Namoro unilateral

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Exploding-head.gif

Atenção: as porcarias escritas neste artigo podem foder o seu cérebro!


No Wikipedia.png QUEBROU A CARA!

Os espertalhões da Wikipédia NÃO têm um artigo sobre: Namoro unilateral.


Pessoa que sofre disso.

Cquote1.png Você quis dizer: Masturbação Cquote2.png
Google sobre Namoro unilateral
Cquote1.png Experimente também: Namoro de verdade (sqn) Cquote2.png
Sugestão do Google para Namoro unilateral
Cquote1.png Ela é minha namorada! Cquote2.png
Criança de 4 anos sobre a própria professora.
Cquote1.png Minha namorada! Cquote2.png
Nerd virgem sobre Scarlett Johansson.
Cquote1.png Isto nóm ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre namoro unilateral.

Namoro unilateral é mais um comportamento típico de crianças de 5 anos de idade que ao verem um amiguinho(a) mais ajeitadinho já dizem que é namorado. Esse hábito também é comum em nerds que idealizam estrelas de cinema alternativo e as tornam suas namoradas, mesmo com elas desconhecendo tal fato.

Como surge[editar]

Namoro unilateral é a única chance desse aí.

Quando alguém encontra a cara metade surge um sentimento de afeto incontrolável... Bem isso não é importante no momento, a singularidade desse tipo de amor é o fato de que um dos parceiros desconhece o compromisso, o que leva-nos a deduzir que aquele que sabe da suposta relação sofre de esquizofrenia.

Esse é um hábito datado desde o início da humanidade, quando crianças namoravam qualquer um, não pensem em pedofilia, mas como já foi dito é um hábito, também, inerente aos nerds, seres destinados a morrerem virgens, tais indivíduos justamente por jamais terem contato com ninguém de sexo nenhum, nem oposto, nem o mesmo, decidem criar histórias para que seus outros amigos nerds paguem pau para ele.

O que fazer se você estiver envolvido nessa[editar]

Cquote1.png Minha namorada. Cquote2.png

— Ao descobrir isso dê um fora no indivíduo.
— Faça isso em público, assim todos saberão que vocês não tem absolutamente nada.
— Se o ser continuar a encher seu saco com essa história recomendo-lhe que olhe aqui.

Bem, se fores o que inventas essa história:

— Arranje uma namorada DE VERDADE, ou pague por uma moça.
— Vá ao psicólogo.
— Se interne num sanatório, antes que desenvolva complexos obsessivos.

Pessoas que sofrem disso[editar]