Monte Carmelo (Minas Gerais)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
264939.jpg ATENÇÃO:
Simplesmente estamos cagando e andando para quem não gostar do conteúdo deste artigo e, por conseguinte, das opiniões e sugestões dos mesmos. We just couldn't care less.
Mazzaropi02.jpg Enxada-1.png Esti artigu é caipira, sô!! Enxada-2.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

Mapaminas.gif Minas Gerais... quem te viu, não te esquece jamais...

Uai, sô! Este artigo foi inscrito pur um minerim! Se ele inda num tá completo é por causo de que o disgramado deve tá comeno um pão de quêjo, um paster de milho ou a vaca atolada da tua mãe purque minêro come quéto!

Bem-vindo a Monte Carmelo!

Cquote1.png Você quis dizer: Monte Castelo Cquote2.png
Google sobre Monte Carmelo (Minas Gerais)
Cquote1.png Você quis dizer: Onde o Judas perdeu as botas Cquote2.png
Google sobre Monte Carmelo (Minas Gerais)
Cquote1.png Relaxa e goza. Cquote2.png
Marta Suplicy sobre Monte Carmelo.
Cquote1.png Why? Cquote2.png
O Exterminador do Futuro sobre Monte Carmelo.
Cquote1.png Quem é você?! Cquote2.png
Periguete dando uma de difícil sobre Monte Carmelo

Monte Carmelo é uma cidadezinha caipira lá do interior de Minas Gerais e que não se encontra no mapa devido a sua insignificância.

A História[editar]

Montes do Camelo

Reza a lenda que a cidade atrai muitos bêbados, andarilhos e garimpeiros desempregados,que originou sua população nativa, que por sua vez gosta muito de caramelo, e já que o arraial nasceu perto de montes. De certo, a cidade possui muitos camelôs, e para ficar de forma culta deu-se á ela o nome de Monte Carmelo, adicionando o R para ficar parecido com caramelo.

A cidade[editar]

Parece mas não é!

A cidade possui um povo muito mal educado e metido hospitaleiro. Alguns nativos de povos de Uberlândia, alguns somente dizem que são nativos de Uberlândia para disfarçar a origem, típico do povo carmelitano. Mas dá pra perceber pelo andado de tolo de gente de boa fé. A cidade oferece muitas atrações butecos e pracinhas e lugares para passar o tempo e as férias, como por exemplo os três vários clubes que a cidade possui. Além de ser reconhecida mundialmente por fabricar telhas de ótima qualidade [risos]. Dizem que a maior atração da cidade é uma avenida, e para os necessitados tem uma tal de Casa Blanca que é bordel uma casa noturna (mas é aberta também durante o dia). Se você chegar na cidade e ouvir barulho de foguetes não se preocupe, é o prefeito gastando dinheiro do povo CARMELITANO alegrando a cidade.       

O Povo[editar]

Alguns carmelitanos dando uma voltinha pela cidade.

A população é composta basicamente por mineirinhos típicos, forasteiros advindos de outros estados, como SP e PR, forasteiros estes de origem duvidosa, pois se vieram para Monte Carmelo, boa coisa não fizeram em sua terra, ou boa pessoa não são. Não importa se você tem dinheiro ou não, o importante é ter pose, tentando de toda maneira (mas sem sucesso) esconder sua origem pé-rachado. O número de habitantes está em constante declínio, já que sempre estão se mudando.

O número atual é de 75. Eu disse 75? Mais três acabam de se mudar para Uberlândia, o que demonstra que uberlandense de verdade não vive sem um Carmelitano, provavelmente a população lá é composta por idiotas carmelitanos! Tem aqueles que só sabem jogar futebol, se quiser achá-los é só ir na quadra, são uns dotô da vida. Tem uns que ficam de braços cruzados nas festas, e as meninas precisam implorar, eu disse implorar???, precisam rezar um dia antes e suplicar, falar que vai se suicidar, pra ver se ele conscientiza e fica com ela.

As Mulheres de Monte Carmelo, algumas são bonitas 1,75%. Mas eu disse Bonitas, não Deusas. Além disso, são as mais chatas, piriguetes e metidas dentro do Brasil. Como foi ressaltado no inicio do artigo, muito mal educadas! Sem falar que os maconheiros são uns bostas e não aguentam 10 minutos de porrada com um nerd magrelo.

