Mayu Mitsui

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
ESTE ARTIGO É SOBRE UMA GOSTOSA!!

Ela provavelmente não sabe atuar, dançar, cantar, desfilar, praticar esportes, fazer cálculos matemáticos ou qualquer coisa de útil para a humanidade. Mas quem liga? Todo mundo a conhece apenas porque ela é uma baita duma

GOSTOSA

Japonesa fazendo nada.jpg
三井麻由
Puta cosplayer.jpg
Nascimento 8 de outubro de 1989
Bandeira do Japão Japão
Ocupação Puta paga
Altura 1,61
Signo Libra
Cabelo Castanho

Mayu Mitsui (8 de outubro de 1989) é mais uma gravure idol sem importância alguma e que só está ganhando artigo por ser uma japonesa gostosa! Desconhecida pela grande maioria das pessoas, uma busca rápida por seu nome no Google não resulta em nada além de links e mais links contendo compartilhamentos de fotos sensuais e vídeos ousados delas, mas somente com um leve toque do tradicional erotismo japonês, nada muito pornográfico, pois este é um trabalho que cabe às AV idols e esta profissão vai além das habilidades suportadas por Mayu Mitsui.

História[editar]

Mayu Mitsui desmistificando a história de que japonesas não tem bunda

Mayu Mitsui nasceu em Chiba, uma das muitas províncias do Japão, mas sua mãe só a pariu lá para ter uma filha genuinamente japonesa mesmo, já que enquanto ela ainda era um pequeno bebê foi enviada para o Brasil e criada no bairro da Liberdade, em São Paulo. É verdade, a diferença de um lugar para o outro em termos de cultura e costumes orientais é mínima, então, de qualquer maneira, Mayu Mitsui foi alfabetizada em língua japonesa e passou a vida inteira comendo sushi, lendo mangás, assistindo animes, fazendo cosplay e cantando em karaokês com uma voz toda desafinada. Por conta disso, arrumou seu primeiro emprego ainda criança como apresentadora infantil na emissora televisiva mais otaku do país nos anos 90, a Manchete. Como seu nome foi considerado muito masculino, ela era chamada simplesmente de Mitsui naquela época, e ficou conhecida por fazer uma dança inacreditavelmente tosca antes da exibição de Cavaleiros do Zodíaco. Tosca para os padrões brasileiros, é claro, porque os japoneses são fissurados nessas dancinhas idiotas. A sociedade brasileira gostava mesmo era das coreografias charmosas e educativas de bandas premiadas como É o Tchan, por exemplo. Enfim, após sua breve carreira de apresentadora, Mayu Mitsui sumiu completamente da mídia durante muito tempo, sendo lembrada novamente somente nos anos 2000 quando a Band voltou a exibir Cavaleiros do Zodíaco e contratou a Kelly Key como apresentadora, que conseguia cometer merdas ainda maiores. Tentou-se trazer Mayu Mitsui de volta, mas agora já era tarde demais: ela estava adulta e havia voltado para o Japão, de onde nunca deveria ter saído se realmente esperava ser alguém na vida.

De volta à sua terra natal, Mayu Mitsui tentou lançar-se como escritora e escreveu um livro narrando todo o preconceito que sofreu no Brasil por ser uma apenas uma guria retardada tentando ser feliz. Como a única coisa que japonês lê é mangá, o livro ficou encalhado nas prateleiras de todas as lojas e fez com que a autora quisesse cometer seppuku, mas felizmente ela mudou de ideia ao conhecer a garota do cocô de cachorro, uma coreana inútil que ficou famosa só porque seu cachorro cagou na rua. Ambas ficaram amigas e Mayu Mitsui chegou até a ganhar o cão de presente para pegar um pouco da fama emprestada, pois ninguém jamais notaria a diferença entre uma moça e outra. Assim, tal qual a dona original do animal, Mayu Mitsui passou a ser considerada um símbolo sexual.

Atualmente, Mayu Mitsui é bastante acusada de zoofilia, pois afirma que uma de suas atividades favoritas é "brincar" com seu cachorro. Além disso, ela também declara que adora equitação, ou seja, também curte fazer umas brincadeiras com cavalos. Para a história piorar ainda mais, Mayu Matsui é de culinária, o que indica claramente o quanto ela aprecia uma comida de qualidade. Ela devia era atuar em algum pornô bizarro ao invés de ser modelo! Ganharia muito mais dinheiro... Ou não.

Por ser uma dessas gostosas teimosas que detestam admitir que são burras, Mayu Mitsui faz questão de deixar bem claro que tem cérebro e que continua escrevendo livros, mas que agora isso é apenas um hobby. Fontes fiáveis da Desciclopédia tiveram acesso ao material escrito por ela ao longo de todos esses anos e agora, com absoluta exclusividade, publicaremos para você!

Cquote1.svg 中国の猫は、かつてそこにあった。私は再びあなたをお伝えしたいと思います? Cquote2.svg

Lindas palavras, não?

Ver também[editar]