Nassau (Bahamas)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nassau é um imenso cassino em forma de cidade, é considerado também a capital das Bahamas, talvez por ser a única cidade do arquipélago.

História[editar]

Toda a beleza natural de Nassau.

Povoado fundado em meados do século XVIII pelos britânicos que nessa época tinham como hobby criar vários portos no Caribe para saquear cana-de-açúcar. O nome da cidade é uma homenagem à Maurício de Nassau, o homem que levou o movimento hippie para Bahamas.

Tomado por piratas ainda no século XVIII, Nassau se tornou o principal centro de fábricas de pernas-de-pau e casas de adestramento de papagaios, além do resort particular do Barba Negra.

Os espanhois tentaram inúmeras vezes sem sucesso tomar Nassau, a investida mais famosa é a Batalha de Nassau quando os espanhois por muito pouco não conquistaram as Bahamas usando um exército de zumbis amaldiçoados, mas graças à intervenção do Monstro Espaguete Voador os britânicos conseguiram manter o controle da capital.

Atualmente Nassau é uma cidade moderna, repleta de cassinos e cabarés, um paraíso no Caribe.

População[editar]

Cidade de 330.000 habitantes, formando 100% da população de Bahamas registrada em cartório. É considerado o melhor povo no mundo para embaralhar cartas, superando inclusive os franceses.

Turismo[editar]

Nassau se sobressaiu depois que Cuba caiu na merda, os magnatas americanos se amarram em tirar umas férias no Caribe onde podem abusar de prostitutas a baixíssimos preços.

O clima tropical, a beleza natural e as bebidas baratas ajudam ainda mais a incrementar os bacanais da vida noturna de Nassau. Cidade com vários cassinos, até o jogo do bicho é liberado, dependendo do local onde você for apostar, pode ganhar desde um escravo a uma noite com uma atriz pornô.

Nassau é invadida entre os dias de 24 de dezembro e 1 de janeiro, quando é realizado o Festival Junkanoo, a maior orgia ao ar livre do Caribe. Colares de flores são distribuídos para a população e servem de pagamentos para práticas libidinosas em plena rua onde ocorre o bacanal.

Cultura[editar]

A cultura de Nassau pode ser resumida em apenas uma frase do dialeto local: "Show your boobs!"