A Economia[editar]

Um monte de camelôs

A economia da cidade se baseia na venda de telhas (resultantes da grande quantidade de barro argila existente na região), que são vendidas baratim dimais sô!

Como este ramo da economia encontra-se em decadência, por causa da verticalização da moeda, do descrédito no risco país, da taxa selic, da desvalorização do dólar e do produto e da proibição indiscriminada do ibama(por conta das crateras geradas pelos meliantes). O povim de lá ganha a vida vendendo cerveja e catando latinhas copo descartável, vassoura, saco de lixo (para limpar a sujeira depois) e sei lá mais do quê. Tem gente que ainda acha que ganha dinheiro vendendo telha baratinha, porém... Tá todo mundo que-bra-da-ço e os tais forasteiros citados anteriormente exploram a terra. Tiram onda de grandes agricultores, mas sabemos que na verdade, são mesmo uns roceiros.

O Idioma[editar]

Os carmelitanos falam o mineirês mesmo, diferente do udiabense que tenta ser culto para parecer menos interior.

A Vida Social[editar]

A população local se dedica muito á atividade de tirar a barriga da miséria, pela óbvia falta do que fazer, além de encher a cara e acabar com o carro do papai em alguma batida. Conta com uma infinidade de restaurantes, bares e lanchonetes. No cardápio, uma enorme variedade de sanduíches, doces e refrigerantes, os mais procurados são o X-tudo e X-megahiper (o tradicional pão com ovo), fora as casas especializadas em pão de queijo, que constitui elemento primário na alimentação dos locais. Os restaurantes são procurados por solteirões e tradicionais, e tendo como atração apresentações de circo que já fazem parte da cidade, um expoente mundial em palhaços artistas. Quanto ás outras coisas que não envolvem necessariamente comer (no sentido alimentício da coisa) existem as casas noturnas, que contam com público jovem e apresentações regulares de luta livre na lama com presença garantida de representantes suínos e se reúnem galera agitada e descolada (patricinhas e mauricinhos que gostam de tomar pó na roupa novinha que papai comprou na capital), com apresentações de grupos musicais locais (que por motivos óbvios só tocam lá) e tiroteios regulares. Os serviços de acompanhantes são muito procurados por homens que precisam pagar para poder usufruir desse tipo de serviço; além de serem também empresas geradoras de emprego.

Possui uma tal de " VÊNIDA " ou para os certos, " Avenida ", principal da cidade, a única onde a maioria dos adolescentes da cidade vão nas noites de fins de semana, um ato IDIOTA para sair de casa e ir festejar com os amigos. Lá, as patricinhas vão exibir suas roupas novas compradas no Center Shopping, sim em Uberlândia... e os playboyzinhos para, para...ahnn, sei la,eles somente vão. A " VÊNIDA" oferece muitas atrações como sentar em algum bar e olhar os carros passarem, comprar algum refrigerante e olhar os carros passarem. Você pode também pode azarar alguma paty ( se não tem dinheiro e carro, nem tente) e, olhar os carros passarem, e por último, olhar os carros passarem.

As Mulheres[editar]

Algumas carmelitanas se preparando para ir para "Venida".

Pela citação anterior à grande quantidade de casas noturnas e de massagens, já se adivinha a profissão de muitas das mulheres da cidade. É um grande número de desfiles e concursos de beleza que a sociedade local promove, incluindo os famosos "Miss Telha" e "Miss Barro", cujas vencedoras serão bem conhecidas daqui a alguns anos, como a....como era mesmo o nome?Muito famosa, ela. Isso abrangendo as que ainda moram na cidade, já que grande parte se mudou para Uberlândia. A grande maioria vive de nariz empinado, e tenta desesperadamente esconder que é pobre; outras tem leve tendência ao estrabismo, que assusta quem não está acostumado; mas todas são típicas mineirinhas e aspirantes a patricinhas, e o papi as manda estudar fora. Isso sem contar com aquelas que gastam o dinheiro do trabalho ralé de vendedora chule na macumba tentando ganhar algum trouxa pra bancarem elas o restos de suas vidas...verdadeiras coitadas que merecem nosso desprezo. A cidade também é conhecida pelo típico "Compre 1 carro e leve 15 mulheres, fácil".

Educação[editar]

Mais dois carmelitanos indo para lugar nenhum.

