mais voltou a ser uma pessoa normal (como qualquer um que trilha esse caminho de perdição). Alguns acusam Duduzinho de fazer sucesso só por causa de sua beleza, entretanto ficou provado que ele faz sucesso também pelo fato de ser um dos poucos funkeiros alfabetizados do mercado pornô fonográfico.

Biografia[editar]

Dudu vivia tranquilamente no bairro da Penha no Rio de Janeiro quando lhe bateu um desejo de dar a bunda. Sua mãe logo lhe repreendeu e disse que "se fosse para criar filho viado eu não teria mandado seu irmão para adoção", obrigando o pobre Dudu a reprimir seus desejos incontidos e virar um machão bem macho que é atualmente. Depois de resolver sua sexualidade Dudud planejava se tornar um futebolista de qualquer jeito, mesmo que nem soubesse o que era um "escanteio", e no final não foi contratado por nenhum clube por ser um perna-de-pau fodido.

Ele ainda persistiu em conseguir uma carreira artística e se tornou aqueles vendedores de lanchonete que vestem roupa de frango, mas por ser um cara bonito acabou sendo demitido ppr atrair um número excedente de meninas solteiras para o estabelecimento. Dudu já andava cabisbaixo pelas ruas deixando os cães mijarem em sua calça e a porra toda quando uma luz vinda do bueiro céu se manifestou para ele: era Jesus o Funk. Dudu não sabia cantar e nem tinha postura de marginal funkeiro, no entanto seu rostinho bonito já era mais do que suficiente para fazer uma "sucessagem" sinistra.

O primeiro baile de Duduzinho foi um fiasco: ele cantou o show inteiro com o microfone desligado, ficou olhando para o chão o tempo todo e esqueceu a letra das três músicas que cantou, as únicas que ele conseguiu compor. Com o tempo e com a ajuda da Furacão 2000 de empresários Dudu "lançou" a música e obra poética Mamãe Passou Açúcar em Mim o hit de estréia da carreira de sucessagem de Duduzinho. Anos depois ele se tornaria um dos principais nomes do Funk no Paraguai e Rio de Janeiro.

Sucessos[editar]