Mindless Self Indulgence

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Passarinho.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Gothar.jpg Este artigo foi possuído e agora é seguidor do Arquiduque das Trevas e Imperador do Mal,
Lord Göthar Tenebrian
.

Vamos desejar e admirar o Profeta Tenebrian!

Cquote1.png Louvem-me, aceitem o Goticismo!!! Cquote2.png

O grupo‎

Cquote1.png Você quis dizer: *****? Cquote2.png
Google sobre Mindless Self Indulgence
Cquote1.png Que gracinha. Cquote2.png
Hebe sobre MST
Cquote1.png Emos são um lixo, um monte de merda. Cquote2.png
Gerard Way sobre MST
Cquote1.png Quem curte Mindless Self Service?. Cquote2.png
Você sobre MSI
Cquote1.png Eu sou uma influência para isso??? Cquote2.png
Xuxa muito brava sobre Kitty Pariu
Cquote1.png E eu ligo para o que esse bando de senhorita Way metida a dani califórnia revoltadinha fala? Cquote2.png
devoto sobre esse artigo
Cquote1.png "nemli" Cquote2.png
DaNi CaLiFóRnIa WaY iErO. sobre o comentário acima
Cquote1.png Ele está acabando com a nossa reputação. Cquote2.png
Punk sobre Jimmy Urina
Cquote1.png Que imitação barata. Cquote2.png
Marquito sobre Lyn-Z
Cquote1.png ExXi TrAvEcUu RoUbOu Uu GeRaRdIiI wAy DiI mIn. Cquote2.png
SrTa WaY revoltadinha sobre Lyn-Z
Cquote1.png We suck! We suck! Cquote2.png
Jimmy Urina sobre a própria banda

Mindless Self Indulgence ou MST é um movimento de emos gays estadunidenses, naturais da redação do New York Times, com elementos da PQP, Pink, Hip Hop, Emocore, Rap, Funk, Forró, Calypso, Pagode e uma merda Eletrônica em suas músicas.

Seu nome vem de uma bolacha Mindless Self Indulgence, um trabalho inacabado do Jimmy Urina gravado no meio dos anos 90. O barulho surgiu dois anos mais tarde quando os quatro membros gays originais (Kitty Pariu, Vacanessa YT, Steve, Righ? "que porra é essa?" e Jimmy Urina) se reuniram e decidiram que queria começar a atormentar a humanidade com barulhos insurdecedores de pagode metalizado.

Tripulantes[editar]

Jimmy Urina/ Jim, me urina - Jimmy Urina antigamente Little Jimmy Urine (James Euringer), é o vocalista do MSI. É um cara de 40 anos que usa o cabelo espetado pra tentar parecer maior, ainda não tomou vergonha na cara e continua usando camisetas pink de teddy bear nos shows achando que é punk;

Steve, Right? - É o guitarrista que nas horas vagas dá aulas de Pole Dance e em uma de suas aulas adquiriu uma lesão em seu quadril.

Lyn-Z - É o despacho manifestado que toca baixo, mas às vezes é atentada pelo próprio demônio em suas performaces no palco. Ainda não se deu conta que tem 35 anos de idade e não precisa fazer chiquinhas no cabelo. Também trabalhou por muito tempo com o Ratinho sob o nome de Marquito.Também é conhecida por ser 'marida' de Gerard Gay Way que no minimo estava drogado e totalmente louco quando se 'apaixonou' por ela.

Kitty Pariu - É uma integrante da batucada do Olodum, às vezes se apresenta no pelourinho e é fortemente influenciada pela Xuxa.

Trajetória[editar]

Em 2000 a banda lançou o álbum Frankenstein Girls Will Look Strangely Sexy, e no ano seguinte viram Vacanessa deixando a banda e Lyn-Z (o cover do Marquito) entrar em seu lugar, foi no evento denominado Voodoo Music Experience, que descobriram o trabalho de macumba manifestado em Lyn-Z. O primeiro lançamento da banda com Lyn-Z como tentáculo permanente foi no álbum Alienating Our Audience, que foi seguido pelo EP Despierta Los Niños, em 2003. Eles mantém um devoto número de fãs do My Chemical Romance, que costumam ir ao show só para ver o frontman Gerard Way atrás do palco pegando o Frank, fingindo apreciar o ruído de sua marida (ela não é lésbica?) e que já se abriu para muitas bandas famosas (risos).