Escola Estadual Professor Vicente Lopes Peres (Polivalente) -> Escola, de, atualmente um bando de boiolas garotos imcompreendidos e alguns seres filosoficamente complexosdorgas mano . É notória a quantidade de meninas piriguetes de beleza onde?hã? esplendorosa e também de alguns frescos Emo's que curtem Restart e amam Cine geram má reputação pra escola. Todos do polivalente gostam de falar que são muito melhores que o pessoal do Gregoriano Canedo, mas na verdade eles tem que ir pra fruta que partiu eles só tem inveja.

Colégio Nossa Senhora do Amparo ( Colégio das Irmãs ) -> Colégio Particular onde só tem filhinho de papai que entra na internet para vandalizar artigos se bendizendo que 99% dos alunos são ricos ou da classe média alta. 50% dos estudantes são playboys ou marias, que lançam moda na cidade e deixa o povo das outras escolas de queixo caído. Os outros 50% são um da vida Maconheiro, Blakero ,Vende de tudo, playboyzin, viadin da vida, mas a escola também é conhecida por fabricar lindas garotas, isso não é de negar mas para ter alguma, primeiro, tenha um carro. O mais interessante de se notar do Colégio Nossa Senhora do Amparo é o fato de que seus alunos do ensino médio, muito embora paguem cerca de 1 (um) salário para estudarem lá, saem direto para a FUCAMP ou UNITRI, quando muito. Reza a lenda que as garotas de lá são boqueteiras natas.

Escola Estadual Clara chaves -> Escola frequentada por malokeros, briguentos, maconheiros, traficantes, drogados e alunos que não querem se formar. Sabemos somente que na lista de materiais escolares é pedido junto com o básico: caderno, caneta, além de rifles, pistolas e principalmente escudos. DIZEM que Capitão Nascimento estudou lá.

Colégio Alpha Coc -> Localizada em um Bêco, caminho da roça. De certo, é a escola mais zuada em conta. Também é conhecido pelos vários idiotas, metidos a ricos e "doidos", como são completamente alucinados pela ideia de ser popular, são idiotas, que mais se preocupam em dar bobeiras na rua do que pegar gays mulheres.

Escola Estadual Gregoriano Canêdo->Escola que quase ninguém se interessa por estudos, e sim namorar e jogar futebol. Também é um lugar onde se encontra muitos emos e gays. Reza a lenda que quando o aluno vai pra direção ele acumula pontos para trocar por prêmios no final do ano, porque por mais que você vá pra diretoria, nunca será expulso. Dizem que Homer Simpson e o Peter Griffin estudaram la.

UFU-> Pessoas que não conseguem passar em nenhum lugar melhor, vão para a UFU - Monte Carmelo. Há pessoas de várias partes do universo imigrando, até mesmo Uberlandenses, que acham muito difícil o vestibular para Uberlandia, e assim vão para Monte Carmelo, já que sempre sobra vaga. Desta forma, é provável que a taxa de formandos destes alunos seja de 0.00042%, pois o nível exigido após o vestibular é bem inferior ao curso.

FUCAMP-> Local de pessoas desprovidas de inteligência, anencéfalos, etc. A grande parte da população carmelitana desconhece o baixo nível desta instituição, assim, a maioria das pessoas que lá estudam, nunca aprendem nada e nem serão bem sucedidos, exceto quem for roubar, inclusive trabalhar na prefeitura. De acordo com o Instituto Nupal, o Núcleo de Pesquisas da América Latina, a soma de todos os Q.I. dos estudantes chega a ser negativa. Há também um grande esquema de corrupção destes, junto à prefeitura municipal que pertence aos "Cardosos". A instituição é sem fins lucrativos, mas não quer dizer que os diretores vitalícios não possam lucrar muito.

Coisas que você jamais irá encontrar em Monte Carmelo[editar]

• Pessoas lendo

• Esquina sem boteco

• Pessoas andando no passeio civilizadas

• Céu sem foguetes estourando

• Nenhuma inauguração da prefeitura de praças capinadas, meio-fio pintado com cal, luzes natalinas bregas no meio da rua.

• Pessoas bonitas em beira de bar

• Carro sem som

• Mulher saindo com homem que não tem carro

• Vênida vazia no FDS

• Show que não seja sertanejo

• Rua a noite sem nenhum malandro querendo te roubar

• Pessoas que sabem contar.

