Neal Caffrey

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ladraompce.jpg Neal Caffrey é um ladrão.

Este artigo é sobre alguém em que votamos de 4 em 4 anos.
Se ele ainda não lhe roubou, vai roubar.

Guarde bem sua carteira antes de ler este artigo.

Maluf tn.jpg


Cquote1.png 2X0. MWAHAHAHAHA!!!! Cquote2.png
Peter Burke sobre Neal Caffrey
Cquote1.png Liiiiiiiiiiiindoooooooooo!!! Cquote2.png
Fãs histéricas e fãs gays histéricos de White Collar sobre Neal Caffrey
Cquote1.png Finalmente conheço o cara que disputou a atenção do Peter comigo! Cquote2.png
Elizabeth Burke sobre Neal Caffrey
Cquote1.png SOME DAQUI! Cquote2.png
João Gordo sobre Neal Caffrey
Cquote1.pngdei pra ele! Cquote2.png
Quase todo o elenco feminino de White Collar sobre Neal Caffrey
Cquote1.png Puta mundo injusto... Cquote2.png
Hétero solteiro sobre Matt Bomer, intérprete do Neal, ser gay e comer muito nessa série

NEAL BONNIE CLYDE JESSE JAMES SUNDANCE KIDD BUTCH CASSIDY CAFFREY, ou só NEAL CAFFREY, é um ladrão colarinho branco playboyzinho, ou seja, uma mistura entre tudo o que há de pior no universo, protagonista de White Collar, o 3º maior cabra-macho (Jack Bauer e Seeley Booth lhes mandam lembranças) e o maior pegador das séries da FOX, criado por Jeff Eastin como sua como sua contribuição forçada a FOX, que queria pedir desculpas ao público por causa de Glee através de séries.

A seleção do seu intérprete foi definida após Jeff Eastin decidir que queria que um gay o interpretasse, já que achava que conseguiria trazê-lo de volta ao Lado Azul, já que o personagem seria um comedor nato. Matt Bomer foi o escolhido. Bem, o cara come mas por ora está resistindo a sedução do Lado Azul. Héteros do mundo inteiro estão chateados com isso: um gay comendo um monte de mulher gostosa... Mundo injusto!

História de Vida:[editar]

Neal nasceu de uma família muito miserável que não tinha dinheiro nem pra comprar o papel pra cagar, então, se viu na obrigação de entrar no ramo da trambicagem pra conseguir algum pra ajudar nas contas no final do mês. Começou roubando um banco, mas não foi fácil: com uma BIC na mão, ele rendeu os seguranças. Depois, teve que desenrolar com uma garota que começara naquele dia no trabalho, descobrindo ali que tinha uma veia de pegador, e fez a limpa no banco e nunca foi descoberto.

Migrando Pro Lado Colarinho Branco da Força:[editar]

Neal e sua babá Peter Burke

Após Esse bem-sucedido assalto, ficou rico, e, como manda a lógica, passou a ser Colarinho Branco. Não roubava mais dinheiro, agora eram obras de arte raríssimas. Teve que aprender a ser falsário pra começar no “novo trabalho”. Na escola de trambicagem, conhece Mozzie e Alex Hunter, seus novos coleguinhas de escola, e formaram um Power Guido Trio da Trambicagem no curso. Após tomarem no curso, foram tocar o terror por aí. Entre uma missão e outra, Neal traça Alex, mas acaba se apaixonando por uma nova estudante do curso: Kate Moreau, que, por cagada dele, já chega se engraçando com ele e começam a namorar. Ela foi a Yoko Ono do Trio, pois, graças a ela, o trio se desmanchou, e cada um seguiu seu rumo: O Casal 20 da trambicagem começou a tocar o terror no mundo, invadindo o Museu do Louvre, o Palácio de Versailles, o Museu de Arte Moderna, o <insira o nome de um museu aqui>, o <insira o nome de um palácio aqui>, sempre roubando e substituindo por falsificações.

Neal resolveu enganar todo mundo ao dizer que tinha a Caixinha de Música do Castelo Rá-Tim-Bum, após ter invadido um show do The Asteroids Galaxy Tour, leia-se comercial da Heineken, onde ela estava. Neal se disfarçava de jogador de xadrez e gamão (sim, existem jogadores de gamão), ganhando troféus na Europa e iniciando uma amizade com Matthew Keller, um tipo de Neal Caffrey interpretado por um heterossexual.

