Mozzie

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

 

Ladraompce.jpg Mozzie é um ladrão.

Este artigo é sobre alguém em que votamos de 4 em 4 anos.
Se ele ainda não lhe roubou, vai roubar.

Guarde bem sua carteira antes de ler este artigo.

Maluf tn.jpg


Cquote1.png Você quis dizer: Homem do tesouro Cquote2.png
Google sobre Mozzie
Cquote1.png Cara estranho! Cquote2.png
Qualquer um que assista White Collar sobre Mozzie
Cquote1.png Cquote2.png
12 ANOS? sobre Você após descobrir a idade de Mozzie em seu 1º golpe
Cquote1.png Aí sim, fomos surpreendidos novamente! Cquote2.png
Zagallo após descobrir que foi ele que roubou as obras nazistas
Cquote1.png Ninguém sabe o nome dele... Cquote2.png
Qualquer um sobre Mozzie

?????????????, mais conhecido como MOZZIE, é mais um ladrão colarinho branco de White Collar.

Foi criado para ser a bandeira da Teoria da Conspiração da série, já que tais teóricos simpatizaram muito com Jack Hodgins em Bones, e a FOX viu por bem criar mais um teórico da conspiração, ou seja, é mais um daqueles que acha que Paul McCartney já morreu, que o homem jamais esteve na Lua, que o [[11 de setembro de 2011|11 de setembro foi arquitetado pelo governo americano para inventar uma desculpa para invadir o Iraque e que o Clube de Regatas do Flamengo\Flamengo ganhou tudo nos anos 80 comprando as arbitragens com Papeletas Amarelas, ou seja, mais um que leva absurdos a sério.

Pose-se dizer que é um cara folgado: nem pra chamar os agentes pelo seu nome, sempre preferindo chamá-los de “engravatados”, acreditando que todos são a mesma pessoa, só muda a gravata, é como se eles fossem Oompa Loompas ou aqueles “soldados” sacos de pancadas que aparecem nos Super Sentais antes da luta contra os monstros da semana.

Trollou o mundo inteiro, que achava que tinha sido a Alex a ladra das obras nazistas, mas, foi ele mesmo que o fez, já que queria provar pro cara que atirou nele deveria ter o matado de uma vez.

Ainda Criança:[editar]

Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que era tudo um sonho, ou que o Poseidon e o Titanic afundam.

Spoiler3.jpg

Quando seus pais descobriram que ele seria mais um teórico da conspiração, resolveram se livrar dele logo, e o jogaram em um orfanato com uma cesta de mime (que clichê!) e um ursinho de pelúcia chamado Mozart, que, a princípio, era seu único amigo.

Como seu verdadeiro nome é segredo de estado, ele não contava a ninguém, o dono do orfanato lhe chamava de Mozzie, por ser o diminutivo de Mozart (mesmo com a diferença de altura não sendo tão grande, por que em diminutivo? Não deveria ser no aumentativo?)

O cara já nasceu para ser bulinado: baixinho, óculos fundo-de-garrafa com um remendo, acreditava em teorias da conspiração e era esquisito. Só que quem era mais bulinado era seu ursinho de pelúcia, ele nem era tanto assim, só que... tinha o “só que”...

O diretor do orfanato o levou ao mal caminho: o incentivou a praticar bullying também, só que, uma espécie de “bullying intelectual” (e isso lá existe?), ou seja, usar a inteligência para semear a discórdia (como Hitler, Mussolini, Pinochet e os ditadores brasileiros nos anos 60, 70 e 80, mas, ele ainda não era inteligente: fez seu 1º assalto na biblioteca do orfanato, onde começou a ler em busca do conhecimento.

Quando finalmente aprendeu a ser inteligente, promoveu o bullying intelectual, ou seja, jogar na cara das crianças que era inteligente, fazendo com que todos fizessem merda e tocassem o terror no orfanato, assim, deixando todos com um ponto de interrogação na cabeça, foi adotado.

Nessa adoção, pela única vez em sua vida, ele foi inocente num caso de roubo, mas, como era o adotado, levou a culpa e fugiu da casa onde morava.

