Moadon HaKaduregel Hapoel Tel Aviv

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Moadon HaKaduregel Hapoel Tel Aviv
Escudo do Hapoel Tel Aviv.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial FC Rapunzel Tela Viva
Origem Bandeira de Israel Israel - Tel Aviv
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Israelense
Divisão
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Moadon HaKaduregel Hapoel Tel Aviv é apenas um partido político socialista dos trabalhadores de Israel, um país pequeno e carente de muitas coisas, onde um partido político também pode ser um time de futebol para poupar espaço, e como não há bons times naquele país, o Hapoel Tel Aviv é um time de relativo sucesso (embora politicamente seja um fracasso).

História[editar]

Fundação[editar]

Time criado em 1923, muitos anos antes de sequer Israel existir, prova de que o plano de conspiração judaica já começava a ser articulada muito antes que os palestinos pudessem dizer "Nossa, cadê nosso país que estava aqui?". É claro que por tratar-se de um time feito única e exclusivamente por judeus socialistas, ele foi extinto e recriado pelo menos umas quatro vezes devido à tensões ideológicas, sendo que só no ano de 1928 que o clube finalmente ficaria estabelecido como Hapoel. Naquele mesmo ano venceria a Copa da Palestina, título que posteriormente foi cassado pois o clube usou na final, algo que conforme as leis palestinas da época era inaceitável.

Pós-criação de Israel[editar]

O Hapoel Tel Aviv foi um dos 6 times fundadores da Liga Israelense em 1949, finalizando e concretizando assim um longo planejamento de quase meio-século, hoje denominado pelos historiadores como "sionismo". O primeiro título, todavia, veio só em 1956–57, não porque o Hapoel Tel Aviv seja grandes coisas, mas com aquele monte de times de nomes iguais em Israel, ninguém sabe para quem torcer direito, então títulos vem e vão ao acaso.

Liga dos Campeões da AFC[editar]

O Hapoel Tel Aviv foi o grande campeão do Torneio dos Clubes Campeões Asiáticos de 1967 (atual Liga dos Campeões da AFC e sua primeira edição). Aqueles que zoam o Santos porque foi campeão de uma Libertadores jogando só contra dois times (Botafogo e Boca Juniors), ou do Benfica que foi campeão de uma Champions League jogando só 5 vezes (e 4 vezes contra times minúsculos), isso é porque ninguém viu como foi o grande título continental do Hapoel Tel Aviv.

O time israelense venceu as oitavas-de-final por W.O., depois venceu as quartas-de-final por W.O., depois venceu as semi-finais por W.O., e só precisou jogar a final, num jogo único realizado na Tailândia (Porque ninguém merecia viajar para Israel que ninguém gosta de visitar), enfrentando o fortíssimo e tradicional Selangor FA da Malásia, um time o qual ninguém nunca ouviu falar, e mesmo assim venceu por um sofrido 2x1. O Hapoel Tel Aviv recebeu então uma taça, até hoje reconhecida como o título continental mais fácil de todos os tempos de ter sido conquistado.

Jogando pela UEFA[editar]

Como sabemos, o futebol israelense foi adotado pela UEFA quando em determinado momento os times asiáticos ficaram de saco cheio de ter que visitar Israel, um país que nenhum deles gosta ou acha bonito de ir frequentar, não que os times europeus sintam prazer de ir até Tel Aviv também, tanto que a estreia do clube numa competição europeia, foi pela Copa da UEFA de 1995–96 onde foi eliminado ainda na fase café-com-leite pelo FC Zimbru Chișinău da Moldávia, e isso porque os times israelenses eram considerados fortes.

Já a estreia numa Liga dos Campeões da UEFA foi na de 2000-01, mas não passou da fase café-com-leite com eliminação perante o Sturm Graz (Estrume de Grama, em alemão) da Áustria.

Anos 2010[editar]

Na Liga dos Campeões de 2010–11 o Hapoel Tel Aviv até foi longe para os padrões israelenses, indo disputar a fase de grupos, e mesmo dando sorte e não havendo nenhum grande clube em sua chave, o Hapoel só serviu para cumprir tabela mesmo, e forçar o Lyon, o SL Benfica e o Schalke 04 a viajarem até Israel.

Depois disso, passou a se comportar apenas como mero time mediano, mal conseguindo sequer chegar perto de ganhar os campeonatinhos israelenses.

Rebaixamento[editar]

No final do campeonato israelense de 2016-17 o Hapoel Tel Aviv termina em último, sendo miseravelmente rebaixado, mesmo sequer havendo espaço direito em Israel para haver alguma variedade de times. A torcida alega que foi tudo um plano da Al-Qaeda para desestimular o futebol em Israel, ma so fato é que o timeco sempre foi uma porcaria.

Estádio[editar]

O estádio do Hapoel Tel Aviv é o Bloomfield Stadium (que também é usado pelo Maccabi Tel Aviv), um estádio sem muita personalidade que é o único daquela cidade.

Torcida[editar]

Os torcedores do Hapoel Tel Aviv são todos militantes do PT que gostam de usar figuras como Che Guevara, Karl Marx, Chapolin Colorado, Stalin, Hitler e tudo mais que remita ao socialismo. Por causa disso, é também o time mais odiado de seu país.

Títulos[editar]