Nossa Senhora do Livramento

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nossa Senhora do Livramento é um município em algum lugar nas alagações de Mato Grosso. É uma cidade até arrumadinha, com seus prédios públicos bem pintados e sua população pacata bebendo mel na pracinha. Parece até que é de outro planeta.

História[editar]

Uma humilde casa de luxo de Nossa Senhora do Livramento.

Acredita-se que as primeiras habitações vêm do século XVIII, quando garimpeiros ávidos por encontrar ouro detonaram com o relevo da região e nada encontraram. Aquele pequeno povoado de frustrados era primordialmente chamado de São José dos Cocais.

Diz a lenda, que no século XIX, um jumento que transportava um carregamento de imagens de Nossa Senhora do Livramento advindas do Paraguai, empacou ao passar por São José dos Cocais após avistar uma jumenta linda. E só tornava a andar quando tiravam a imagem das santas de seu lombo. No final decidiram deixar as imagens numa paróquia dali mesmo e seguir viagem (posteriormente a Polícia Federal descobriu que havia 10 quilos de cocaína dentro daquelas pequenas estátuas). E por este episódio curioso a cidade recebeu o novo nome de Nossa Senhora do Livramento.

Este povoado que possui uma história milenar, acredita-se até que foi um esconderijo das Forças Rebeldes durante o domínio galático de Darth Vader. Mas infelizmente em 1930, um tal de Armênio de Moraes, em toda inteligência inerente aos mato-grossenses, fez o favor de queimar todos os valiosos documentos e registros históricos de valor incalculável na prefeitura, sob alegação que ali começava uma nova história de Nossa Senhora do Livramento (que imbecil). O motivo dele ter feito essa cagada, suspeita-se que ele descobriu que era corno e suas filhas meretrizes em Cuiabá e quis esconder esse fato fazendo essa merda de queimar a prefeitura.

Após 50 anos sem Nada acontecendo. Em 1983 Nossa Senhora do Livramento é transformada em município (mas e daí?).

Atualmente é única cidade no mundo onde genialmente a prefeitura está pintada de vermelho para parecer um corpo de bombeiros, na garantia que ninguém mais queime o prédio.

Geografia[editar]

Um pinguço triste porque a civilização está longe 30 quilômetros.

Nossa Senhora do Livramento está localizada oficialmente no pantanal. É mais uma cidade mato-grossense de calor incrivelmente absurdamente quente. 90% dos homens não usam camisas porque é insuportável.

Muitos turistas perdidos passam por esse lugar inóspito procurando pelo pantanal.

Economia[editar]

Economia baseada na criação do gado. Enganar turistas dizendo que ali é o pantanal também é uma consagrada prática econômica da cidade. Aproximadamente 87% do PIB local é gerado durante o carnaval, uma vez que a cidade é um famoso reduto de festejos adultos sem leis e sem restrições, sendo talvez a única cidade do Brasil que não possui lei anti-mijo nas ruas, por exemplo.

Transportes[editar]

Um dos postos de combustível extremamente sinistros de Nossa Senhora do Livramento.

A única utilidade de Nossa Senhora do Livramento é servir de caminho entre Poconé (pantanal) e Cuiabá na MT-060. Essa bizarra estrada, única no mundo que só pode ser cruzada por veículos anfíbios, quando você avistar postos de gasolina realmente sinistros, aquela é Nossa Senhora do Livramento. Dizem que é a Nossa Senhora do Livramento a responsável por batizar o combustível dos postos dessa estrada, amém!

Asfalto é portanto uma lenda, e nem dá para culpar a prefeitura, pois o clima local derrete qualquer qualidade de asfalto em menos de 1 semana, então é melhor deixar no barro mesmo.

Turismo[editar]

Como não existem leis em Nossa Senhora do Livramento, a cidade torna-se um dos grandes polo turísticos dos arredores de Cuiabá e excelente entreposto de muamba advinda da Bolívia. Tal facilidade em adquirir ilícitos atrai frequentemente cuiabanos de baixa renda em busca de tal especiárias.