Nelson Teich

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Cquote1.svg Você quis dizer: Mick Jagger depois do SUS Cquote2.svg
Google sobre Nelson Teich

Nelson Luiz Sperle Teich é um desconhecido médico e empresário brasileiro, falecido em 1823, porém ressuscitado exatamente no dia 17 de abril de 2020 para se juntar aos Cavaleiros do Apocalipse, e contribuir para a recuperação da previdência brasileira matando todos os velhos do país por meio da pandemia de COVID-19.

Vida pessoal[editar]

Nascido no berço da milícia, se tornou popular ao vencer partidas de futebol contra traficantes e estupradores da região, que logo lhe convidaram para fazer parte do bando. Entretanto foi traído por estes grupos, que na verdade visavam usá-lo como cobaia para a criação de um lendário chupa-cu.

Após os experimentos de laboratório fracassados, perdeu sua alma e adquiriu um extremo vício em inalar fezes, tendo feito isso por décadas, até morrer tragicamente em 1823 ao tentar chupar o próprio pau usar seu próprio ânus como um tubo inalador de fezes. Trabalhou durante muitos anos como mordomo da Família Addams para poder pagar as mensalidades da faculdade.

Formação acadêmica[editar]

Cquote1.svg Sério que me fizeram levantar do caixão pra isso? Cquote2.svg
Teich sobre ter de comparecer aos discursos lisérgicos de seu chefe que sofre de graves distúrbios mentais.

Adquiriu um diploma de medicina de um mendigo por 10 cruzeiros, pois desejava realizar a remoção de suas costelas para que pudesse inalar suas próprias fezes diretamente do ânus. Seu plano foi bem sucedido e se tornou médico, tendo acesso a hospitais e toda a estrutura para a realização de seu medonho objetivo. Entretanto, seu sonho também significou seu trágico falecimento: ao inalar as fezes direto do cu, acabou inalando também os próprios órgãos e morreu subitamente na frente de sua própria família, que já estava traumatizada ao ver o patriarca cheirando a própria bunda e foi "presenteada" com outro trauma. Sua vida mais tarde se tornaria um filme e emocionaria milhões (da pior forma).

Atuação como Ministro da Saúde[editar]

Jair Bolsonaro havia sido orientado por seu filho Carlos a procurar um ministro que, diferente dos outros, não defecasse pela boca, mas que cheirasse fezes, para que não disputasse popularidade com o próprio presidente, ao contrário do ministro anterior. Carlos já conhecia a história de Teich por também fazer parte do grupo de Inaladores Cariocas, apesar de inalar outra substância.

O que um trabalho estressante pode fazer com o homem...

No entanto, havia um problema: seria preciso fazer um ritual para que Teich retornasse das profundezas do inferno e pudesse assumir o cargo como ministro. Após muita insistência e um pouco de sangue, Temer deu autorização e o ritual ocorreu quase que sem contratempos. O único problema foi que tornou-se extremamente óbvio que Teich se comportava de forma estranha e anormal, por se tratar de um zumbi que assassinaria qualquer pessoa próxima para devorar seu cérebro. Por este motivo, o escritório do novo ministro se localiza ao lado da sala da Damares.

Seu objetivo no Ministério da Saúde era fazer um trabalho tão porco quanto o vício que o matou. Apesar disso ser similar à missão dos outros ministros, especialmente as duas mulas oriundas do Olavismo Cultural, Teich assumiu suas funções durante uma pandemia global de um vírus fodido, o que fez com que houvesse certa expectativa por uma atuação de poste. Inicialmente, Paulo Guedes era um de seus maiores apoiadores, pois este nutria a expectativa de que ocorresse, no mínimo, 10 milhões de mortes durante o mandato de Teich, tanto pra continuar com a obsessão de Bolsonaro com Lula, que prometeu 10 milhões de empregos, quanto pra ajudar no objetivo de desafogar a Previdência.

Teich informou que já tem planos para quando deixar as funções de ministro, porém afirmou que apenas iria revelá-los debaixo dos lençóis, no ouvidinho de Jair, à meia-noite.

Saída do Ministro da Saúde[editar]

Apesar das graves dificuldades mentais e de raciocínio, Teich não conseguiu atingir as 10 milhões de mortes esperadas por Paulo Guedes e pediu demissão. Acabou substituido por um milico.