Microsoft Wood and Forests

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Aviso: A sua floresta é melhor visualizada quando administrada pela Microsoft Wood and Forests


Atenção! Este artigo foi desenvolvido pela Microsoft! Menu canto windows.gif
E seu autor o programou no setor de R&D da Microsoft, por isso, pode conter slowdowns, travamentos, consumo excessivo de RAM, spam e Tela Azul da Morte.
Para ajuda, acesse o Centro de Ajuda e Suporte da Microsoft.
Process-stop.svg.png


Lula e Bill Gates durante o acordo de venda da Amazônia para a Microsoft Wood and Forests. Observe, ao fundo, lado direito, algumas árvores em flagrante ataque contra o Sr. Gates, provavelmente para estrangulá-lo.

Criada em 2005, a Microsoft: Wood & Forests (sigla $:W&F) é uma empresa do Grupo Microsoft responsável pelos assuntos de exploração florestal do holding.

Fundação[editar]

Pinheiros da Microsoft W&F costumam perseguir moradores de apartamentos, podem ser perigosos.

Sua criação ocorreu em 15 de maio de 2005, após o magnata e CEO da Microsoft Corporation, Bill Gates, ter tido um horrivel sonho onde era devorado vivo por um Pinheiro do Paraná. Desde então a Microsoft se dedica a total erradicação dos Pinheiros do Paraná e outras árvores (as quais, segundo Bill Gates, estavam rindo dele em seu sonho). Como projeto de reposição ambiental, Gates mantém uma frente de "re-plantação" nas áreas desmatadas, substituindo os Pinheiros do Paraná por cogumelos alucinógenos utilizados no preparo do Microsoft Hallucinogen Teas, que atua em países como Holanda, Itália entre outros, com fornecedores da América do Sul, e que todas as noites é servido na mansão Gates (desconfiam que o tal chá, feito a partir de fita cassete, leite de pau de árvores amazônicas e Viagra, é o grande propulsor dos sonhos do magnata).

Desdobramentos políticos e econômicos[editar]

A fundação da Microsoft Woods and Forests é considerada como a causa principal da fundação da Microsoft Tropical Fruits, criada para servir como projeto ambiental e punição para seus inimigos vegetais, que passariam a viver em campos de concentração conhecidos como Plantations.