Já Fazendo os Golpes:[editar]

O atirador deve ter se arrependido: não o matou e ainda assaltou o Adler, conseguindo as obras e as dando pro Neal

Aos 12 anos, vai a Detroit e resolve começar a trabalhar, para fazer o próprio dinheiro: como tinha alguma noção do que é ser dentista, e resolveu trabalhar assim, mas, como ninguém é levado a sério aos 12 anos, precisava de alguém que seria a imagem. Vai a um manicômio e contrata alguém para exercer essa função. Alguém que não faça muitas perguntas e que aceite o que lhe for pago. Assim, abre um consultório dentário, que seria uma fachada para seu verdadeiro emprego novo: colarinho (literalmente: era uma criança) branco

Quando um homem da máfia local vai ao dentista, a princípio, ele também tinha um consultório e não queria saber de concorrência. Querendo se vingar, Mozzie simplesmente rouba US$500000 dele (Com 12 anos. E você com muito mais que 12 anos e não fez nada de útil pro mundo e nem enriqueceu as próprias custas. Seu merda!)

Após ter alcançado a independência financeira, se manda de Detroit após ter ganho o apelido de “O Dentista de Detroit”, uma forma mais fácil de ser identificado, às custas da máfia local.

Após tantos golpes, resolve começar a jogar Truco Valendo o Toba, mais uma forma de trapacear e ganhar dinheiro na base de golpes, assim, ficando milionário, mas, para a surpresa dele, um cara recém-chegado chamado Neal Caffrey consegue dar um golpe em um golpista: supera as trapaças com trapaças mais eficientes e vence o jogo, mas, não cobrou a aposta (ali era a personagem, não o ator que o interpreta. Se fosse, ele cobraria).

Comovido com aquele cara que não cobrou a aposta, resolve se aliar a ele e, assim, começa mais uma dupla dinâmica de colarinhos branco nascia, para desespero dos grã-finos de Nova York, com a maior onda de suicídios já registrada após a Crise de 1929.

Após alguns golpes, planejaram atacar outro colarinho branco, Vincent Adler, acreditando que colarinho branco que aplica golpe em colarinho branco tem 100 anos de perdão, a missão ficou com Neal, ele só ficaria observando a operação, sem saber que, além de roubar, Neal tinha planos de furar o olho do outro colarinho branco, o que ajudou a complicar ainda mais. A vaca foi definitivamente ao brejo quando a Kate resolveu ficar fazendo doce. Se ela não tivesse ffeito, o golpe seria um êxito, o que não foi, mas, pelo menos, ele pegou ela e o deixou um pouco enciumado.

Arrega quando é chamado para ir à Dinamarca roubar a Caixinha de Música nazista do Castelo Rá-Tim-Bum durante um show do The Asteroids Galaxy Tour, que, na verdade, era o comercial da Heineken.

Só volta a se encontrar com Neal após ele ir em cana 2 vezes, graças a Peter Burke, o único que tinha competência para isso, e foi forçado a ter que trabalhar com o engravatado nesse caso de não-roubo da Caixinha.

Foi colhendo informações e perdendo esconderijos a cada missão em que ajudava o FBI, e não estava gostando de nada daquilo.

Na sua paranóica e solitária busca pela verdade sem o FBI saber, é baleado e quase morre, se bem que seu maior medo não era morrer: era entrar no Sistema. E entrou. Com um pseudônimo, mas, entrou, o que era importante.

Se vingou do balaço que tomou e roubou as obras nazistas, ou seja, deu o papo que o “assassino” contratado por Adler era um merda que comprou o porte, e completou sua vingança e a de Neal por causa da Kate.

Após ter revelado que acabara de dar as obras ao Neal, ele lhe apresenta Lolana, uma boneca havaiana, com quem ele se casaria, furando o olho da Sara, e que seria sua esposa no disfarce no Triângulo das Bermudas com todas as obras nazistas. Em uma primeira tentativa, o teço-teco que ele arranjou foi requisitado, e a fuga fracassou.

Após ter feito o golpe e ajudar o Neal a passar a perna no Peter, seu passado condena: o filho do mafioso que ele aplicou o golpe na infância volta querendo que ele faça um serviço de “dentista” para ele, mas, como ele guarda rancor por causa do sorvete jogado nele, se recusou a fazer isso e o colocou em cana (um colarinho branco prendendo alguém. Só em White Collar mesmo...).

Após finalmente pegar alguém, ele tenta de novo convencer Neal a fugir, dessa vez, querendo que tudo dê certo, mas, como Neal entrou em uma crise emo profunda, e com um Matthew Keller à solta jogando na cara o fato de ser o maior filho da puta da história das séries, fugiu só com as obras e com medo do Keller. Na verdade, ele quis fugir do Keller, e usou Neal e Lolana em seu objetivo, após ter confessado na Universal Church of God’s Kingdom que daria um dízimo de US$6 milhões pela cabeça dele, e, como já tinha gente atrás da grana...