Motor AP

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

A família de motores AP é usada pela Volkswagen desde a década de 70 no Brasil. Originalmente seu projeto data-se da década de 60, da época em que a Audi ainda era propriedade da Mercedes-Benz. Como você pode ver, é um projeto velho pra caralho. Único tipo de motor que tem uma seita religiosa fundamentalista no Brasil, composta na sua maioria por manos e mexânicos de garagens de fundo de quintal.

Modelos onde este motor já prestou serviço[editar]

Para deixar claro, este modelo do Voyage NÃO teve motores AP, logo não é considerado um Voyage tr00 pelos APzeiros

Mas o que significa AP?[editar]

  • Alegria de Pobre
  • Ausência de Potência
  • Apenas Problemas
  • Arcaico e Pré-histórico
  • Antigo e Poluidor
  • Aquela Porcaria
  • Alta Paulera
  • Adeus ao Pistão

Vantagens (de acordo com os APzeiros)[editar]

  • Facilidade de manutenção: de fato, qualquer pessoa com uma venda nos olhos pode consertar um motor AP, o que deixa brechas para gambiarras dignas de MacGyver.
  • Facilidade de preparação: Abra espaço para mais gambiarras aqui. Um AP pode ser modificado para girar até 10 mil RPM, ou para gerar torque massivo a baixíssimas rotações, conversão para flex, GNV, eletricidade, água, vento, vapor ou até mesmo ser convertido em um motor de combustão externa com apenas um clips e uma chave de boca, mas a preparação mais comum é colocar uma turbina e o máximo de pressão possível e impossível, desafiando as leis da física, química, aritmética e lógica.
  • Custo benefício: Os APzeiros donos de APs, alegam que o mesmo tem o custo de manutenção muito baixo, principalmente quando é turbo (trêiskilimei), eles gostam muito de ir na padaria, pedir 4 pães, 2 baguetes e 4 bielas, já que na compra de 2 baguetes, você ganha um dosador da HPI, sem contar o torque na hora de montar o cabeçote, que é a medida de exatamente 2,5 veias do pescoço, mais 1 (uma) careta de 90 graus. Tem também os milenove giradores aspirados, em que os mexânicos dizem que faz o carro render muito em alta (acima dos 5500 rpm). Vale ressaltar a bosta caixa de marchas que usam, que só é forjada de 1ª a 4ª, já que o motor já está quebrando antes mesmo de por a quinta, e caso consiga por a quinta, a caixa quebra.
  • Suposta durabilidade: Segundo APzeiros, os APs foram usados por vários tipos de pessoas, desde taxistas até a equipe oficial da Audi nas 24 Horas de Le Mans (obviamente com o lendário APzaum milinove com trêiskilimei de 50 cv, o motor mais vitorioso da história do automobilismo, de acordo com os APzeiros xiitas, que negam o fato de que o último título relevante de um AP foi no TC2000 argentino no distante 1994). Os argentinos (sempre eles) desmentem, dizendo que o Sevel 1.6 da Fiat é que é o motor mais foderoso da América do Sul.
  • Adaptabilidade: Conhece garapa, mais conhecido como Caldo de Cana? Muitos deles em que você e toda sua família tomaram, foi moído por um motor AP 2.0 de Santana a Álcool (fornecido pela própria moedeira de cana) que dizem que anda mais que Fórmula 1.
Até outras fabricantes se renderam ao poder infinito do APzaum trêiskilimei

Dizem também que o motor AP não se tem medições em HP-Watts, e sim por AP de potência.

Cada 01(Hum) AP de Potência tem 450 HP de Potência/Força. Conforme medições, o Gol Caixa 1.9 Turbo com TrêisKiliMei de "preção" alcança meros mach .5, ou seja, 03 vezes superior a velocidade do som.

Dizem que a kilometragem devido a 90 Graus de temperatura obtido no ap vai segurando, descendo, descendo até o chão!

Este artigo é um esboço que está no paredão do Big Brother Brasil.
Ajude o coitado a ver sua família antes do tempo votando nele.
v d e h
*Automóveis, atropelamento e fuga