Mouse pad

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Mouse pad ao pé da letra

Elemento chato que fica sempre embaixo da mão de alguém, ou lambendo a sola de um dispositivo eletrônico. O nome não tem relação alguma com o objeto atualmente designado ou a forma dele, mas sim com sua condição subalterna, subjacente, substancial e substitutiva.

Da expressão latina, radical asufixada e desadjetivada, Maulicious Pedintious que durante os anos de transição para o portunhol de castelha e aragonés, na província lusófoba de Portucalhas, sob forte pressão da Polícia Lexicunária, passou a ser abreviada nas conversas regadas e regaladas nos bistrôs mais onânicos de Teijo. Utilizou-se então a expressão Mauzis Pedius. Isso foi o suficiente para que a Polícia Lexicunária através do AI6 não identificasse a mensagem subliminar anexa na frase e na conversa, consequentemente. Com o tempo e com a evolução da linguagem quotidiana, através dos ciclos de surgimento e decadência das culturas emo, passou-se para a expressão Mausi Pedih.

Mouse pad caseiro

Nos últimos com a influência da linguagem D++ abreviou-se para a forma atual, "Mouse pad". Serve também para chamar alguém de mala, tosco, cavalo, trouxa, burro, pau-mandado, chato, puxa-saco, subalterno, capacho.

Mouse pad para Inverno (??)

Pode ser encontrado em vários modelos e com várias decorações, o que confirma seu caráter não-masculino. Erroneamente chamado de o mouse pad, deveria ser um substantivo feminino, dada a evolução histórica. Mas essa discussão é muito delicada e não gosto de entrar nesse tipo de detalhe redondo e andrógino.

É relativamente barato e vulgar, e pode ser encontrato em tudo quanto é canto. Depois de usado torna-se como maçaneta de banheiro e corrimão de ônibus.

Tem a ver com[editar]

Mouse pad para gays