New Super Mario Bros. U

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mesma Coisa de Sempre, mas Agora em HD
New Super Mario Bros U cover.png

Capa do jogo

Informações
Desenvolvedor Não-entendo
Publicador Não-entendo
Ano 2012
Gênero plataforma
Plataformas Nintendo Uí You
Avaliação Não se sabe
Idade para jogar Criancinhas criadas a leite com pera

New Super Mario Bros. U é um port de um jogo para Nintendo DS que foi lançado exclusivamente para o Wii U, um console que ninguém teve e que então portanto quase nada se sabe sobre esse jogo, apenas que provavelmente deve ser idêntico a qualquer outro jogo de Mario já jogado e que portanto não necessita ser jogado, baixa atratividade que ajudou assim nas péssimas vendas que o Wii U teve.

Desenvolvimento[editar]

Todos sabem que o Wii U foi um grandioso fiasco, aparentemente porque se alguém quiser jogar num tablet gigante vai comprar um Tablet gigante e não um Wii U. Os executivos da Nintendo estavam altamente desanimados em criar um novo jogo de Mario que custaria tempo e dinheiro para não terem retorno algum por ninguém ter aquele console, mas por outro lado eles estavam obrigados a criar e lançar pelo menos um jogo de Mario para aquele console, porque senão não haveriam jogos para o Wii U. Foi então que o diretor do jogo, Masataka Takemoto, teve a brilhante ideia: Por que não fazer um port do port de um jogo para Nintendo DS que depois foi adaptado para Wii e agora poderia ser adaptado para Wii U? Surgia assim a ideia de New Super Mario Bros. U, apenas a mesma reciclagem de sempre da série Super Mario em termos de jogabilidade 2D.

Jogabilidade[editar]

As pessoas não cansam disso?

O que esperar de um jogo de Super Mario? Não é só a merda da história que é incrivelmente repetitiva, mas a jogabilidade também é a mesma desde 1986, tanto que até os maiores fãs da Nintendo já estão de saco cheio e preferiram comprar um PS3 ou Xbox One na época onde pelo menos puderam jogar uma variedade de mais de meia-dúzia de jogos que não fossem New Super Mario Bros. U com sua mecânica repetitiva e sem graça. O jogo portanto consiste em pular, quebrar tijolos com a cabeça, matar tartarugas e passar de fases fazendo isso. Não importa se é na floresta, no gelo, no vulcão ou na água, é sempre só isso, pular, quebrar tijolos com a cabeça e passar de fase.

Uma novidade é a possibilidade de jogar no multiplayer local, algo absolutamente impossível porque é necessário mais de um controle de Wii U e estamos falando de um troço que vale o preço de 1 milhão de reais em barras de ouro. Mas para quem for filhinho de papai o bastante para ter acesso a tantos controles de Wii U, o segundo jogador participa fazendo porra nenhuma, sem controlar qualquer personagem, apenas criando blocos na tela para ajudar o amigo.

Enredo[editar]

Todo enredo de Super Mario é a mesma coisa e nesse aqui não é diferente. Bowser invade o castelo da princesa, sequestra a vadia da Princesa Peach e a mantém em cárcere privado aguardando ansiosamente o dia em que ela adquire a síndrome de Estocolmo. Mario, Luigi e dois Toads aleatórios e sem carisma devem então passar por 8 mundos vigiados pelos filhos do Bowser para voltar ao castelo e resgatar a princesa. De acordo com os últimos cálculos divulgados pela Universidade de Massachussetts, é a quinquagésima sétima vez que esta trama é repetida num jogo de Super Mario.

New Super Luigi U[editar]

Pela primeira vez na história da franquia um jogo de Super Mario teve um DLC. Lançado em 2013, o New Super Luigi U tinha na verdade como ideia inicial ser um jogo completamente novo para ser lançado a preço de lançamento e ter como título algo do tipo: "New Super Mario Bros. U 2", mas então os desenvolvedores perceberam que o jogo estava ficando muito absurdamente igual ao New Super Mario Bros. U (e por consequência igual aos 57 jogos anteriores da franquia), momento em que tiveram pelo menos a dignidade e a vergonha na cara, e lançaram o jogo novo apenas como DLC, tanto que a sua capa é riscada, e apenas pintaram o Mario de verde e fingiram ser um tipo de jogo do Luigi.

New Super Mario Bros U Deluxe[editar]

Como ninguém teve um Wii U, a Nintendo se viu obrigada a relançar essa chatice para o Suíte e nessa nova versão teoricamente "remasterizou" o conteúdo de New Super Mario Bros. U e do New Super Luigi Bros U. Embora na prática visivelmente está a mesmíssima coisa.

Um personagem novo é um tal de Nabbit (Coelharápio em terras tupininquins) que é um coelho gordo, roxo e cleptomaníaco que serve de opção para os noobs usarem porque ele é imune a quase tudo, então é a opção para quem não quer dificuldade, tornando o jogo atrativo à crianças.

Alem disso os desenvolvedores finalmente tomaram vergonha na cara e no lugar de dois Toads clones botou pelo menos a Toad Fêmea para ser utilizada. Mas o que chamou a atenção de todos foi a existência da Super Crown, um poder em forma de coroa que transforma os personagens em uma bimbo (loira estúpida), no caso da Toad Fêmea ela se transforma na Peachette, um clone jogável da Princesa Bitch.

Bowsette[editar]

Bowsette é um raro caso em que a fanfic é melhor que o material original.

Os fanboys shippeiros de plantão piraram com a existência da Super Crown pois a primeira coisa que um nerd punheteiro pensa quando se depara com um item que transforma um fungo sem graça numa princesinha meiga e bonitinha, é qual o resultado de outro personagem colocar aquela coroa, surgindo assim na internet dezenas de artes de fãs de gender bender de todos personagens da série sobretudo em situações de hentai ou ecchi. Na época isso rendeu diversos estudos psicológicos buscando compreender o que leva uma pessoa a sentir tesão por versões princesas de monstros de joguinho infantil, e a conclusão mais aceita é que esse tipo de ser não consegue mulher de verdade e precisa se contentar com punheta para esse tipo de coisa.

De todos os gender bender criados, o que mais se destacou foi a Bowsette, a versão princesa do Bowser. Sempre com foco sexual, algumas vezes surgindo como shemale e em outras vezes como fêmea completa, a Bowsette aparece em fanfics sobre o Bowser ter se desgostado de tantos anos de frustração e desejando ele próprio seduzir o Mario na forma de uma princesa gostosa. Outras variação menos famosas mas também cheias de desenhos de fãs são as Booette, Chompette Goombette, Bullet Billette, entre outras.