Notícias Populares

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Notícias Populares faliu!
Graficozero.JPG Nem o Bill Gates quita suas dívidas!

Outros que ficaram no vermelho.

Night creature.JPG Notícias Populares surgiu das trevas!!

E está aqui pra puxar seu pé!

Puro osso.gif
Drácula.jpg ESTE ARTIGO VEIO DA ROMÊNIA!

No topo de todas suas aldeias há um castelo mal-assombrado pelo Drácula, seus habitantes sabem fazer ginástica e comem estrogonofe de fígado.

Acredite ou não, também somos latinos.


Cquote1.png U cão foi quem botô nois pra comê ela! Cquote2.png
Jeremias sobre Bebê Diabo

Notícias Populares (conhecido como NP e Notícias Nada Populares), era um jornalzinho muito politicamente incorreto, na qual circulou entre 1963 e 2001. Até hoje é considerado "sinônimo de crime, sexo e violência". Seu slogan era "Nada além mais que a verdade". Era fabricado pelo Grupo Folha, onde hoje temos os jornais Folha de São Paulo e Agora São Paulo.

A decisão de extinguir o jornal foi tomada com o sucesso de programas de televisão como Sem Meias Palavras Aqui Agora, que usavam o mesmo estilo do jornal e reduziram o interesse do público pelo mesmo, e o Grupo Folha decidiu concentrar seu jornalismo popular no Agora São Paulo.

O Bebê do Caô Cão[editar]

Uma das mais famosas polêmicas em que o Notícias Populares esteve envolvido foi a série de reportagens sobre o "Bebê do Cão". Na ocasião, jornalistas do NP aproveitaram-se da notícia de que um bebê havia nascido com deformações para inventar uma série de reportagens que iam se desenrolando ao decorrer das edições. Para os leitores os fatos inventados pela redação do periódico eram apresentados como se fossem reais.

Por fim, depois de muito tititi e muito cruz-credo das senhorinhas carolas feito tua avó, o jornal enfim revelou que o bebê na verdade não era do cão, mas certamente era um bebê feio pra cachorro...

O Desaparecimento de Roberto Carlos[editar]

Heil Rei Roberto Carlos após escapar do suposto sequestro, muito contente como podemos ver.

Outra polêmica famosa foi quando o NP noticiou o desaparecimento do cantor Roberto Carlos, em 1968. O jornal havia recebido a informação de que um repórter da Rede Record não conseguia entrar em contato com o cantor, que estava em Nova York, fato que a redação do NP usou como pretexto para lançar, em letras garrafais, a manchete "Desapareceu Roberto Carlos". A manchete fez o jornal vender cerca de 20 mil exemplares a mais. No dia seguinte, o NP voltou a aproveitar-se do mesmo tema ao lançar a manchete "Acharam Roberto Carlos", mas sem uma perna. VEÍDICO!!!

Pelezão[editar]

Cquote1.png Eu sou o ídolo das mulheres, entende? Cquote2.png
Pelé sobre Pelezão

História do indigente que virou "ídolo das madames" após ter sido "violentado" pela "psicóloga tarada de Perdizes", na madrugada de 28 de agosto de 1984. O caso Pelezão rendeu tantas manchetes quantas teve o "Bebê-Diabo", que, na metade da década de 1970, mexeu com os nervos e a imaginação dos leitores, serguindo o rastro do filme O Exorcista.

Outras Manchetes[editar]

  • “Bicha põe rosquinha no seguro”: O caso do gay que decidiu por tudo no seguro
  • “Aumento de merda na poupança”: O aumento de Cr$ 0,01 na poupança do povo brasileiro
  • “Broxa torra o pênis na tomada”: Esse deve ter doído
  • “Engoliu 40 pregos pra curar diarreia”: sem comentários…
  • “A morte não usa calcinha”: O caso do dia em que o Penadinho comeu a Dona Morte.


v d e h
Jornais mais mentirosos do Brasil e do Mundo
link={{{3}}} Amazonas: Portal do Holanda - Portal A Crítica
link={{{3}}} Bahia: A Tarde - Correio da Bahia - Tribuna da Bahia

link={{{3}}} Ceará: Diário do Nordeste - O Povo
link={{{3}}} Distrito Federal: Correio Braziliense - Jornal de Brasília
link={{{3}}} Minas Gerais: Estado de Minas - Gazeta de Uberlândia - Hoje em Dia
link={{{3}}} Paraná: Gazeta do Povo - Folha de Londrina - Tribuna do Paraná
link={{{3}}} Pernambuco: Aqui PE - Diário de Pernambuco - Folha de Pernambuco - Jornal do Commercio
Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro: Jornal do Brasil - Jornal O Dia - Folha Universal - Meia Hora - O Globo - Tribuna da Imprensa - Extra
link={{{3}}} Rio Grande do Sul: Zero Hora - O Pioneiro - Gazeta do Sul - Correio do Povo - Diário Gaúcho - Diário de Santa Maria - Diário Popular - O Sul - Jornal do Comércio - Jornal Agora - A Razão
link={{{3}}} Santa Catarina: Diário Catarinense - Hora de Santa Catarina - Jornal de Santa Catarina - O Estado
link={{{3}}} São Paulo: Jornal Primeiramão - Notícias Populares Agora São Paulo - Correio Popular - Diário do Povo - Folha da Tarde - Folha de São Paulo - O Estado de São Paulo - Jornal da Tarde - Diário de São Paulo - Gazeta Mercantil - Valor Econômico - Bom Dia - Diário do Grande ABC
Internacionais: Charlie Hebdo - Clarín - Corriere della Sera - Daily Mirror - El País (Espanha) - El País (Uruguai) - La Nación - Le Figaro - Le Monde - Los Angeles Times - New York Times - Pravda - The Sun - Washington Post - Yomiuri Shimbun - Asahi Shimbun - Diário do Povo (China) - Izvestia - Mainichi Shimbun - Sankei Shimbun - Bild - La Repubblica - Eleftherotypia - Hürriyet - Zaman - De Telegraaf - Aftonbladet - Correio da Manhã - Diário de Notícias - Jornal de Notícias - Público - Helsingin Sanomat - The Daily Telegraph - The Guardian - The Times - Rossiyskaya Gazeta -