Se separa da Kate, que, desapontada, foi tentar roubar Vincent Adler sozinha e que estava com saudades da família, e fica um pouquinho mais por lá. Após ficar de saco cheio da Europa, volta aos EUA, mas, como a carteira dele é extraviada, volta sem grana aos Esteites, ficando em NY.

Os Golpes em NY:[editar]

Após descobrir que seu artigo estava pronto

Lá, ele reencontra Mozzie, e chega sacaneando todo mundo no jogo de cartas, assim, recomeçando as atividades com aquele carequinha bizarro. Tinham como meta, passar a perna em Vincent Adler, Colarinho Branco Local, e, reencontram Alex por lá, também querendo o dela. Após uma noite de sexo escatológico, resolvem se juntar. Mas, a secretária do Adler era ninguém mais, ninguém menos que a Kate, ex dele, que também queria saqueá-lo.

Podendo ficar com o ego lá em cima, já que está na mira de 3 frentes de Colarinhos Brancos (Neal & Mozzie, Alex e Kate), preferiu não exaltar o ego, sacaneando todos, limpando a conta bancária. Na merda e Demitidos, Neal e Kate voltam e resolvem começar a fazer trambiques juntos.

O FBI estava em crise existencialista com esses 2 Yankees tocando o terror, então, confiaram a um cara chamado Peter Burke, que liderava a divisão de colarinho branco do FBI e que foi coagido a desistir da vida social e do sexo com sua esposa gostosa. Assim começava uma putaria brincadeira de gato e rato que duraria 4 anos. Pra ferrar com a situação dele, os pombinhos se separam de novo, com Neal querendo "oficializar os boatos" sobre ter a Caixinha de Música, indo a Escandinávia com a Alex (que queria furar o olho da Kate) morrer de frio pra roubá-la, resultando em fracasso, mortes, mutilações, membros quebrados e a amiguinha dele parecendo uma múmia graças a tantas faixas pra encobrir as lesões e comendo arroz com feijão com canudinho.

Quando o casal chegou aos EUA, após essa missão, enquanto a Alex só podia comer sopa com canudinho, Neal tenta achar a Kate, mas, recomendado por Mozzie a desistir, porque ele era pegador e tinha todas as mulheres a sua altura. Após uma fonte insegura dizer, ele vai a busca e ganha uma carona do Pedro, lhes garantindo segurança até chegarem em um esconderijo cheio dos roubos deles.

Na verdade, era uma cilada:
Cquote1.png É uma cilada, Neal! Cquote2.png
Pedro

Mesmo aconselhado, chega ao "escritório" da Kate. Peter apreendeu o caminhão e prendeu o Neal. 4 anos de gaiola pra ele. Kate conseguiu fugir, já que foi usada sem saber por Peter, e finalmente chupa o pirulito que Neal deu (não "aquele" pirulito. Peter não joga nesse time).

A Cadeia:[editar]

Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Ryder e Big Smoke traem a gangue de CJ na última missão de Los Santos, ou que Rosebud é um trenó.

Spoiler3.jpg

Após finalmente ser preso, Neal confiava na esposa e saberia que ela nunca o trairia.

Quase acabando sua estada forçada na cadeia, onde ficou 3 anos e meio de mofo, soube que estava sendo chifrado por ela, só faltava saber quem o chifrava. Conseguindo enrolar todo mundo, consegue fugir, mas, o único cara que conseguiu a proeza de prendê-lo, o prende de novo. Após implorar, ele consegue negociar a liberdade, aceitando fazer trabalho escravo pro FBI.

Na Senzala:[editar]

Mais um dia de trabalho

Neal teria que colocar um rastreador de limite de um raio de 3,5 km, pois os caras do FBI estavam com preguiça pra ter que procurá-lo de novo, e iria se hospedar num buraco que custava US$700, que era o salário dele. Indo ao brexó comprar roupas, consegue uma bolada: um lugar decente pra viver e boas roupas. Tudo só com US$700 e favores sexuais. Cortesia de uma Maria Camburão com quem ela simpatizou por ser um criminoso.

Com um teto novo, ele começava a trabalhar (na verdade, usava o trabalho pra procurar a namorada e o corneador). Depois de um tempo, começa a achar que Peter era o corneador, e resolveu querer traçar a esposa dele, só de sacanagem, já que ele tinha traçado quase todo o elenco feminino da série, mas descobre que todos no FBI usavam o mesmo Anel de Pureza, o que dificultou tudo. Depois descobre finalmeente quem é o cara que lhe deu o chapéu de touro: era Garrett Fowler, que o põe pra trabalhar em troca de porra nenhuma por causa da Caixinha de Música, achando que estava com ele. Depois que ele a pegou, a entregou pro Fowler, que prometeu que não mais o cornearia

Fowler Adler, o cara que falava o que Fowler tinha que fazer, num gesto de filhodaputismo, explode o avião onde Kate estava.

