Mina naval

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Mina Naval)
Ir para: navegação, pesquisa
Marinha.jpg Este artigo é da Marinha!

Não vandalize, senão será rebaixado a âncora!

Clique aqui para saber de outros bravos marinheiros que só se fodem!

Somebody set up us the bomb!!!

Esta página contém elementos bélicos, químicos, atômicos ou bombásticos,
podendo causar um grande estrago no computador (e na mente) do leitor.
Exploding-head.gif
Mina naval e sua mini-explosão.
Gostou? Compre a sua no mercado livre por mais de 300 reais em 50 vezes com juros de 1%!

Cquote1.png Você quis dizer: Bina de telefone? Cquote2.png
Google sobre Mina naval
Cquote1.png Hahaha... Tô morrendo de rir Cquote2.png
Uma pessoa irônica sobre a piada da bina
Cquote1.png BUM! Cquote2.png
Uma mina naval sendo ativada
Cquote1.png Eu diria um ótimo uso para pescar peixes... e matá-los... Cquote2.png
Pescador sobre mina naval
Cquote1.png E vendo uma por 500 pau! Cquote2.png
Camelô sobre mina naval
Cquote1.png O Rio de Janeiro é o lugar onde tem mais minas desse tipo...Só que elas ficam perto de flamenguistas...Troll3.jpeg Cquote2.png
Noticiário sobre mina naval ser usada para matar flamenguistas
Mina Naval é um explosivo que fica flutuando nas profundezas marinhas. Dizem que na primeira guerra elas eram cruciais para manter os inimigos afastados e também para matar tubarões apenas por diversão. Porém, algo saiu muito errado pois os exércitos não tinham se dado conta que as minas navais explodiam seus barcos juntos quando peixes burros nadavam até elas para o suicídio.

Origem[editar]

Antes da primeira guerra mundial bombar finalmente, era uma extrema dificuldade de pescar peixes sem que eles acabassem fugindo. Outra coisa era que os peixes tinham que ser pescados um a um, o que demorava o processo.

A revolução industrial fez com que o mundo tivesse que trabalhar mais rápido e de maneira que o ambiente tinha que se foder enquanto nós produziámos dinheiro. Então um pescador inventou uma mina que ficava flutuando e que quando encostada ou pisada em cima ela iria explodir...


No começo foi extremamente eficaz, só que no final, descobriram que deviam ficar pelo menos 1500 metros da mina para que não explodissem. Pena que o criador só soube disso quando explodiu a primeira mina e ele perdeu as pernas junto com ela.

Porém, ele vendeu a mina para o exército alemão que a usou como principal armadilha.

Após o final da primeira e segunda guerra, os exércitos tiveram a preguiça de deixar as minas largadas por aí pois iria ser muito trabalhoso recuperar coisas inúteis e velhas como elas.

Atualmente[editar]

Elas são relíquias, qualquer um pode comprar uma mina naval a qualquer momento no mercado livre. Elas são muito úteis para a pescaria, daí é apenas retirar a pólvora para evitar a contaminação e depois disso você pode apreciar os até 500 peixes que foram explodidos com essa mina.

Atualmente também, elas são motivo de muita polêmica aos governos que não as recolheram pois elas causam a morte de mais de 50 pessoas burras desavisadas que pisam nessas minas após elas terem sido trazidas por tempestades para praias. Um bom exemplo é o caso da menininha que teve que ficar passeando na praia enquanto ela trepava com o vizinho e ela acabou pisando em uma gigantesca mina terrestre que a matou.

Cquote1.png Sim... É uma enorme pena e falta de inteligência... Cquote2.png
Eu sobre o caso da menininha

Lembre-se, tenha cuidado com essas minas! Eu não me refiro aquela prostituta do seu colégio que nunca te deu!

Ver também[editar]