Mario Party 8

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Mario Party 8 é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, KOS-MOS passa por alguns reparos.


Mario Party 10
Mario Party 8 SSBM.jpg

Desde o N64 essa merda.

Informações
Desenvolvedor Hudson Soft
Publicador Nintendo
Ano 2007
Gênero tabuleiro
Plataformas Wii
Avaliação AAA%
Idade para jogar Conteúdo adulto (sexo, drogas, violência, etc.)

Cquote1.png 999.999; 1.000.000! Cquote2.png
Shigeru Miyamoto sobre número de títulos de Mario Party lançados

Cquote1.png 1.000 moedas pela estrela Cquote2.png
Toad sobre inflação

Cquote1.png Na próxima edição eu apareço Cquote2.png
Sonic sobre Mario Party 8

Marioparty8.png Mario Party 8 é o décimo primeiro jogo da série Mario Party, pois apesar do número 8, foi lançado após Mario Party 0, Wario Party e Mario Party 7,5. O jogo ganhou o prêmio anual da E3 na categoria pior cúmulo da desoriginalidade.

Jogabilidade[editar]

A precisão dos movimentos está no Wii Remote.

Substituindo o microfone/vibrador do GameCube especial para o Mario Party 6 e Mario Party 7, em Mario Party 8 o jogador deve usar aquele controle do Wii, o vibrador oficial do console.

Com novos novos 100 minigames, os jogadores devem fazer coisas inimagináveis com aquele controle em formato de pênis para poderem ganhar moedas (é quase prostituição), e com essas moedas tentar comprar estrelas, mas como você só tira 1 no dado, isso pode ficar difícil.

No tabuleiro, depois de tanto Mario Party é difícil criar alguma novidade, o máximo que os caras conseguiram fazer foi substituir os tradicionais cogumelos alucinógenos por balas de maconha.

História[editar]

Com uma história mais furada e imbecil que outra, o jogo conta que um funkeiro de renome internacional chamado MC Dollynho e seu chapéu falante convidam Mario e sua turma para participar do carnaval no Brasil, local de orgia certa.

Apesar de terem levado 2 anos para produzir o jogo, ele continua a mesma bosta de sempre. Seguindo essa tradição, o ponto forte do jogo é a interação social que ele proporciona ao iniciar inimizades e porradas entre ex-amigos, após um roubar a estrela do outro.

Personagens[editar]

Quando você acha que viu tudo tomando LSD, aparece uma figura dessas...

Com os mesmos personagens de sempre. O jogo introduz dois personagens bizarros: uma lula e uma tartaruga maníaca por martelos.

Tabuleiros[editar]

Shows que ocorrem no saguão dos hotéis de Koopa.
  • DK's Treetop Temple - Tabuleiro simples e idiota que lembra a floresta amazônica.
  • Goomba's Booty Boardwalk - Um dos tabuleiros mais enjoativos dentre todos os Mario Party existentes. Você sai andando reto num lugar que parece a calçada de Copacabana, e ganha quem tirar os maiores números nos dados (ou seja, nunca será você!).
  • King Boo's Haunted Hideaway - Uma mansão labiríntica onde você precisa escolher caminhos aleatórios que nunca te levam à estrela. O CPU, claro, sabe o caminho certo.
  • Shy Guy's Perplex Express - Um trem bizarro onde os vagões ficam trocando de posição e você nunca consegue chegar no vagão do Shy Guy para pegar a estrela, e quando você consegue esse milagre, provavelmente não terá 20 moedas, ou chegará no vagão do Bowser que retirará tudo o que você tem.
  • Koopa's Tycoon Town - Tabuleiro claramente inspirado no banco imobiliário. Você sai dando voltas na cidade, comprando e alugando moteis.
  • Bowser's Warped Orbit - Base secreta do Bowser do lado do sol.

Curiosidades[editar]

  • A Star Rod é vista outra vez desde Paper Mario.
  • O jogo foi proibido no Reino Unido por ter imagens um tanto explícitas da Peach com o Mario.
  • Mario não é o personagem principal do jogo, mas o título do jogo estranhamente leva seu nome...
  • Você sabia que Mario Party 8 semeia a discórdia entre amigos no multiplayer com mais eficiência que o Winning Eleven?