Nekopara

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
Nekopara
Nekopara Cover.png

É TÃO FOFINHO!

Informações
Desenvolvedor Neko Works
Publicador Neko Works
Ano 2014
Gênero Visual Novel e Eroge
Plataformas PC, Micrsoft Ruindows
Avaliação 90% pela versão censurada. 100% a versão NÃO censurada!
Idade para jogar +16.

Cquote1.png GATOS NÃO FUNCIONAM ASSIM. Cquote2.png
Veterinário sobre Nekopara
Cquote1.png Quem liga? Cquote2.png
Todo mundo sobre o comentário acima
Cquote1.png ESTOU NO PARAÍSO! Cquote2.png
Zoofiliaco sobre Nekopara
Cquote1.png Que lixo de jogo. Quando é que via ter um visual novel sobre cadelas? Cquote2.png
Cachorro sobre Nekopara

Nekopara é uma enjoativa visual novel/eroge que aborta o tema da zoofilia velada com consumo de drogas, ou seja, nekos. Ela foi criada pela Neko Works e lançada na steam em 2014, e sua principal atração, além da opção de aumentar o quanto os peitos mechem (Bela opção por sinal!), é que os personagens do game se movem durante as cenas, ao contrário de outros visual novels que funcionam com sprites e que todo mundo fica paradão na tela, graças a uma tecnologia roubada da Área 51 chamada E-mote. Além disso, o jogo apresenta as icônicas nekos ditas ali em cima, gatos humanizadas peitudas que apareceram na sociedade humana em 1900 e guaraná com rolha, que além de terem saciado os zoofiliacos, podem ser domesticados e mandadas fazer... coisas.

Enredo[editar]

Nossa história começa com o protagonista, um cozinheiro que foi expulso do seu último trabalho por ser pego transando com sacos de farinha chamado Kashou Minaduki. Após esse incidente, ele decide abrir sua própria loja com o dinheiro do tráfico de farinha de seu pai, chamada "La Soleil", que traduzindo do francês significa "Mafagafos do sol". Enquanto ele tirava as caixas do caminhão de mudança e escondia suas farinhas que ele usaria para cheirar, ele acaba encontrando os dois nekos da casa da sua família, Chocola e Vanilla, asfixiando dentro de uma das caixas do caminhão. Após tira-las daquele mote de entulhos, ele descobre que as duas não aguentariam ficar longe do pau dele, e por isso vieram escondidas lá dentro. Após convence-lo com métodos especiais, Kashou Minaduki acaba deixando as duas ficarem junto dele.

Logo depois disso, o protagonista vai fazer umas compras no mercadinho do zé, levando as duas nekos com ele. Lá, como se pode ter uma ideia, elas fazem merda, tentando várias vezes roubar a cesta dele, catar balas soft escondidas, e ficar cheirando farinha escondidas. Depois disso, eles vão numa feirinha perto da casa e encontram uma neko vendendo frutas na rua. A chocola tem um momento meio lésbico aqui e dá em cima da Neko, ou pelo menos tenta, até que o Kashou Minaduki mostra quem é o macho e dá uma bilada nela pra ficar mansa. Em seguida eles vão pra casa, e Vanilla e Chocola notam que o "mestre" delas não tomou banho com elas fazia 1 semana, e ainda por cima chamam ele de pervertido. Obviamente, ele fica puto com isso, e decide mostrar sua masculinidade tomando banho BEM próximo delas dessa vez. Em seguida, chega a hora de dormir, e como a casa alugada é mais pequena que um barraco de favela, só tem uma cama. Por causa disso, num ato de pura bondade e de vontade de foder as duas, o Kashou Minaduki decide ceder sua cama pras Nekos, assim terminando a introdução (Ui!) do game.

Kashou Minaduki alimentando Chocola e Vanilla com Mountain Dew

Personagens[editar]

  • Kashou Minaduki: O nosso protagonista safadão. Nascido de uma grande linha de cozinheiros, ele se viciou em farinha pela primeira vez quando, aos 5 anos de idade, encontrou um saco inteiro e engoliu ele sem querer, desde então fazendo mais insanidades pra aguentar seu vicio. Hoje em dia, ele criou uma confeitaria para servir como cover pro seu próprio trafico de farinha.
  • Chocola: Uma neo kfeliz da vida com cabelo marrom. Ela REALMENTE gosta de seu dono, chamando ele de "mestre", um modo de esconder os verdadeiros desejos dela. Foi ela quem teve a ideia de se enfiar em caixas para seguir seu dono, já que aparentemente enviar elas via sedex não era permitido, afinal de contas, o IPTU de hoje em dia tá cara demais, além deles não transportarem seres humanos.
  • Vanilla: Uma neko muito calma, que não é muito de falar alto, devido ao fato de tomar morfina diariamente pra se manter quietinha. Ela não queria ir para a casa do Kashou Minaduki, mas com oa sua irmã chocola ameaçou apagar seus pornos de humanos do seu pc, ela aceitou ir junto. Ela é a mais nova da família neko, apesar de ser a única que tem algo na cabeça e fazer poucas besteiras.
Vanilla e Chocola filosofando no chão
  • Shigure Minaduki: A irmã mais nova do Kashou Minaduki. Ela é a verdadeira chefona do tráfico de farinha, mas mesmo assim ela amã seu irmão... as vezes até um pouco demais, porque já foi pega tetando estrupar ele enquanto dormia. Por sorte, por mais que nosso herói seja doentão, ele não e´muito fã desse relacionamento de família próximo assim.
  • Azuki: A mais velha da família de nekos. Ela meio que serve como gerente no tráfico de farinha, e por ser a mais velha, adora dar umas troladas nas outras nekos, muitas vezes misturando farinha com a cerveja que elas bebem, uma mistura famosa pro causar efeitos boa-noite cinderela. Ela também sofre de pernas pequenas devido a ter caído do décimo andar de um prédio com 3 anos de idade.

Ver Também[editar]