Na 2ª Temporada:[editar]

Neal no galpão onde guardava suas obras, sacrificadas por Mozzie pra ter as nazistas

Começa preso e na merda, mas consegue ser solto pra saber o que aconteceu. Ganha uma pedra no sapato chamada Sara Ellis, que apareceu pra querer pegar de volta tudo o que foi roubado dela e não deixar o Neal em paz na sua busca por vingança ou justiça, sei lá... Após quase matar o Fowler acidentalmente, descobre toda a verdade, e o cara estava exterminando todo mundo que soubesse demais, mesmo com o Mozzie sobrevivendo por causa da "pontaria precisa" do atirador.

Depois disso, resolveu que faria a vingança à La Jack Bauer na 8ª temporada de 24 Horas, mas, roubando obras de arte, e não fazendo chacina. E finalmente e esquece da Kate, morta e enterrada e namorando o Tinhoso no Inferno, quando finalmente resolve pegar a Sara pra ver se a deixa um pouco sossegada. Depois de pegar a Sara, resolve voltar a pegar a Alex, já que o cara é um daqueles que chegam junto em qualquer coisa que tenha seios e vagina, assim se dividindo, e assumindo os riscos de "gente que se divide não se cria". Eram mulheres, gostosas (a Sara é mais) e o sexo com cverteza valeria a pena.

Depois de quase ser morto por Adler, que foi morto no segundo seguinte pelo Peter, vira o acusado de ter roubado de ter roubado as obras, mas, jurou inocência (sim, ali acreditam em ladrões), depois, ganha de presente as obras. Qualquer um poderia ter dado as obras pra ele. Videntes do mundo inteiro cravaram uns nomes. Segue a lista: Peter (pedido de desculpas), Mozzie (amigos), Alex ("muy amigos"), Sara (atual comida dele), e a crítica acredita que até Bryce Larkin, o cara que fodeu a vida do Chuck em Chuck que descolou isso pra ele, já que tinham alguém decisivo em comum.

Na 3ª Temporada:[editar]

Quase...

Neal já começa trollando todos os fãs da série, que achavam que a Alex tinha roubado as obras, ao descobrir que foi o Mozzie que as roubou. Após passar por interrogatórios, ser agente duplo, lutar esgrima e tentar fugir num teco-teco, consegue burlar as investigações. Bem, na verdade, só se não tivesse um Chrysler Building no submarino...

Enquanto a vaca seguia seu caminho rumo ao brejo, Neal tem reflexos da homossexualidade do ator que o interpreta mostra que é um cara bem fiel a sua namorada, quando se faz de grosseirão com o objetivo de não comer ninguém em uma festa frequentada por um bando de burguês safado. Conseguiu! Não pegou ninguém, a não ser uma lésbica colega de trabalho, que o "comprou" por caridade. Isso tudo em empresários que eram leiloados (prostituição?)

Com um tesouro nazista em mãos e com a vaca na metade do trajeto rumo ao brejo, ganha uma identidade nova para poder fugir e se casar com a Lolana. A Sara descobriu o passaporte e o tesouro e, avisando que vai dar merda isso, eles se separam.

Após a separação, Neal tenta roubar o manifesto do navio, ou seja, quer dau um tiro com uma Springfield M1A .308 na vaca que estava indo pro brejo, assim, fazendo um churrasco na laje da casa dele da June. Com o manifesto em mãos, tem uma crise emo violenta, desistindo de matar a pobre vaquinha roubá-lo

Para complicar ainda mais, Keller resolve voltar, achando que sabia que ele estava com as obras. Após se apaixonar, ser baleado e ter sua cabeça valendo US$6 milhões, juntamente com o mentou de Burke em Quântico, consegue semear a discórdia entre Neal e Peter.

CAPTURADO

Neal Caffrey.jpeg

Anunciamos que Neal Caffrey não fará(ão) mais mal a ninguém,
pois se encontra(m) preso(s), morto(s) ou/e finalmente derrotado(s).

Agradecemos à(s)/a(o)(s): Peter Burke pela sua captura.
Obrigado, Peter Burke, certamente as pessoas poderão
dormir mais tranquilas graças a você(s).


Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Neal Caffrey no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg