Mulher neerlandesa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Orange Dutchmen.jpg
Dit artikel is van Nederland!!
Este artigo legalizou o casamento gay, a eutanásia, o aborto, a prostituição, a putaria, a maconha e o cheiramento de gatinhos. O autor abastece seu carro num posto Shell, tem uma TV Philips, bebe Heineken e come queijo gouda com carne de cavalo.


Neerlandesas fazendo neerlandices.

Mulher neerlandesa é aquele exemplar de ser humano do sexo feminino oriundo dos Países Baixos, afamados por terem legalizado toda a porra que há para ser legalizada, por cada habitante comer 10 quilos de queijo (por dia) e pelas plantações de maconha tulipas.

Aparência[editar]

Neerlandesas felizes por terem esse artigo na Desciclopédia.

Os Países Baixos são um pequeno canto no Norte da Europa, mas que produzem das mulheres europeias mais bonitas, mas também das mais barangas. Naquele pequeno pedaço de terra roubado ao mar não existe um meio termo quando o assunto é mulher: ou existem loiras bem bonitas com cara de boneca, ou loiras bem feias de olhos arregalados. Mas apesar da "cara de sonho", a típica neerlandesa, por muito bonequinha que seja, será sempre mais alta do que você (sério, as pernas dela são da sua altura) e é uma tábua de passar andante, pois a generalidade dessa mulherada não tem peito, não tem bunda, e seu corpo mais parece o de um homem, mesmo. Ainda que existiam, é rara uma neerlandesa obesa, já que essa mulherada só se desloca de bicicleta, o que lhe mantém a magreza e o corpo masculinizado, mas pode dar-se o caso dela abusar no queijo (essa gente come queijo em tudo) e na batata frita com maionese e preferir pegar o eléctrico em vez de pedalar, e aí vai alargar para os lados.

Neerlandesas Marias Chuteiras.

A larga maioria das neerlandesas tem olho azul e cabelo loiro, mais de um loiro bem oxigenado, quase branco, o que é muito bizarro, também são muito pálidas, e mais parecem albinas: as ruivas e morenas existentes em território neerlandês, ou são resultado de artificialidades e colorações capilares, ou têm ascendência estrangeira. Morenas são tão raras nos Países Baixos, que os neerlandeses que não são gays (uma minoria) e as neerlandesas lésbicas ficam cheios de tesão quando botam os olhos numa.

A típica neerlandesa não dá a mínima em relação ao vestuário, afinal Amsterdã não é conhecida por causa da moda, e o uso abusivo de laranja (a cor da seleção de futebol neerlandesa) só pode resultar em visuais brega: essa mulherada veste qualquer porra, desde que seja confortável e quente (já que nos Países Baixos é Inverno e neva durante 11 meses por ano).

Comportamento[editar]

Neerlandesas com seus trajes característicos no único mês de Verão existente nos Países Baixos.

As neerlandesas falam um idioma bizarro e incompreensível, que é uma mistura de alemão com inglês e francês: para quê essa mistura de línguas, ninguém sabe... Talvez num qualquer dia num campo de tulipas, fumando um baseado, algum loiro albino decidiu que essa seria a língua oficial dos Países Baixos. Esse povo é famoso por todo o mundo falar inglês fluentemente: só se esqueceram de avisar que com um sotaque esquisito e confuso, que ninguém entende que porra eles estão falando.

Se no passado, o sonho de toda a neerlandesa era casar, ter uma quinta com vacas para produzir seu próprio queijo e iogurtes, com um moinho e uma plantação de tulipas ao lado, na atualidade, ela gosta é de gastar a sua grana em viagens pelo mundo, sendo quase um caso de excepção entre a mulherada mundial, já que preferem investir numa frota de bicicletas e barcos do que em sapatos e bolsas.

Como a maconha é legal por lá, essa mulherada é muito relaxada e adora passar seu serão fumando baseado com seu grupo, geralmente constituído tanto por mulheres, homems, travecos, hermafroditas, extraterrestres, mafagafos, porque essas mulheres são muito liberais. As neerlandesas são, maioritariamente, Marias Chuteiras, pois lá nos Países Baixos filiam as pessoas na Laranja Mecânica à nascença. Além disso, e semelhante com a Mulher inglesa, é sua alienação pela Monarquia: outra altura em que todo o mundo sai para rua vestindo laranja, além das festividades relacionadas ao futebol, são as celebrações da rainha Beatriz dos Países Baixos. A rainha abdicou do trono neerlandês em 2013 para o seu filho Guilherme Alexandre, que se tornou o primeiro rei em 123 anos. Com tanto ano com mulher no poder, percebe-se os xiliques feministas das neerlandesas. Os Países Baixos são dos países que mais exportam vocalistas para bandas metaleiras (como a ruiva gostosa Simone Simons), pois as neerlandesas são abençoadas pelo Deus Metal.

Vida Sexual[editar]

As neerlandesas são muito liberadas com sua sexualidade: não fosse a putaria outras das atividades mais famosas dos Países Baixos. Se você, com sua mente suja e depravada, já estava fazendo piada pela prostituição ser legal, fique sabendo que a maioria das putas em território neerlandês são importadas da Europa de Leste (Ucrânia, Bielorrússia e Rússia), da Ásia, da África, da América do Sul e do Caribe: se você estava pensando em pagar para pegar neerlandesa tire daí a ideia. Além disso, as taxas de homossexualidade nos Países Baixos são elevadas (é a capital gay da Europa por excelência), pelo que vai encontrar mais lésbicas do que mulher interessada no seu pinto.

A nudez é algo muito natural para a neerlandesa (pense na ruiva gostosa Carice van Houten em Game of Thrones), e uma das suas rotinas matinais é ir se espreguiçar à varanda de casa completamente nua, mesmo que esteja a nevar e 5 graus negativos. Você pode já estar se salivando, mas se lembre que todas, inclusive as obesas fazem isso (não precisa de agradecer por eu ter quebrado seu tesão, seu punheteiro).

Para conquistar uma neerlandesa, faça pão de queijo para ela, lhe compre um barco para percorrem os Canais de Amsterdã e diga que é mestre avançado em Kama Sutra.

Neerlandesas Famosas[editar]

Outra Mulherada do Benelux[editar]