• Final de semana sem briga na avenida.

• Picanha bovina para churrasco.

Fatos Carmelitanos[editar]

É muito fácil reconhecer um pedestre carmelitano em outra cidade: basta observar o fato de ele não andar na calçada: ele anda no meio-fio, ou nos casos mais clássicos, no meio da rua. Também podemos facilmente reconhecê-los pelo rebolado forma máscula de se caminhar pelas ruas, já que 90% da população é afeminada, quer dizer..máscula.

Bairro Triângulo[editar]

O bairro Triângulo, vulgo Pito Aceso, é onde mora a alta prezopopéia da cidade. Tem esse carinhoso apelido pois, à algumas décadas atrás, os maconheiros, moradores iam pitar, fumar na rua e como não contavam com iluminação só se viam os 'pitos acesos'.

O pito aceso, bairro Triângulo tem mudado muito ultimamente. Principalmente depois da chegada dos Cearences em 2005. Isso realmente fudeu, acabou com o bairro. O triângulo mudou de repente se tornando um lugar com um sotaque desgraçado, nordestido aparente. E também abalou o poder dos pregos (negões da parte de cima do bairro) sobre o trafico. Vejamos:

Até a chegada dos fdp, cearences no bairro, os pregos, não, não os de pregar na parede, os morados apelidados assim, dominavam totalmente o tráfico de dorgas, drogas no triângulo. Ninguém ousava nada contra eles, eram os mestres, os donos e os acionistas principais.

Agora, em 2005, com a chegada dos cearences, os pregos viram seu poder ameaçado. Tanto que na época conversaram com Juan Carlos Abadia, Carlim, pros íntimos. Eles queriam muitas armas e munição pra matar todos os cearences imigrantes ( o que seria uma maravilha ). Mas os cearences não ficaram pra trás. Munidos de rifles de chumbinho e roupas de cangaceiros eles foram à luta. Essa batalha ficou conhecida como ABDPCOC ( A batalha dos Pregos contra os Cearences ).

No final da luta, eles terminaram em um acordo. Cada lado ficava com 50% do Triângulo, portanto, do tráfico.

A partir daí, começa a decadência do pito aceso, Triângulo. Os cearenses estavam mais preocupados com a colheita do tomate ( principal fonte de renda dessa facção criminosa ), e os pregos, preocupados com a colheita do café, não ligavam para o andamento do bairro.

A população do triângulo ficou realmente puta da vida, infeliz com a situação e pediu ajuda ao Capitão Nascimento para expulsar os cearences do Triângulo das Bermudas. Foi então que em 2009, a situação ficou crítica. Capitão Nascimento atendeu o pedido da população pitoacesence e matou 87,9% dos cearences que aqui estavam. Outros 11% conseguiram fugir a tempo. Sobrando assim uma pequena parte da população cearence o Triângulo voltou aos moldes no comando dos pregos. E os cearences que restaram ficaram calados, quietos, finjindo de morto e com o rabinho entre as pernas. Há rumores que alguns cearences e alguns pregos se cruzaram formando assim uma raça mutante denominada "Pregos de Cabeça Chata". Tal acontecimento genético ainda não foi comprovado, mais tudo indica que uma nova raça está nascendo no triângulo.

O mito das encruzilhadas

Com certeza se você andar por Monte Carmelo, vai ouvir o Mito das Encruzilhadas. Reza o padre,o mito, que se você tocar em alguma galinha preta morta, sapato, vela colorida, roupa velha, ou qualquer outro similar, achado em alguma encruzilhada do triângulo, você estará totalmente amaldiçoado pelo poder de Greiscown, da macumba. Isso é uma total VERDADE!!!!

Por isso, segue a dica: PelamordeDels, se você encontrar alguma coisa assim em encruzilhadas no triângulo, não toque. Se tiver tocado, você tem beber a sua urina por dez dias seguidos. Essa é a única forma de se livrar da terrível macumba.

No triângulo existe a única encruzilhada de 7 ruas do mundo, tal feito da engenharia tupiniquim carmelitana criou um lugar cabalistico propicio a macumba. Boatos dizem que a meia-noite da sexta-feira treze, um portal dimensional se abre sobre tal encruzilhada, para onde ele leva não se sabe pois quem foi nunca mais voltou.